Siga-nos nas redes sociais

Curiosidades

Como Carol morreu nos quadrinhos de The Walking Dead?

Confira o que acontece com Carol nos quadrinhos de The Walking Dead.

Publicado há

em

ATENÇÃO! O post a seguir contém SPOILERS EXTREMOS das HQs de The Walking Dead. Caso não esteja em dia com a leitura, não continue. Você foi avisado!

Carol indiscutivelmente é uma das personagens mais bem desenvolvidas da série de TV. Tida como a única mulher sobrevivente desde o acampamento de Atlanta e, por isso, constituinte do pequeno rol de heróis presentes em todas as temporadas.

Mas, sabendo que a série busca inspiração na obra homônima de Robert Kirkman em quadrinhos, podemos analisar a personagem em dois retrospectos diferentes. E pensando nisso, achamos justo que nossos leitores estejam cientes da história de Carol nos impressos.

Para começar, é necessário dizer que se não fosse pelo enredo com Sophia na primeira temporada, a única semelhança entre quadrinhos e série seria o nome da personagem. Isso porque nas HQs, Carol Peletier é uma mulher com cerca de vinte e cinco anos de idade. Com personalidade aparentemente calma, pacífica e amigável, ela esconde segredos sobre si mesma: uma instabilidade emocional e psicológica gigantesca.

LEIA TAMBÉM:
Romance entre Daryl e Carol em The Walking Dead ainda é possível

Ela era casada com um homem desconhecido nas histórias, pai de Sophia e que trabalhava como vendedor de carros. Por sua vez, Carol era uma dona de casa e ganhava algum dinheiro ao vender Tupperware. Era nítido que ela sentia muita saudade de sua irmã, que considerava sua melhor amiga antes de tudo acontecer e os mortos voltarem à vida.

Com o alastramento da doença que tornava os mortos em monstros, seus sogros foram afetados e o marido não suportou ver os pais em tal situação. Assim, ele se suicidou. Tendo então apenas sua irmã viva, que residia em Atlanta, ela tentou levar Sophia para a segurança da cidade grande, mas como na capital da Georgia tudo havia caído também, acabou se assentando junto com outros sobreviventes no acampamento no qual posteriormente Rick chega e encontra Carl e Lori. Já no acampamento, ela se constituiu melhor amiga de Lori e Donna. Ambas a ajudaram muito em se tornar forte as eventuais perdas que sofreram.

Páginas da edição 41 da HQ de The Walking Dead:

Após a queda do acampamento e alguns eventos na estrada – quando um homem chamado Tyreese, sua filha e o namorado dela se juntam ao grupo – os sobreviventes acabam chegando à fazenda da família Greene. Lá, Carol se apaixona pelo recém chegado e a própria Sophia passa a tratar Tyresse como um pai.

Mais tarde, expulsos da fazenda de Hershel, eles acabam chegando à prisão, local onde fixam residência. A filha de Tyreese acaba morta em um evento traumático – Chris e Julie combinam de matarem um ao outro ao mesmo tempo, mas Chris acaba disparando precocemente e matando a garota antes que ela reaja, o que leva o pai da garota a estrangulá-lo até a morte – e o homem se interioriza. Ao se fechar em um ginásio dentro do ambiente da prisão que estava lotado de mortos vivos, todos tem a certeza que Tyreese estava morto.

Triste pela morte do namorado, Carol se aprofunda mais em sua instabilidade emocional e em uma conversa com Lori acaba a beijando na boca, o que assusta a mulher de Rick.

LEIA TAMBÉM:
The Walking Dead pode estar planejando um grande confronto entre Carol e Alpha

Tyreese ressurge de dentro do ginásio vivo e se descobre que seu ódio pela morte da filha o tornou brutal, dando-lhe possibilidade de exterminar a enorme horda sozinho com o auxílio de um martelo. A partir daí, Carol se reestrutura e se demonstra totalmente feliz novamente.

Ocorre que uma nova sobrevivente se adere ao grupo. Michonne chega e rapidamente se aproxima de Tyreese, visto que ambos amam a prática de esportes e usam a academia da prisão para treinar. Em um desses momentos, ela acaba investindo no homem e os dois mantém relações carnais, o que é acompanhado por Carol. Ela, entristecida por ser traída, tenta suicídio cortando os pulsos, mas é salva pelo grupo.

Rick sai em defesa de Carol e se envolve em uma briga com Tyreese. Recuperada dos machucados, ela descobre que o xerife a defendeu e o dá um beijo na boca, o que faz com que ele a afaste e, sucessivamente, magoe-a.

Páginas da edição 42 da HQ de The Walking Dead:

Com a tentativa de suicídio, os sobreviventes da prisão passaram a agir de forma diferenciada com a mulher e, cada vez mais afastada dos demais, a família Grimes tenta ampará-la de algum modo. Assim, confusa e emocionalmente destruída, Carol sugere para Lori que elas e Rick formem um relacionamento aberto e mantenham relação juntos. Mas isso acaba afastando Lori dela e, subsidiariamente, a deixando mais sozinha.

Quando Rick e um grupo de heróis sai da prisão para uma ação e não retorna no tempo estimado – é aqui que ele perde a mão para o Governador – Lori se desespera e Carol tenta a ampará-la. Contudo, pelos eventos anteriores, a mãe de Carl acaba interpretando Carol de maneira errônea e acredita que a mulher está tentando seduzi-la. Vendo que sua única amizade a rejeita, ela começa a traçar um novo plano de suicídio.

Assim, no arco chamado “The Calm Before” (Momentos de Calmaria), Carol se aproxima de Billy – filho mais novo de Hershel – e mantém relações sexuais com ele. Após isso, ela procura por Lori e a questiona se, eventualmente acontecesse algo, a mulher cuidaria de Sophia como se fosse sua própria filha.

LEIA TAMBÉM:
Como Alpha morreu nos quadrinhos de The Walking Dead?

Alice, uma sobrevivente e auxiliar do cientista de Woodbury que fugiu do local com Rick e os demais, começa a estudar os walkers e para isso mantém um exemplar de morto vivo amarrado no pátio da prisão. E é aí que Carol vê sua oportunidade. Ela conversa com o zumbi, contando-lhe todos os seus problemas e posteriormente o abraça. O faminto monstro a morde no pescoço. A mulher morre na edição 42 dos quadrinhos nos braços de Tyreese e quando se reanima é morta por Andrea.

Assim, é nítido ver o quão ímpar é a Carol da série. Enquanto a dos quadrinhos não conseguiu lidar com os problemas da vida, no show a capacidade de superação é elogiada pelo próprio Rick Grimes com a frase “Essa mulher é uma força da natureza”.

Chegando bem mais longe que sua contraparte dos quadrinhos, Carol Peletier é hoje, junto com Daryl e Michonne, parte do núcleo central da série e protagonista. Ao longo do caminho histórias de Andrea e Michonne nos impressos foram englobadas nela.

E você, acha que é possível que Carol tenha um destino semelhante a da sua contraparte ou, na altura que a história se encontra é impossível que ela chegue a esse ponto? Comente abaixo.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA