Siga-nos nas redes sociais

11ª Temporada

Showrunner de The Walking Dead fala sobre o final chocante de Daryl vs Maggie

Angela Kang comenta sobre alguns dos melhores momentos do episódio 9 – “No Other Way” da 11ª temporada de The Walking Dead.

Publicado há

 

em

Daryl e Maggie se encarando em cena do episódio 9 da 11ª temporada de The Walking Dead.

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do nono episódio, S11E09 – “No Other Way”, da 11ª temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

The Walking Dead está em uma guerra civil em andamento? Foi uma questão colocada nos momentos finais de “No Other Way” como uma espiada de seis meses no futuro mostrando o que pareceu ser Daryl e Maggie em diferentes lados do que pode virar um conflito armado. E esse não foi o único conflito entre os dois personagens no episódio.

Anteriormente, Daryl tentou negociar uma trégua com sua antiga parceira Leah. Mas, depois de fazer isso, Maggie então matou alguns dos Ceifadores à medida que eles andavam e fincou um facão dentro do peito do inimigo Carver. A exibição desse lado de Maggie foi suficiente para convencer Negan a deixar o grupo antes que Maggie se lembrasse do jeito que ele assassinou brutalmente seu marido [Glenn] e fazer o mesmo com ele logo em seguida.

Depois, os soldados de Commonwealth chegaram à Alexandria com Eugene para convidar os habitantes a se unirem com eles na comunidade. Nós avançamos cerca de 6 meses para ver Daryl vestindo a armadura militar branca de Commonwealth do lado de fora dos muros de Hilltop dizendo a Maggie para “abrir”. Ela responde com um “não precisa ser desse jeito” e ele rebate afirmando que “sim, precisa sim”.

A Entertainment Weekly conversou com a showrunner Angela Kang em uma tentativa de ter respostas sobre tudo que foi citado acima e muito mais. Confira:

LEIA TAMBÉM:
CRÍTICA | The Walking Dead S11E09 – “No Other Way”: Promessas Impossíveis

ENTERTAINMENT WEEKLY: Você tem essa cena entre Gabriel e o padre dos ceifadores onde eles discutem sobre Deus falando ou não falando com eles. Ele pede ao Gabriel para pegar sua mão e retomar sua fé, e então Gabriel o esfaqueia. Como esse ato ficará com ele mais pra frente?

ANGELA KANG: Para Gabriel, eu acho que veremos que depois isso se desenrola, há o momento onde ele está em um lugar de calmaria, e ao mesmo tempo pensativo. Então, eu acho que para Gabriel, nesta jornada onde ele tem meio que questionado sua fé e seu relacionamento com Deus, essa é uma parte muito importante de quem ele é. Então a jornada continua, mas pode seguir numa direção inesperada. Eu acredito que ele meio que fica se perguntando: “Quem eu quero ser daqui pra frente e como eu quero que seja esse relacionamento com minha fé?”

Okay, enquanto estamos falando sobre esses grandes atos brutais, nosso grupo fez um acordo com Leah depois que o atirador deles teve um pequeno impasse e permitiu que eles saíssem. Então, Maggie muda de ideia, anda, atira em dois Reapers e depois finca um facão no peito de Carver. Ela fez isso por ela mesma ou por Elijah? E como essa decisão ficará com ela?

Angela Kang: Ela está fazendo isso por Elijah, por ela mesma e pelas pessoas que ela perdeu no meio do caminho. Mas, eu acho que ela está fazendo isso de muitas maneiras pelo seu próprio povo. Há muito peso nela. O acordo deixa ela nervosa. Isso não combina muito com ela. Ela meio que tem um tipo de relutância para aceitar, mas quando ela vê a dor de Elijah, ele fala por todas as pessoas que foram assassinadas pelos Reapers.

E outra coisa que está realmente ecoando na cabeça dela é Negan conversando com ela e dizendo: “se eu tivesse que fazer tudo isso de novo, eu teria matado todos vocês”. E ela sabe que seu povo se reergueu e se voltou contra ele. E está acontecendo muita coisa na cabeça dela.

E ela apenas faz uma decisão em fração de segundos: Eu acho que eu tenho que apenas me livrar dessa ameaça. Porque essa é a coisa certa a se fazer. Mas também, nós queremos essas pessoas que são militarmente treinadas nos perseguindo novamente? Então ela está fazendo isso por todos, mas há um elemento emocional de ver esse jovem homem com dor, sabendo que ele perdeu sua irmã e todas essas pessoas que estão conduzindo-a.

