Siga-nos nas redes sociais

TWD World Beyond

CRÍTICA | TWD World Beyond S01E06 – “Shadow Puppets”: Traições e Alianças

Shadow Puppets foi o sexto episódio da primeira temporada de The Walking Dead: World Beyond. Veja a nossa crítica ao episódio.

Publicado há

 

em

Felix, Elton e Hope juntos e armados no episódio 6 da 1ª temporada de TWD World Beyond.

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do sexto episódio, S01E06 – “Shadow Puppets”, da primeira temporada de The Walking Dead: World Beyond. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

O sexto episódio de TWD: World Beyond, intitulado “Shadow Puppets” (“Bonecos de Sombra”), apresentou novos conflitos na vida de Iris (Aliyah Royale), Hope (Alexa Mansour), Silas (Hal Cumpston), Elton (Nicolas Cantu) e Felix (Nico Tortorella). Conflitos que trouxeram um pouco de ação para a série além de fomentar uma pequena intriga dentro do grupo.

Logo no início somos apresentados a Percy (Ted Sutherland), a figura que surgiu no final do episódio anterior e apresentava certa ameaça ao grupo. Depois de discussões e ameaças trocadas, Percy revela que tem um caminhão que foi roubado e Iris propõe ajudá-lo a recuperar o caminhão se ele os ajudar a chegar em Nova Iorque.

Enquanto partem em busca do caminhão, o clima de desconfiança com o acolhimento do novato novato se mistura ao ciúme que cresce em Silas ao notar a aproximação entre Percy e Hope, o que futuramente pode servir como um gatilho para aprofundar mais o passado do jovem e o que exatamente aconteceu entre ele e seu pai na fatídica noite que o assombra até então.

LEIA TAMBÉM:
CRÍTICA | TWD World Beyond S01E05 – “Madman Across the Water”: Descobertas e perigos

É sempre bom lembrar que os protagonistas são adolescentes e inexperientes em campo, o que nos deixa relevar a completa falta de entendimento de como funciona uma tocaia e uma invasão. A forma como Felix apenas deixa as situações desenrolar conflita muito com a posição do guerreiro/guardião que ele se propõe a ser dentro daquele universo. Mas isso abre a possibilidade da série apresentar alguma tensão dentro da ameaça controlada que sempre cerca os quatro adolescentes principais.

Por exemplo: se eles vão seguir um desconhecido dentro de um galpão provavelmente ocupado por alguém sem caráter, a pessoa com mais experiência de combate deve ir atenta e com cuidados redobrados. Mas o Felix, que entra bem depois do Percy, simplesmente não tem utilidade nenhuma dentro da situação.

Qual a surpresa quando descobrimos que, na verdade, Percy, com a ajuda de seu tio, Tony (Scott Adsit), é um grande golpista e buscava apenas roubar o grupo? Nenhuma. Mas a reviravolta é que dentro de todo “bullshitter” também bate um coração e após roubar todo mundo, eles decidem voltar para ajudar as pessoas que eles roubaram. Depois, em uma conversa com Iris, Percy diz que voltou pois gostaria de tentar ser o homem que ela enxergou nele.

Após o resgate, enquanto os adolescentes conversam, Tony e Felix firmam de vez o acordo de levar o grupo o mais próximo possível ao pai das garotas. Tony, porém, se mostra mais interessado na possível proteção que Felix pode proporcionar a ele e seu sobrinho. Ao questionar o soldado sobre o símbolo dos três círculos que carrega no peito, ele vê alí uma oportunidade de conseguir uma vantagem sobre a Civic Republic Military (CRM). Isso também reforça o fato que a República Cívil não é tão bem vista perante os civis em geral.

Com um emotivo prólogo – que continuou na última cena do episódio e dá o nome ao mesmo -, sem apresentar nenhum flasback e transformando a única ameaça humana – além da República Cívica – em aliados, “Bonecos das Sombras” investe cada vez mais nas formações dos laços entre os personagens e criando problemas que provavelmente irão explodir em breve, como o já citado ciúmes do Silas e o assassinato da mãe de Elton por Hope.

O que você achou do episódio “Shadow Puppets”? Deixe sua opinião nos comentários!

Publicidade
Comentários

EM ALTA