Siga-nos nas redes sociais

11ª Temporada

CRÍTICA | The Walking Dead S11E11 – “Rogue Element”: Sentença Invisível

Rogue Element foi o décimo primeiro episódio da 11ª temporada de The Walking Dead. Veja a nossa crítica ao episódio e discuta conosco.

Publicado há

 

em

Eugene com chapéu e segurando sua mochila no episódio 11 da 11ª temporada de The Walking Dead.

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do 11º episódio, S11E11 – “Rogue Element”, da 11ª temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

Eugene começa a investigar por conta própria o desaparecimento de Stephanie. Connie e Kelly partem em busca de respostas sobre o que aconteceu com o Soldado Davis. Carol e Hornsby partem juntos em uma tarefa.

Rogue Element” tinha tudo para ser um episódio filler – que não acrescenta muita coisa nova a história – mas, no fim, acaba trazendo algumas confirmações sobre determinados personagens além de começar uma história que pode se desenvolver de maneira interessante no futuro. Apesar disso, é inegável que para uma “última temporada” esse episódio poderia e deveria ser bem mais do que foi.

Carol começa, junto com Hornsby, a “cumprir sua função” dentro de Commonwealth. Lance a leva consigo para uma fazenda – não muito lícita – onde é produzido o ópio para o hospital da comunidade. Enquanto Lance leva Moto, o líder da fazenda, para pescar, Carol vai fazendo sua varredura sobre o que está acontecendo de fato ali. Ela descobre que Moto está roubando e batendo no pessoal da fazenda, explorando-os para conseguir mais dinheiro de Commonwealth. A aparente inocência de Carol é uma arma poderosa e Hornsby tem sua comprovação do quanto a mulher pode ser útil para si.

LEIA TAMBÉM:
Por dentro do episódio “Rogue Element”” de The Walking Dead com Angela Kang

Connie continua trabalhando em sua matéria sobre o que levou o Soldado Davis a agir daquela forma no Baile de Máscaras. Junto com Kelly ela vai descobrindo que Pamela Milton agiu para que o que aconteceu caísse em esquecimento, arrumando uma desculpa “oficial” para que tudo se acalmasse. No entanto, Davis continua sendo mantido refém sob guarda armada e impedido de falar com qualquer outra pessoa. E dentro desses soldados que guardam Davis, está Mercer.

E tudo indica que Mercer está mais envolvido no caso do que parece. É descoberto por Connie que a funcionária da Governadora feita de refém por Davis é irmã do Oficial, além disso, o mesmo foi o responsável por indicar Davis para ganhar uma promoção dentro do Exército. Porém, como é mostrado depois, o próprio Mercer parece ter sido deixado de lado da situação já que, no fim do episódio, a localização de Davis passa a ser desconhecida até mesmo para ele – provavelmente a mando de Pamela.

No fim do episódio, Connie e Kelly recebem uma lista enviada anonimamente com vários nomes escritos, e, entre eles, o de Tyler Davis. O que parece ser uma lista de nomes que fazem parte da Resistência contra o governo de Pamela Milton. Essa investigação sobre os podres do governo e as armações dos governantes para com a sociedade é algo que provavelmente vai impactar uma possível guerra para a terceira parte da temporada, mas que vai demandar um pouco de paciência de quem assiste até que a trama “pegue no tranco”.

LEIA TAMBÉM:
Episódio desta semana de The Walking Dead faz revelações sobre Stephanie

Indo à história principal do episódio, temos Eugene em busca de respostas pelo desaparecimento de Stephanie, que após dizer que o amava, desaparece com um vento. Durante os três dias que se passaram o episódio, o Eugene conseguiu fazer uma investigação digna de um filme de “Missão Impossível” considerando as migalhas de informações que ele possuía ou que estavam disponíveis para ele até então. Com a ajuda de Princesa ele começa a investigar possíveis envolvidos no caso.

O engraçado é que, olhando na página da série no IMDB, existiam duas personagens com o nome de Stephanie no elenco e isso despertou a possibilidade de que algo não estava certo com a Stephanie apresentada em “Acheron: Part II”. E aqui temos essa confirmação.

A Stephanie que conhecemos, na verdade, era uma espiã (!) de ninguém menos que Lance Hornsby para colher informações essenciais sobre o grupo de Eugene e tornar mais fácil a tarefa de englobar a comunidade de Alexandria/Hilltop/Reino em Commonwealth. Eugene percebe então que foi ludibriado pela falsa Stephanie tanto para ir a comunidade quanto quando se encrencou naquela tentativa de contato com Alexandria em “Out of the Ashes” – onde foram apresentados a Hornsby. Tudo isso para que o político conseguisse que Eugene e os demais entregassem as informações que precisavam sobre seu grupo.

LEIA TAMBÉM:
The Walking Dead 11ª Temporada Episódio 12 – The Lucky Ones

E mesmo que Hornsby tenha de fato um laudo que implica que Eugene sofreu uma “crise psicótica” com o sumiço de Stephanie, é inegável que a história é tão absurda que pode ser que ninguém realmente acredite nele caso ele venha a contar sobre isso futuramente. Nem mesmo Princesa conseguiu acreditar e ela é a mais propensa a crer em algo assim. A verdade é que isso serviu mais para que entendamos que Hornsby é mais astuto do que imaginávamos e do que para um avanço da trama em si, embora a sensação de que aquele confronto final entre Eugene e Hornsby passou um pouco do ponto na questão da hiper exposição.

E para completar com mais uma reviravolta, lembra quando eu disse que existiam duas personagens com o nome de Stephanie nos créditos? Bem, uma dessas personagens, interpretada por Margot Bingham, havia sido apresentada como Max no episódio anterior. Ela, que é a irmã de Mercer que foi tida como refém por Davis, aparece no final do episódio dessa semana e revela a Eugene que na verdade era ela que falava com ele pelo rádio.

Na primeira vez em que ela apareceu fisicamente na série, no episódio “Promises Broken”, ela aparenta um interesse exagerado pelo grupo de Yumiko, questionando se eles estavam bem instalados, se todos estavam bem etc. Agora vemos que esse interesse vinha do fato de que ela era a pessoa responsável pela ida do grupo até a comunidade. O nome dela realmente é Max? Ela tem algum envolvimento na Resistência?

Rogue Element” foi um passo lento, mas intrigante, na direção de uma batalha entre comunidades que aparentemente vai ser responsável pela mudança de lados entre aliados. Basta saber como isso vai ser desenvolvido nos próximos episódios.

E por aí, o que você achou de “Rogue Element”, o décimo primeiro episódio da 11ª temporada de The Walking Dead? Deixe sua opinião nos comentários!

Publicidade
Comentários