Siga-nos nas redes sociais

6ª Temporada

[RUMOR/SPOILERS] A primeira grande morte da 6ª temporada de The Walking Dead

Vinícius Castro

Publicado há

em

ATENÇÃO! O post a seguir contém possíveis GRANDES SPOILERS sobre a sexta temporada de The Walking Dead. Além do mais, o artigo conterá grandes revelações sobre as tramas dos quadrinhos e da série de TV. Caso não queira ter as surpresas estragadas antes da hora, não prossiga! VOCÊ FOI AVISADO!

Desde muito tempo, os fãs e telespectadores estão cientes do lema “ninguém está a salvo” usado em The Walking Dead. O seriado gira em torno de perda e superação no mundo pós-apocalíptico, e antes mesmo da primeira meia parte de uma temporada terminar, o público sempre encara a morte de personagens queridos: foi assim com Lori (Sarah Wayne Callies), T-Dog (IronE Singleton), Hershel (Scott Wilson), Bob (Lawrence Gilliard) e Beth (Emily Kinney). E então, parece que com a sexta temporada Sincan Escort não será diferente, e as especulações já dão um grande palpite!

O grande nome? EUGENE PORTER! Bom, pelo menos é aquilo que apontam as últimas informações saídas do entorno das gravações da série da AMC – onde atualmente estão dando continuidade às gravações do episódio 04, ainda sem título ou sinopse revelados -, e uma misteriosa troca de tweets entre Josh McDermitt (Eugene) e Michael Cudlitz (Abraham Ford).

Conhecidos por muitos como “Walker Stalkers”, estes são os fãs que ficam aos redores das locações da série, em busca de qualquer informação sobre os episódios, tal como o contato com alguém da produção, inclusive o elenco. Sendo muitos deles membros do fórum The Spoiling Dead, não poupam em dividir os cliques conseguidos, e foi na legenda de uma destas fotografias, que um deles questionou sobre a ausência de Josh no set.

Obviamente, no mesmo momento, vários seguidores e Sincan escort bayan fãs do ator/personagem começaram a comentar se mais uma vez a série havia se distanciado dos quadrinhos, matando um membro ainda vivo no atual ponto dos quadrinhos. Seria isso verdade, ou apenas especulação?

Levando em conta tais boatos, um fã perguntou Ankara escort diretamente a Josh em sua conta oficial no Twitter, sobre a atual ausência no set de The Walking Dead. Por vez, ele respondeu com este tweet:

 

Eu não tenho estado muito lá (nas gravações) – estou gravando um filme incrível chamado “Middle Man”. Eu mal posso esperar para vocês verem isso! #TBird

Até aí tudo bem, afinal, o envolvimento com outro projeto não significaria algo tão ruim, como provado por Norman Reedus (Daryl Dixon) – que gravou o filme “Air” no último ano, produzido por Robert Kirkman -, e por Emily Kinney (Beth Greene) – que mesmo com as gravações durante seu tempo em série, deu continuidade à produção de seu álbum “Expired Lover” em 2013/2014, tal como com o ainda inédito, “This is War”.

middle manInfelizmente, um fator preocupante remete ao novo projeto – cujo o mesmo está sendo gravado ao lado do ator Jim O’Heir (Parks and Recreation), e do antigo colega de elenco, Andrew J. West (Gareth, em The Walking Dead) -, e de acordo com um artigo publicado em um site americano, a divulgação de novos GRANDES materiais para os atores têm soado negativamente para o elenco: pelo menos foi assim com Chad Coleman (Tyreese) e Tyler James Williams (Noah) na última parte da temporada passada.

Para piorar a situação, o parceiro de cena, Michael Cudlitz, retweetou o mesmo tweet acima, entregando uma polêmica legenda:

Michael SAD TWEET

“Divirta-se. Foi divertido estar trabalhando com você.”

Curiosamente, após o ocorrido, alguns fãs começaram a mandar inúmeras mensagens sobre o assunto para os perfis de ambos os atores, e em seguida, Cudlitz deletou o mesmo, e retweetou novamente, mas com uma nova legenda:

 

“Divirta-se!!”

Entretanto, seriam estas as provas de que o ator realmente deixou o elenco? Vale lembrar que, Eugene ainda possui uma grande jornada pela frente, principalmente em um dos próximos grandes arcos dos quadrinhos a ser adaptado.

