Siga-nos nas redes sociais

11ª Temporada

Melissa McBride fala sobre emocionante adeus de Carol e Daryl em The Walking Dead

Cena final de Carol e Daryl em The Walking Dead foi “a cena mais difícil nesta série que eu já tive que passar”, revela Melissa McBride.

Publicado há

 

em

Carol e Daryl conversando emocionados em cena do último episódio de The Walking Dead.

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do 24º episódio, S11E24 – “Rest in Piece”, da 11ª temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

Eu não estou chorando…  você que está! Estamos todos chorando. O final de The Walking Dead apresentou muitos momentos emocionantes, incluindo a morte de Rosita, o retorno triunfante de Rick e Michonne e Maggie revivendo a dor do dia em que seu marido foi brutalmente assassinado. Mas uma das sequências mais impactantes apresentou os últimos momentos juntos dos dois últimos personagens originais restantes da primeira temporada do programa. Daryl e Carol.

Depois que a gangue salvou Commonwealth de uma invasão de zumbis e do reinado de Pamela Milton, Carol e Daryl sentaram-se à beira de um lago para se despedir. “Gostaria que você viesse comigo”, disse Daryl. “Eu sei”, respondeu Carol. “Isso vai ser bom para você, e para mim.”

Mas foi a fala final de Carol na cena que mais ressoou: “Eu posso ficar um pouco triste”, disse ela em meio às lágrimas. “Você é meu melhor amigo.” Os espectadores também podem ficar um pouco tristes. Enquanto McBride desistiu do planejado spin-off de Daryl e Carol, tanto ela quanto Reedus deram a entender que a dupla pode muito bem se encontrar novamente em breve. Então, por enquanto, nossa última cena do duelo dinâmico foram os dois dizendo um ao outro “eu te amo” antes de Daryl se distanciar.

A Entertainment Weekly falou com Melissa McBride sobre seus pensamentos sobre como a jornada de Carol terminou, filmando aquela cena emocionante à beira do lago e fazendo os personagens dizerem essas três palavras mágicas. Confira:

Entertainment Weekly: Como você se sente sobre como a história de Carol terminou depois de 11 temporadas?

Melissa McBride: Tem sido uma experiência incrível para mim, ter interpretado Carol até o final desta série. De entender sua história e caminhar ao lado dela nesse caminho selvagem desde que nos conhecemos – sentindo seus medos e dúvidas, suas tristezas, abraçando suas alegrias, vendo-a se adaptar e evoluir tanto – de lá para cá, tudo isso é muito gratificante!

Há também um aspecto sobre isso que parece desfeito. Quando eu era muito pequena e assistia à televisão com minha irmã, ela fazia uma coisa estranha sempre que alguém saía da tela ou quando a câmera se afastava deles até que não fossem mais vistos: ela se inclinava para o lado. Acontece que ela estava tentando ver além da borda da tela para ver para onde aquela pessoa foi! É engraçado que eu me lembre disso aqui, e eu adoro isso!

De uma forma boba, é assim que me sinto sobre o final. Acho que é porque Carol está viva e sei que um amanhã ainda está no horizonte para todos eles, e que é apenas o show em si que está terminando. Eu me pego sentindo como se ainda quisesse checá-los, ver como estão todos. Isso teria sido mais fácil ou mais confortável de entender se ninguém tivesse sobrevivido ao final da série? Eu prefiro muito mais ser deixada de lado e me perguntar para onde eles foram.

Carol e Daryl sentados conversando em cena do último episódio de The Walking Dead.

Como foi filmar aquela cena com Norman perto do lago onde vocês dois estão prestes a se separar e ele está dizendo que está orgulhoso de você e você está triste porque ele é seu melhor amigo?

Melissa McBride: Filmar aquela cena no lago com Norman foi a cena mais difícil dessa série que eu já tive que enfrentar. Foi uma mistura absoluta de Carol e Melissa. Eu sabia que seria difícil… aquelas palavras na página, a primeira de nossas duas últimas cenas juntos, a finalidade iminente parecia muito real.

Uma vez que sentei naquele banco, uma vez que Norman sentou ao meu lado, foi isso para mim… Eu sabia que não poderia sair do meu próprio caminho. Lutar contra isso teria sido um erro. Venha o que vier, tinha que ser honesto. Era Carol com Daryl, e era eu com Norman, e sentirei falta dos dois. É uma bela cena sobre amizade e confiança. Eu amei.

Quando Daryl e Carol estão dizendo um ao outro “eu te amo” em sua cena final juntos após esta incrível jornada em que eles estiveram, pareceu que era um pouco do Norman e da Melissa naquele momento?

Melissa McBride: Fizemos várias tomadas da cena em que vimos Daryl e Carol juntos pela última vez, quando eles dizem um ao outro “eu te amo”. Uma das coisas que adoro em trabalhar com Norman é que não ensaiamos, o que foi o caso dessa cena. Cada tomada era um pouco diferente. Estas são as últimas palavras que os ouvimos dizer um ao outro. Nesta cena final, fiquei impressionada com a deliberação de Daryl em dizer a Carol que a ama, a imobilidade que ele manteve ao dizer isso e, em seguida, a reação dela de aparentemente tentar interceptar o peso disso, jogando de volta para ele levemente, em tom de brincadeira. Para a estrada à frente. É uma boa maneira de serem lembrados, cuidando um do outro.

O que você achou da última cena de Carol em The Walking Dead? Você gostaria de vê-la no spin-off de Daryl ou em algum outro? Deixa aqui nos comentários todos os seus pensamentos que vamos adorar saber!

Publicidade
Comentários