Siga-nos nas redes sociais

10ª Temporada

Episódio desta semana de The Walking Dead faz referência à 1ª Temporada trazendo de volta insultos vulgares

Carol é atormentada pelo fantasma de Alpha que a insulta com vulgaridade durante o 14º episódio da 10ª temporada de The Walking Dead.

Publicado há

em

The Walking Dead fez referência à sua primeira temporada durante o episódio “Look at the Flowers“, onde Carol (Melissa McBride) é assombrada por seu passado por meio da recém-assassinada líder Sussurradora Alpha (Samantha Morton).

Morta por Negan (Jeffrey Dean Morgan) em “Walk With Us“, um assassinato organizado por Carol como parte de um acordo secreto feito quando ela libertou Negan da prisão, Alpha retorna como uma manifestação de trauma quando Carol se distancia de Alexandria depois de renegar seu acordo com Negan. “Você está livre agora, Negan. Você pode fazer o que quiser. Espere, não espere, é com você”, ela diz a ele. “Eu preciso ficar sozinha, e coisas assim levam tempo.”

Mas Carol não está sozinha: uma Alpha zombadora segue Carol em sua busca pela solidão, lembrando que está “sempre observando”, mesmo depois que Carol vingou o filho assassinado Henry (Matt Lintz). “Não dá pra se livrar dessa cabeça”, diz Alpha com um toque, “a menos que se livre da sua.”

Carol cravou a cabeça decapitada e zumbificada de Alpha na fronteira de estacas que marca o território dos Sussurradores, deixando-a ser descoberta por Beta (Ryan Hurst). Essa Alpha imaginada dá voz aos pensamentos mais íntimos de Carol: “Você sente culpa. As pessoas se machucaram em nome da vingança, e agora você não pode voltar. Elas não aceitarão o que você fez.”

“Seguir por conta própria, você já tentou isso antes”, Alpha sussurra, lembrando Carol do tempo em que ela foi banida por Rick Grimes (Andrew Lincoln), e quando ela se distanciou de Alexandria para evitar ter que aumentar sua matança crescente diante de uma luta inevitável com os Salvadores de Negan. “Eles sempre puxam você de volta. Sempre querendo mais. Amor… maternidade… morte. Mas eles não sabem o que você realmente quer. Admita. O que você quer? Diga.”

Alpha contesta a confissão de Carol que ela quer ficar sozinha. Quando Carol vai buscar um barco para velejar novamente como um cão do mar, Alpha evoca o ex-marido abusivo de Carol, Ed Peletier (Adam Minarovich), que foi abatido por Carol depois que ele foi morto por zumbis no episódio da primeira temporada “Vatos”.

“Ed estava certo sobre você. Você é apenas um molusco sem cérebro”, diz Alpha, retomando a Ed novamente quando ela chama Carol de “idiota de cabeça vazia” e “piranha estúpida”.

LEIA TAMBÉM:
Episódio desta semana de The Walking Dead apresentou uma nova grande cidade
Quem é a personagem que apareceu no episódio desta semana de The Walking Dead?

O grosseirão Ed bateu de frente com Andrea (Laurie Holden) no episódio da primeira temporada, “Tell It to the Frogs”, a primeira aparição de Carol, quando ele chamou Andrea de “cadela arrogante e espertinha”, que ele considerou uma “vagabunda de faculdade” antes de ameaçá-la com violência. Depois de bater em Carol, Ed foi derrotado por Shane (Jon Bernthal).

Mas não há ninguém por perto para ajudar Carol neste momento.

As provocações de Alpha continuam quando ela traz o rastro de crianças mortas penduradas nas costas de Carol: Henry. Sua filha e de Ed, Sophia (Madison Lintz). Mika (Kyla Kenedy) e a irmã Lizzie (Brighton Sharbino), que foram executadas por Carol em “The Grove” quando ela disse à garota mentalmente perturbada para “olhar para as flores”.

“Você sempre soube como isso terminaria. Ninguém está vindo para salvá-la. Nem Ezekiel, e muito menos Daryl. Não depois do que você fez com Connie. Você sabe o que você fez. Você perde pessoas”, diz Alpha. “Sophia. Lizzie. Mika. Henry. Ezekiel. E se você voltar, Daryl pode ser o próximo… Você sabe o que tem que fazer. Eu poderia ter sido qualquer um, mas você me escolheu. Porque eu faço as coisas acontecerem.”

“Basta olhar para as flores. Como você deveria”, Alpha diz a Carol quando um zumbi moribundo se aproxima. Mas Carol luta contra isso, usando sua faca para despachar o walker. “Nunca é tarde demais”, Carol diz para ninguém: Alpha se foi, deixando-a sozinha.

Publicidade
Comentários

EM ALTA