Se a narrativa televisiva seguir a versão gráfica, Abraham deverá entrar em problemas pessoais com Rosita (Christian Serratos), devido a uma relação escondida com Holly (que parece estar remixada na Francine, vista no episódio 05×14).

Nas HQs, após uma briga com o namorado, Rosita se mudou para a casa de Eugene, fazendo com que ele passasse a acreditar que os dois deveriam ter um relacionamento. Quando o grupo começou a sofrer com as ameaças d’Os Salvadores, o cientista viu Abraham ser morto na sua frente, graças a uma flechada dado no rosto do sargento. Após os trágicos eventos, e mais precisamente no arco da “Guerra Total”, mostrou-se extremamente útil na fabricação de munição para a batalha contra Negan e os moradores do Santuário.

No atual ponto da narrativa, e dois anos após todos os acontecimentos, Eugene estabeleceu uma relação amorosa com Rosita, e assumiu a paternidade de um filho que está a caminho, mesmo sabendo que não é o verdadeiro pai do bebê.

PARA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE EUGENE PORTER , NÃO DEIXE DE ACESSAR NOSSA PÁGINA EXCLUSIVA COM O PERFIL DO PERSONAGEM NOS QUADRINHOS.

Sendo assim, estariam os produtores prontos a fazer um desvio tão grande do material original? Como já foi visto anteriormente, alguns deles valem a pena (Shane durando mais do que sua contraparte), mas outros realmente pecam e causam efeitos preocupantes no futuro (a morte chocante de Andrea em “Welcome to the Tombs”). Afinal, Eugene irá morrer? Quais seriam as chances do evento ocorrer? E como isso aconteceria? Com isso, abaixo seguem alguns possíveis tópicos, baseados no que foi visto nas gravações, que podem confirmar o acontecimento:

01. ALEXANDRIA SERÁ ATACADA

Alexandria

Como visto no último episódio da quinta temporada, a nova ameaça parece vir de um grupo denominado de “Lobos”. Considerados pela produtora executiva, Gale Anne Hurd, como “piores do que o Governador e o povo do Terminus juntos”, estes “vilões” já podem deixar qualquer telespectador com o pé atrás.

De acordo com especulações feitas pelos membros do fórum THE SPOILING DEAD, os malucos do tal grupo usarão os caminhões repletos de errantes como arma de entrada na Zona Segura. Como visto em algumas fotos das gravações, tiroteios, explosões, e muitos gritos cobriram os eventos que remetem à cronologia dos dois primeiros episódios.

Para os fãs dos quadrinhos, a grande horda realça a um evento trazido de um arco chamado “Sem Saída”, onde, além de muitas perdas importantes – tal como Douglas, a Deanna (Tovah Feldshuh) da série de TV, e Jessie -, Carl (Chandler Riggs) acabou sendo baleado acidentalmente no rosto, ganhando uma cicatriz responsável por mudar brutalmente sua personalidade.

Como apontam especulações, a Jessie (Alexandra Breckenridge) da série de TV deverá permanecer mais tempo, tomando o posto de futuro relacionamento de Rick (Andrew Lincoln), que deveria ser de Andrea (Laurie Holden).

Mas e Eugene? O que ele tem a ver com isso? Poderia o personagem se redimir a ponto de arriscar sua vida por alguém? E se sim, quem? Como provou em “Spend”, deixaria a covardia de lado para salvar alguém que realmente ama. Será que o amor por Tara (Alanna Masterson) ficaria finalmente comprovado em uma bela cena de sacrifício pela amada?

02. O PRIMEIRO JANTAR DA MORTE?!

Como de costume, quando algum personagem morre em The Walking Dead, os membros da produção fazem um grande festa, em homenagem a quem irá partir e deixar a família, conhecido como “Jantar da morte”.

No último dia 10 de junho, a atriz Tovah Feldshuh (Deanna) postou em sua conta oficial no twitter, uma imagem de todo o elenco em uma grande festa no set. Na imagem, pode-se ver ela, Lennie James (Morgan), Alanna Masterson (Tara) e Steven Yeun (Glenn), além de membros da produção, como Greg Nicotero. Seria o início de um tão famoso “jantar”?

 

“Hora de festa em The Walking Dead.”

