Siga-nos nas redes sociais

10ª Temporada

Melissa McBride pode deixar The Walking Dead na 10ª Temporada

A personagem Carol de Melissa McBride pode estar de saída de The Walking Dead na 10ª Temporada. Confira aqui as informações.

Carlos Knewitz

Publicado há

em

Atenção! O texto a seguir possui SPOILERS dos quadrinhos e pode revelar o futuro da série. Continuar lendo é por sua própria conta e risco. Você foi avisado.

Melissa McBride é um dos nomes mais fortes do time de atores de The Walking Dead atualmente. A atriz que começou a série projetando uma vida curta para sua personagem, Carol, conquistou um público imenso. Assim, naturalmente ela recebeu o protagonismo da trama e hoje é a atriz com mais longa duração na série. Entretanto, o futuro da mãe de Sophia pode ser incerto para a décima temporada.

Mas calma, Melissa não pediu desligamento da série e nem recebeu a ligação telefônica da morte de Angela Kang. Ocorre que, com o desdobramento da história dos Sussurradores planejado para a 10ª Temporada (ainda sem data confirmada), há grandes chances de Carol morrer.

Mas como isso seria possível? Veja a seguir.

Carol em paralelo com os quadrinhos

Carol nos quadrinhos e na série.

Como já veiculamos por aqui, a contraparte de Carol nos quadrinhos é totalmente o oposto do que visualizamos na série. Muito mais abalada psicologicamente, a mãe de Sophia nos impressos acaba se suicidando ainda no tempo da prisão, após uma série de decepções amorosas. A mulher acaba se entregando ao abraço de um walker faminto por achar que ele é o único que lhe quer dar atenção.

Entretanto, na série, temos uma personagem bem mais estruturada que consegue aprender com suas perdas e se tornar forte. Carol, na televisão, não precisa de muitas apresentações. Ela é tida desde a quarta temporada como o personagem mais bem desenvolvido e construído da série. Tamanho é o sucesso dela que sua interprete já, inclusive, recebeu troféus nas mais variadas premiações americanas.

Se Carol da série tivesse que ser comparada a uma personagem dos quadrinhos, ela e Michonne dividiriam a contraparte da samurai com Andrea. Enquanto a Michonne da série é fisicamente e possui história pré-apocalíptica idêntica a sua xará dos impressos, Carol assumiu na série o relacionamento com Ezekiel. Entretanto, Carol, assim como Andrea nos quadrinhos, é a última sobrevivente de Atlanta e tem um arco inteiramente ligado à crianças – o paralelo de Billy e Ben com Lizzie e Mika – enquanto Michonne assumiu o relacionamento com Rick que nos quadrinhos é da jovem loira.

Como Carol pode sair da série?

Andrea, a personagem mais amada dos fãs dos quadrinhos, morre tragicamente.

Bem, montado o paralelo entre Andrea e Carol, precisamos falar do que pode esperar Peletier na décima temporada. Na edição 165 dos quadrinhos de The Walking Dead, um grupo de Alexandria está controlando uma horda imensa para afastá-la das comunidades. A horda – e é aí que entram os Sussurradores – é na verdade o oceano de walkers mostrado por Alpha para Rick (na série substituído por Daryl). Revoltado com a morte de sua líder – decapitada por Negan Beta usa o plano secundário para exterminar Alexandria, Hilltop, Reino, Santuário e Oceanside.

Dentro do grupo de sobreviventes que trabalham para salvar as comunidades está Andrea. Ao ver Eugene quase ser morto por alguns dos walkers que o derrubam de seu cavalo, a mulher desce de seu equino e livra o cientista da morte certa. Entretanto, no último enquadramento da revista vemos todos chocados olhando para ela que percebe um ferimento em seu pescoço.  Assim, a história fica em suspense até que se complete na edição 167, com Rick descobrindo o que houve e Andrea morrendo, em uma das cenas mais tristes da HQ.

Então, é lógico acreditarmos que tanto Carol como Michonne correm risco de vida na décima temporada, já que ambas assumem a história da personagem dos quadrinhos. Como tal morte é um evento marcante e importante para o desfecho dos Sussurradores – e que dá motivação para o oceano de mortos já inseridos na série – é bastante óbvio que será inserida também no show de TV.

Mas por qual motivo seria Carol e não Michonne?

Audiência supera os 05 milhões novamente em The Storm

Carol e Daryl mantém a relação mais duradoura da história.

Bem, o fator principal aqui é significância. Não que Michonne seja descartável, mas atualmente ela não mantém grandes vínculos com as pessoas. Já Carol, além de ter seu enlace com Ezekiel – que conforme Melissa, é um relacionamento que não acabou ainda – tem o fator Daryl depondo contra si. Isso é, se Rick que é o protagonista sofre a morte de Andrea, quem seria suficientemente importante para o protagonismo de Daryl se não fosse Carol? Nenhuma morte seria mais impactante para ele como personagem principal se não a dela.

Carol reúne duas qualidades que Andrea tinha nos quadrinhos e que a atam a essa história: tem um relacionamento amoroso e está profundamente ligada ao protagonista. Michonne está totalmente afastada dessa trama e se fosse mordida, teria uma morte bem menos impactante e sem muita influência sobre os demais sobreviventes que já são acostumados com o fim da vida de companheiros de luta.

No fim da nona temporada, Carol deixa Ezekiel e vai para Alexandria optando pela amizade com Daryl. Ou seja, o relacionamento deles se torna ainda mais profundo, o que tornaria sua morte ainda mais dramática e insuperável para o Dixon.

Mas e o contrato recentemente assinado por Melissa?

Melissa assinou contrato milionário com o AMC.

Quando a série foi renovada para um décimo ano, obviamente o canal de TV AMC precisou trabalhar nos contratos de seus atores. Entretanto, Norman Reedus e Melissa ganharam cláusulas exclusivas em seus documentos contratuais. O acordo que prendeu ambos ao Universo The Walking Dead (estando livres para participarem de filmes, spinoff ou qualquer outro projeto do drama zumbi) para ao menos os próximos três anos – décima, décima primeira e décima segunda temporadas – também conferiu-lhes valor de aproximadamente $ 50 milhões e $ 20 milhões, respectivamente.

Ora, é curioso notar que o valor recebido por Melissa corresponde praticamente a um terço do valor de Norman Reedus. Na lógica, três anos extras, três partes de $16,6 milhões. E se ela foi paga pelo trabalho de apenas um ano? Os cálculos fecham. E, não seria uma novidade para o canal AMC que fez algo semelhante com Chandler (Carl) firmando com ele um contrato de dois anos um pouco antes de gravarem a oitava temporada (em que o personagem morre) e o pagando valor inferior, correspondente a um único ano.

Ou seja, a existência de um contrato não significa nada para o AMC. Assim como os fãs acharam que Carl estava garantido para pelo menos a oitava e nona temporada e foram surpreendidos com sua morte prematura, há amplas possibilidades de ocorrer o mesmo com Carol. Essa lógica advém dos valores pagos à atriz somados a sua carga dramática na trama.

E você? Acredita que a décima temporada é o fim da linha para Carol? Deixe um comentário abaixo.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA