Siga-nos nas redes sociais

11ª Temporada

Destino de Rosita em The Walking Dead foi ideia de Christian Serratos

O diretor do episódio final de The Walking Dead, Greg Nicotero, comentou sobre a decisão por trás do destino de Rosita na série.

Publicado há

 

em

Rosita sentada a mesa segurando a mão de Gabriel em cena do último episódio de The Walking Dead.

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do 24º episódio, S11E24 – “Rest in Piece”, da 11ª temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

The Walking Dead chegou ao fim com o episódio “Rest in Peace” (Descanse em Paz). O drama zumbi da AMC também se despediu de um dos personagens principais personagens da série: Rosita Espinosa (Christian Serratos).

Rosita, Abraham Ford (Michael Cudlitz) e Eugene Porter (Josh McDermitt) foram introduzidos no episódio “Inmates” da 4ª temporada, em 2014. O episódio final revelou que Rosita havia sido mordida por um zumbi, apenas para sucumbir lentamente à mordida fatal antes de passar pacificamente como a última morte em The Walking Dead.

“Morrer é simples. Tudo simplesmente para. Você está morto”, Rosita disse ao agora seu melhor amigo Eugene na 6ª temporada. “As pessoas ao seu redor morrendo, essa é a parte mais difícil. Porque você continua vivendo sabendo que eles se foram, e você ainda está aqui. O que você deve ter medo é viver sabendo que você não fez tudo o que podia para mantê-los aqui.”

LEIA TAMBÉM:
Quem morreu no último episódio de The Walking Dead?

Mas Rosita morreu como viveu: fazendo tudo o que podia para salvar sua filha, Coco. O episódio final mostrou Rosita, Eugene e Gabriel (Seth Gilliam) lutando pelas ruas invadidas por zumbis das alas inferiores da Commonwealth, onde a governadora Pamela Milton (Laila Robins) havia redirecionado uma horda invasora. Depois de resgatar Coco e outras crianças sequestradas do orfanato da cidade, a rota de fuga do trio era um beco sem saída cercados por caminhantes, onde eles precisaram utilizar um cano para escalar as paredes.

Embora parecesse que mãe e filha encontraram seu fim enquanto eram engolidas por zumbis, Rosita emergiu da horda, aparentemente ilesa. Ela mais tarde revelou seu ombro mordido por zumbis para Eugene, e seu último desejo era de passar o tempo que restava com seus entes queridos antes de morrer para a infecção.

Em uma entrevista ao ao ComicBook, o diretor Greg Nicotero explicou que The Walking Dead matou Rosita porque Serratos pediu um final heróico e um legado para seu personagem.

A morte de Rosita em The Walking Dead

“Bem, Christian, eu lembro que quase um ano atrás ela veio e sentou-se no meu escritório falando: ‘Olha, eu realmente quero algo grande para Rosita. Eu quero algo para minha personagem afundar os dentes'”, disse Nicotero. “E ela estava brincando com a ideia de propor isso, ‘Ela morre?’ E ela disse: ‘Quero sair, quero que seja heroico, quero salvar as crianças. Quero fazer algo que deixe meu personagem com um legado'”.

LEIA TAMBÉM:
Final de The Walking Dead com Rick e Michonne é explicado

O episódio é uma despedida tanto para Rosita quanto para The Walking Dead com seus minutos finais homenageando tanto os vivos quanto os mortos de suas 11 temporadas.

“Ela estava muito, muito orgulhosa disso. E trabalhamos muito, muito duro para garantir que honrássemos essa ideia. E na série, não houve muitas pessoas que se manifestaram e disseram: ‘Eu quero ser morto fora da tela'”, disse o diretor. “Mas neste caso em particular, ela queria fazer isso porque queria que seu personagem tivesse uma grande história e um grande legado. E acho que ela fez um trabalho incrível junto de Seth, Josh e todos ao seu redor.”

Depois de participar de um último jantar em família, Rosita recebe uma série emocionante de despedidas em seu leito de morte. Gabriel reza por ela e lhe oferece conforto: “Um dia nos veremos novamente”. Ela observa sua filha uma última vez. No final, Eugene está ao lado de Rosita antes de sua partida. “Eu não seria o homem que sou hoje se não tivesse te conhecido”, um choroso Eugene diz a ela. Rosita responde: “Fico feliz por ter sido você no final.”

“Estou muito orgulhoso dela, e trabalhamos muito, muito duro nessas sequências para ter certeza de que ela estava conseguindo o que queria para a personagem e que estávamos prestando respeito a ela”, disse Nicotero. “Porque, em essência, ela realmente representa tantas outras pessoas que morreram na série. E isso foi algo importante, que tivemos a chance de realmente fazer isso e do jeito que queríamos.”

O que você achou da morte de Rosita? E do final de The Walking Dead? Deixe todos os seus pensamentos nos comentários abaixo!

Publicidade
Comentários