Siga-nos nas redes sociais

Destaque

The Walking Dead S10E09: 5 coisas que você pode ter perdido em “Squeeze”

Squeeze foi o nono episódio da décima temporada de The Walking Dead. Veja aqui 05 coisas que você pode ter perdido.

Publicado há

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do nono episódio, S10E09 – “Squeeze”, da décima temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

Após meses de espera, The Walking Dead retornou com o episódio “Squeeze“, que contou como os sobreviventes escaparam da caverna após serem induzidos até lá por Alpha. O episódio mostrou ainda o envolvimento entre a líder Sussurradora e Negan, um momento que pode ser crucial para o destino dos vilões.

Apesar de o episódio de retorno da décima temporada de The Walking Dead ter mostrado apenas esses dois arcos, alguns detalhes interessantes puderam ser percebidos. Preparamos uma lista com cinco momentos que você pode não ter percebido em “Squeeze”. Confira:

1. A arma do Sussurrador

Um detalhe importante pode passar quase despercebido. A arma utilizada por um Sussurrador foi tomada de Luke quando ele e Alden foram sequestrados por Alpha no episódio 9 – “Adaptation” da 9ª temporada. Agora, o artefato está nas mãos dos mascarados e já chegou a aparecer em The Walking Dead.

LEIA TAMBÉM:
The Walking Dead S10E09: 5 perguntas em aberto após o episódio “Squeeze”

2. Claustrofobia de Carol já foi explorada

Quando o grupo está preso na caverna e Carol se mostra mais nervosa que os demais, Daryl é rápido no diagnóstico: “ela tem claustrofobia”, afirma, causando estranhamento na amiga, que depois diz que nunca compartilhou com ele esse detalhe de sua vida.

Apesar de, de fato, esta parte da vida de Carol nunca ter sido explorada em outros momentos de The Walking Dead, o momento em particular do episódio é um retorno à primeira temporada da série. Em “TS-19”, o primeiro grupo de sobreviventes está a caminho do CDC em Atlanta, quando encontra o virologista Edwin Jenner.

Os sobreviventes são surpreendidos com a notícia de que estão presos no prédio que está prestes a explodir por obra do cientista, em uma tentativa de impedir ainda mais a propagação do vírus. Quando a contagem regressiva é ativada, Jenner e o grupo passam por elevadores até chegar a uma das camadas do subsolo do edifício. Carol então pergunta “Estamos no subsolo?”, Jenner pergunta “Você é claustrofóbica?”, e ela responde “Um pouco”.

Interessante pensar que, neste momento específico de primeira temporada de The Walking Dead, Carol ainda é aquela personagem frágil, que acabara de perder o marido e ainda tinha a companhia da filha, Sophia. Mesmo com todo o desenvolvimento da personagem, essa característica em especial seguiu com a personagem e teve a chance de ser novamente explorada em The Walking Dead.

3. A relação entre Negan e Alpha

O momento “íntimo” protagonizado por Negan e Alpha em “Squeeze” pode remeter a um evento importante das HQs. Na história impressa, o ex-Salvador se aproxima da vilã e quando consegue seduzi-la, corta sua cabeça e entrega a Rick para ganhar a confiança de Alexandria. Negan então se torna peça importante no confronto contra os Sussurradores.

Uma fala de Negan na cena entre os dois pode ter dado uma dica sutil sobre o futuro de Alpha. Quando ele a vê nua, pergunta se não está em uma “situação do louva-a-deus, onde depois você corta minha cabeça”. Poderia ser um presságio sobre o futuro de Alpha?

No entanto, um detalhe importante pode mudar nossa percepção sobre o ocorrido. Nos quadrinhos, é Negan quem se aproxima de Alpha, e é dele que partem as intenções românticas com a líder. Em “Squeeze”, os papeis se invertem: a mascarada resolve se envolver com ele como forma de agradecimento pelos relevantes serviços prestados sobre Gamma. Negan alerta a sussurradora sobre a possibilidade da terceira líder do grupo ser a traidora, e Alpha rapidamente se convence e praticamente conclui que Mary é mesmo a informante dos inimigos.

Essa inversão de papeis pode não significar nada, mas uma mudança nos rumos desse arco pode sim ser relacionada a este primeiro passo. Resta aguardar.

LEIA TAMBÉM:
[FOTOS] The Walking Dead 10ª Temporada: Promocionais do episódio 9

4. Instinto de sobrevivência de Daryl

Quando Daryl pede para que o braço de um walker morto lhe seja alcançado, e em seguida usa o membro como uma tocha para andar pela caverna, a primeira coisa que veio à minha cabeça foi: “como ninguém pensou nisso antes?”. Pontos para o protagonista por mais esta inovação. Aliás, o personagem segue marcado por suas habilidades de sobrevivência.

Ao longo de The Walking Dead, Daryl surpreendeu muitas pessoas com sua capacidade de rastrear humanos ou animais, caçar na natureza e sobreviver com base nos recursos que têm à disposição. Sua formação em habilidades de sobrevivência valeu muito a pena em “Squeeze” também quando ele percebeu um detalhe na caverna para determinar a direção do fluxo de ar no local e, assim, avançar até essa abertura na esperança de escapar.

Daryl se tornou, de fato, um líder de várias maneiras na caverna em um grande momento para o personagem, que por muito tempo foi uma espécie de parceiro de Rick quando este era o comandante das comunidades.

5. Os paralelos entre Alpha e Carol

Os minutos iniciais do episódio fazem um paralelo com os minutos finais da estreia da temporada – “Lines We Cross”, invertendo apenas as posições de “controle”. No episódio inicial, Carol está no topo e acaba de descobrir que Alpha está de volta após o incêndio provocado pela queda do satélite – as duas se encaram.

Em “Squeeze”, Alpha está no topo e encara Carol, que está furiosa por ter caído em sua armadilha.

Você percebeu algo além das cinco coisas acima? Deixe abaixo nos comentários para que a gente também possa saber.

Publicidade
Comentários

EM ALTA