03. MUDANÇA DE PLANOS

abraham eugene michael joshRobert Kirkman, o homem que idealizou The Walking Dead, costuma ser realmente sincero sobre algumas de suas brilhantes ideias, tal como por suas decepções com a mesma. Sobre a storyline de Abraham nos quadrinhos, por exemplo, já chegou a mostrar-se descontente com o destino do personagem, e sobre como gostaria de seguir com o mesmo.

Seria este o ponto? Dar a morte do sargento ao cientista? Será que eles já mostrarão uma prévia de quem são Os Salvadores logo no início da sexta temporada? A grande pergunta fica exposta a uma outra recente entrevista de Michael Cudlitz, onde comentou sobre seu descontentamento com a morte de Beth, e de como não queria que seu personagem morresse da forma vista no material fonte.

abraham-the-walking-dead-hq-98

04. A ROSITA TELEVISIVA

RositaMesmo que o personagem possa ser extremamente útil no futuro, suas habilidades com fabricação de munição pode ser muito bem dada a outro alguém. E quem seria este(a)? Rosita! 

Como já provou ser inúmeras vezes diferente de sua versão dos quadrinhos, a Espinosa televisiva é mais independente, e extremamente útil no combate contra os mortos, tal como uma ótima e sensacional atiradora. Em uma conversa vista no episódio “Crossed”, da quinta temporada, ela conta para Glenn e Tara sobre o quanto conseguiu aprender com Eugene no tempo em que esteve com o outro grupo. Seria este, então, outro ponto bastante considerável para argumentar a ideia.

05. VIDA LONGA AO MULLET

Dignamente merecida pelo carisma do ator, Josh Mcdermitt é um dos mais populares atores de The Walking Dead. Desde suas entrevistas, até suas irônicas trocas de mensagens no Twitter com os fãs, o intérprete de Eugene sempre prefere dedicar grande parte de seu tempo aos admiradores.

O uso do penteado “mullet” clássico do personagem, sempre foi grande alvo de piadas por parte do ator. Infelizmente, a última vez em que Josh foi visto nas gravações foi em 22 de maio de 2015, quando ainda se iniciavam as gravações do episódio 03. De acordo com relatos, enquanto o ator saía da propriedade Gin (Alexandria), ele abaixou o vidro do carro e gritou “Vida longa ao mullet!”, seguido de um curioso tweet, também deletado posteriormente:

josh

“De vez em quando é difícil seguir em frente quando você não está pronto para seguir em frente.”

Mais uma vez, a morte de Eugene neste ponto da trama poderia trazer grandes reviravoltas para a narrativa, tal como remeter ao grande lema de “ninguém está a salvo” em The Walking Dead. Estaria o showrunner Scott Gimple, que já mostrou ser extremamente fiel aos quadrinhos originais, a poucos passos de matar um personagem de grande nome para a série? A grande resposta teremos somente quando o mês de outubro chegar, e com ele, a sexta temporada do drama mais assistido da TV a cabo.

Lembrando, tudo relatado neste post são especulações! Nada pode ainda ser tratado como spoiler, até que de fato, tal momento venha a se concretizar na série. Caso você esteja interessado em saber o que ocorre nas gravações, não deixe de acompanhar nossas atualizações sobre os bastidores.

E então, vocês acham que Eugene vai morrer? A jornada de Abraham e Rosita será diferente na série? Quais são suas apostas para a primeira parte da próxima temporada? Deixem suas opiniões nos comentários abaixo, lembrando de fundamentá-las com os devidos argumentos.

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com a sexta temporada em Outubro de 2015 na AMC e na FOX Brasil. O trailer da temporada, bem como a data oficial de lançamento, será divulgada durante a Comic Con de San Diego em Julho.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

6ª Temporada

6ª temporada de The Walking Dead chega ao Netflix Brasil em Abril

Rafael Façanha

Publicado há

em

Demorou, mas finalmente o grande dia está perto de chegar! A Netflix Brasil – o melhor e mais famoso de todos os serviços de streaming na atualidade – anunciou hoje que a sexta temporada do drama zumbi de sucesso da AMC, The Walking Dead, estará disponível em seu catálogo no próximo dia 11 de Abril.

Sinopse oficial da 6ª temporada de The Walking Dead:

Os sobreviventes começam a questionar-se sobre o futuro, enquanto analisam novas formas para manter-se vivos num cenário que continua sendo invadido por alguns zumbis.

Além de The Walking Dead, o serviço conta com filmes, seriados e desenhos animados de diversos grandes estúdios e canais de televisão, além de inúmeros conteúdos exclusivos. Ele pode ser acessado a partir de dispositivos portáteis com Android ou iOS, além de computador, Smart TVs, consoles e reprodutores de Blu-ray com suporte para aplicativos. Caso você tenha interesse, a Netflix Brasil possui planos a partir de R$ 19,90 ao mês e você pode fazer assinatura diretamente do site, começando com o primeiro mês grátis!

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, vai ao ar nas noites de domingo no AMC Internacional, às 22h, e no FOX Action (canal do pacote premium FOX+) e FOX Brasil, às 22h30. Confira todas as notícias sobre a sétima temporada.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Continue lendo

6ª Temporada

Scott M. Gimple fala sobre a fúria dos fãs em relação ao cliffhanger e sobre as diferenças da série com a HQ

Sabrina Picolli

Publicado há

em

O showrunner de The Walking Dead, Scott M. Gimple, conta que ele não ficou realmente surpreso por algumas pessoas não terem gostado do final da sexta temporada, ao não identificarmos a primeira vítima “Alexandrina” de Negan, mas ficou surpreso com a intensidade da reação.

Enquanto Gimple reconhece e respeita as várias opiniões da base de fãs, ele também é firme em relação ao seu comprometimento com a visão do show. “Tudo pelo bem do público,” ele disse.

Leia mais sobre o que pensa Gimple a respeito da rejeição por parte dos fãs em relação à season finale, bem como a grande diferença entre o cliffhanger com Negan e aquele da lixeira, que o precedeu.

ENTERTAINMENT WEEKLY: Você ficou surpreso com a fúria de alguns fãs com relação ao cliffhanger? Isso não o fez recuar um pouco?

SCOTT M. GIMPLE: Não me surpreendeu. Trata-se de um público apaixonado, e não foi surpresa que houvesse algo assim. Eu acho que me surpreendi com a intensidade alcançada por este pessoal. Mas paixão é paixão, e se eles ainda sentem isso pelo show após seis anos, eu acho que devemos aceitar as críticas. Eu acredito no que estamos fazendo. Acredito na história cujo ponto central é o cliffhanger e nos aspectos da história que convidam o público a usar sua imaginação, pensar e discutir a respeito.

O que eu acho maravilhoso no entretenimento é a possibilidade de estranhos serem capazes de falar – terem algo em comum, algo que ambos amam, mesmo que jamais tenham se conhecido anteriormente. E é muito gratificante para mim ver histórias de pessoas pensando e conversando, postando, teorizando. Eu acho que isso é maravilhoso. Claro, não desejávamos deixar ninguém brabo. Mas iremos adiante, correremos o risco pelo bem do público. Tudo isso é pelo bem do público.

EW: Se o acontecimento jamais tivesse existido na HQ e as pessoas não soubessem a respeito, o que acontece ali, você acha que talvez não houvesse tanta polêmica?

Scott M. Gimple: Absolutamente. Tudo acontece por conta das expectativas. As pessoas dizem “bem, agora Negan aparece na cena.” E a expectativa foi de “Oh isso acontece desta maneira, e é assim que deve ser, e é assim que tenho em mente.” Eu entendo isso. Mas também é uma questão de tentar fazer as coisas para preencher o espírito da história, o espírito da HQ, sem que seja exatamente igual.

E para falar bem a verdade, isso é algo que eu faço, enquanto alguém que justamente entrou em The Walking Dead como um leitor da HQ inicialmente. Mas eu sinto que alguns leitores acreditam que “Oh, isso irá acontecer, é exatamente como é.” E nós queremos dar a eles uma nova experiência, um suspense e também medo, porque eles não sabem como as coisas acontecerão. O que está acontecendo na verdade com os personagens no show, queremos que eles sintam isso. Queremos que eles se surpreendam.

EW: Então, o que é mais importante: honrar estes grandes momentos da HQ fielmente ou proporcionar uma nova experiência aos telespectadores?

Scott M. Gimple: Como eu já disse várias vezes, é um remix. É algo que experimentamos quando eu iniciei no show; Kirkman e eu estávamos na sala dos roteiristas, e eu era um escritor e produtor. Eu sempre quis manter a história o mais próximo da HQ possível, e Robert queria desviar-se dela para proporcionar aos leitores uma nova experiência. Ao longo dos anos, integramos nossos pensamentos, enquanto preenchíamos o espírito da HQ. Estamos procurando gerar estas mesmas emoções e ter uma interpretação direta destes momentos da história – ainda que completamente diferentes – mas ainda alcançando a HQ. É o que temos feito nestes anos, e o final da sexta temporada está bem alinhado a isso.