LEIA TAMBÉM:
The Walking Dead S11E09: 5 coisas que você pode ter perdido em “No Other Way”

Eu amo a maneira que vocês criaram a conversa entre Negan e Maggie agora quitando suas dívidas na estrada. Vamos pular diretamente para parte em que Negan revela que está muito certo de que ela vai se livrar dele em algum momento. E então, ele sai. Primeiramente, ele está certo? Ela acabaria com ele? E para onde ele está indo?

Angela Kang: Eu não sei se ele está certo. Acho que aqueles dois têm um relacionamento muito complicado, mas uma coisa que ele está certo é que Maggie tem estado em um lugar onde Maggie decide no momento. Maggie não é uma jogadora de time agora. Ela não está na vibe de “vamos todos concordar e kumbaya, nós vamos avançar”. Ela se tornou rebelde, e o que ela fez antes, quando ela foi até a cela dele e literalmente poderia tê-lo matado naquele momento mas não o fez. Então, para Negan, ele está fazendo as contas e só basta um dia muito ruim para ele sofrer as consequências. Esse cara é um sobrevivente.

Nós meio que recriamos a cena dos quadrinhos onde Maggie se depara com Negan e ele está parado onde enterrou Lucille. Nós copiamos essa iconografia, mas invertemos os papéis já que nós já tivemos um momento onde Maggie teve a oportunidade de matar Negan. E pensamos que agora foi uma situação interessante onde ele poderia ter matado ela.

Mas eu acho que do jeito deles, eles estão fazendo as pazes quando dizem que não podem ocupar o mesmo grupo. E ele está seguindo o seu destino além disso. Quero que as pessoas assistam e vejam o que acontece em seguida, mas traremos Negan de volta em um contexto muito diferente.

Ele tem um destino final em mente quando ele sai, ou ele está apenas pensando “eu tenho que encontrar o meu próprio lugar em algum lugar”?

Angela Kang: Eu acho que nessa cena, ele está pensando “eu não sei onde, eu não sei o que, mas eu sei que eu tenho que descobrir qual é o meu caminho”. E ele está apenas indo e vendo onde a vida leva ele.

Maggie volta até a igreja onde ela deixou Alden. Ela acredita que há alguma chance de que aquele cara não está morto ou tenha se transformado em um zumbi naquele ponto? Ela meio que sabe no que está se metendo depois que fez a escolha de deixá-lo lá?

Angela Kang: Acredito que Maggie é uma pessoa que até mesmo em tempos sombrios tem esperança e otimismo em seu coração. E muito disso foi batido fora dela. Então, eu sei quando ela está indo lá, ela está fazendo isso sabendo que pode ser uma pequena chance. Eu penso que ela realmente acredita que talvez, talvez, talvez ele seja um rapaz forte. Talvez conseguiu. Mas quando ela se aproxima cada vez mais, algo parece errado, então o que eu penso é que ela está se preparando para o pior, mas espera o melhor. E, claro, ela fica destruída com o que encontra.

LEIA TAMBÉM:
Lauren Cohan compartilha homenagem após saída de ator de The Walking Dead

Pulando para Daryl, ele encontra Leah depois que ela corre e ele deixa ela ir. Vimos a última aparição dela? Acho que não.

Angela Kang: Você terá que assistir e descobrir, não posso falar mais do que isso.

Vamos pular para o final. Nós vemos os soldados de Commonwealth aparecendo em Alexandria e então aparece a mensagem “SEIS MESES DEPOIS” e Daryl na armadura de Commonwealth em Hilltop dizendo para Maggie abrir os portões. Maggie está dizendo que não precisa ser assim. Calma, temos muito o que processar desta cena. Vamos começar com a armadura. O que devemos esperar de Daryl como um soldado de Commonwealth?

Angela Kang: Bom, ele se juntou com as tropas e descobriremos logo o que tudo isso significa, mas ele agora faz parte do exército de Commonwealth. Então o que definitivamente põe ele em uma diferente situação e potencialmente em desacordo com Maggie, que claramente no tempo que passou, ficou ou teve que voltar a Hilltop. Quem sabe onde todo mundo foi parar?

Então por que Maggie está do outro lado do muro?

Angela Kang: Eu irei apenas falar que, depois de terem um certo tipo de bloqueio no começo da temporada, Maggie e Daryl obviamente se separaram em termos da decisão tomada no final do episódio 9, e talvez isso afete algumas coisas daqui pra frente.

Publicidade
Comentários