EW: Uma das coisas que ouvi dos fãs foi que o problema que eles tiveram com o cliffhanger foi a história do cliffhanger anterior, com a lixeira, na primeira parte da temporada, e que aquilo se prolongou demais em tão pouco tempo. Você entende como isso pode ter sido um problema para alguns?

Scott M. Gimple: Quando dizemos que isso foi um problema para algumas pessoas, falamos apenas sobre aqueles na internet, pois obviamente são os únicos que conhecemos, talvez exceto os que estejam próximos a nós. A internet é bastante demográfica. No final, pessoalmente eu não sei. Eu falava sobre como a internet é demográfica – um público discriminativo, esperto, que analisa tudo profundamente. Eu respeito isso e eu desejo isso, e se eu não escrevesse para o show provavelmente estaria fazendo o mesmo.

Eu acho que, na grande “tapeçaria” que é o show, estas são histórias individuais que não estão particularmente relacionadas. Eu acredito que ambas tem a ver com perdas. Mas eu acho que, de certa forma, também pode ser o oposto. A história da lixeira é a de alguém sobrevivendo a algo. É sobre um personagem tentando viver. Foi realmente para colocar o público no lugar das pessoas em Alexandria. A gente não tinha que saber o que aconteceu. Ele parecia ter morrido, mas tudo estava em aberto e incerto. Mas o que o permitiu sobreviver também foi o que fez parecer que ele pudesse ter morrido, que foram as vísceras de Nicholas. Então, felizmente, foi uma história de “Oh, alguém sobreviveu! Eu passei por todas estas coisas horríveis, meu Deus, este personagem recém morreu, e no fim eles sobreviveram.”

Agora é o oposto. Esta é uma história que prometia a morte, atinge a todos eles e talvez alguém sobreviva. É bem diferente. Se alguém irá morrer, a história anterior é de alguém que sobrevive. Eu acho que quando temos dois incidentes inacreditavelmente intensos que atingem tão duramente o público e não lhe dá respostas imediatas, acaba acontecendo este tipo de paralelo. Isso acontece em todo o mundo. E a prova virá com o que ocorrerá em Outubro.

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com a sétima temporada no dia 23 de Outubro de 2016 no AMC Internacional e no FOX Action (canal do pacote premium FOX+) e FOX Brasil. Confira o trailer oficial da temporada e fique por dentro de todas as notícias.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Entertainment Weekly

Continue lendo

6ª Temporada

Versão sem censura da introdução de Negan em The Walking Dead

Vinícius Castro

Publicado há

em

Por mais que o mistério deixado pelo episódio final da sexta temporada de The Walking Dead não tenha agradado uma parcela significativa do público, a entrada de Negan (Jeffrey Dean Morgan) ainda assim foi memorável graças ao empenho do elenco e ao monólogo praticamente transferido das páginas para a tela.

Como muito era comentado há um bom tempo, a AMC não autorizou a transcrição dos “palavrões” que, em sua grande maioria, são uma parte essencial do sádico comportamento do vilão, para a série. Entretanto, Greg Nicotero, Scott M. Gimple e cia. realmente não deixaram os fãs com as mãos abanando e, como prometido, gravaram duas versões dos últimos 11 minutos – a original, vista na televisão, e a censurada.

Com o lançamento do Blu-Ray oficial do sexto ano acontecendo no último dia 23 de agosto*, a cena completa foi disponibilizada na íntegra, e pode ser conferida no player abaixo:

Por mais que pareça improvável de acontecer, a produção de The Walking Dead ainda busca um acordo com a emissora, já que algumas exceções já foram abertas anteriormente – na quinta temporada, por exemplo, Beth (Emily Kinney) consegue ler a palavra f*ck coberta de sangue no chão do hospital.

E então, o que achou da versão “boca-suja” do Negan? Gostaria que esta versão fosse usada originalmente na série de TV? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

*O lançamento da versão brasileira segue sem data definida.

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com a sétima temporada no dia 23 de Outubro de 2016 no AMC Internacional e no FOX Action (canal do pacote premium FOX+) e FOX Brasil. Confira o trailer oficial da temporada e fique por dentro de todas as notícias.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Continue lendo

EM ALTA