Siga-nos nas redes sociais

9ª Temporada

Produtores de The Walking Dead revelam como eles escolheram as vítimas que morreriam nas estacas

A showrunner de The Walking Dead, Angela Kang, e o diretor-produtor Greg Nicotero explicaram o motivo de suas escolhas para as vítimas dos Sussurradores.

Publicado há

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do décimo quinto episódio, S09E15 – “The Calm Before”, da nona temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

A showrunner de The Walking Dead, Angela Kang, e o diretor-produtor Greg Nicotero explicaram porque Tara (Alanna Masterson), Enid (Katelyn Nacon) e Henry (Matt Lintz) estavam entre as dez vítimas mortas por Alpha (Samantha Morton) e os Sussurradores no episódio “The Calm Before”, que viu os horrorizados Daryl (Norman Reedus), Michonne (Danai Gurira), Carol (Melissa McBride), Yumiko (Eleanor Matsuura) e Siddiq (Avi Nash) descobrindo as cabeças decapitadas de seus amigos no topo de estacas marcando o território dos Sussurradores.

“Você sabe, aconteceram muitas conversas sobre isso, porque é muito difícil decidir quem morre, e sempre que tem alguma morte no show, às vezes é simplesmente relacionada à história, às vezes, como com Andy [Lincoln], é porque tem um fator pessoal,” Kang revelou para a Entertainment Weekly. “Existem coisas contratuais. Tem todo o tipo de coisa que pode acontecer. Nesse caso, nós amamos todos os nosso atores. Algumas das pessoas que estão nas estacas, nós sabíamos desde o momento que os escalamos que eles estariam nas estacas. Nós especificamente escalamos Brett Butler como Tammy sabendo que ela acabaria nesse enredo. E nós contamos a ela no momento em que a escalamos.”

Tammy foi a única vítima a receber sua morte dos quadrinhos: a versão das estacas feita pelo show foi quase toda original, reivindicando as vidas do antigo Salvador DJ (Matt Mangum), a antiga moradora do Santuário Frankie (Elyse Nicole DuFour), dois dos Salteadores Ozzy (Angus Sampson) e Alek (Jason Kirkpatrick), e Rodney (Joe Ando Hirsh) e Addy (Kelley Mack) de Hilltop.

LEIA TAMBÉM:
Episódio desta semana de The Walking Dead traz alfinetada à saída de Maggie da série
Vídeo promocional do último episódio da 9ª temporada de The Walking Dead

“Tem outros personagens que estiveram conosco por um tempo,” Kang continuou. “E parece como, para vários dos personagens que estavam lá, por exemplo, Tara, como a líder de Hilltop, que realmente tem uma intriga com Alpha, faz um pouco de sentido e tem um sentimento de retribuição especificamente com essa morte. E então tem pessoas que acabaram nesse caminho pela força de tentar ser heroico, como DJ e os Salteadores.”

Mantendo a propensão do show de desviar dos quadrinhos, as razões por trás das mortes foi “realmente uma mistura de coisas,” Kang disse. “Porque nós pensamos que com Alpha, de alguma forma, esse é um ato de terrorismo. E a coisa sobre isso é que é assustador porque às vezes você não entende exatamente como e porque ela escolheu suas vítimas exatas. Então isso é uma grande parte disto. Assim como, existem certas histórias que nós estamos planejando para o futuro, então às vezes nós trocamos os personagens por essa razão.”

O time de escritores também deram espaço para brincar com as expectativas dos leitores dos quadrinhos ao insinuar a morte do marido de Carol, Rei Ezekiel (Khary Payton), que junto a uma Rosita grávida estão incluídos na versão das estacas dos quadrinhos. No show, Ezekiel andou sem saber com uma disfarçada Alpha, que se infiltrou na Feira do Reino se passando por “Debbie” de Alexandria.

“Quero dizer, essa é um pouco da graça do show,” Kang disse. “Obviamente, fazendo este show, algumas vezes nós estamos adaptando diretamente dos quadrinhos, mas nós também desviamos, e todo mundo sabe que é meio que parte do acordo com o show. Nós queremos prestar homenagem aos quadrinhos e nós queremos colocar esses pequenos Easter eggs para os fãs dos quadrinhos. Para telespectadores normais, eles podem pensar tipo, “Ah, talvez Rei Ezekiel morra ou não.” Mas para um fã dos quadrinhos, significa algo diferente, então dá a eles um pequeno momento para especular enquanto eles assistem ao show, o que achamos que é divertido.”

“Tem muito por trás das decisões sobre quem vai e quem não vai,” Nicotero compartilhou com o The Hollywood Reporter. “Mesmo no começo da temporada, quando sabíamos que a sequência estava chegando, todo mundo estava sempre dizendo à Christian [Serratos, que interpreta Rosita] e Khary: ‘Cabeças nas estacas chegando! Tá chegando!’ Mas é sempre sobre o que esses momentos e essas mortes fazem com outros personagens que os impulsionam.”

Isso inclui Carol e Ezekiel, que ficaram devastados pela perda de seu filho adotivo Henry.

“Em relação a Henry e sua relação com Carol, Daryl e Ezekiel… tem uma razão muito específica para perdemos ele,” Nicotero disse. “Em termos de outros personagens? Tara tomou a frente como líder uma vez que Jesus (Tom Payne) morreu. Ela estava mostrando uma real autoridade e liderança em Hilltop. Por fim, é uma decisão orgânica, a forma como evolui, como o relacionamento de Enid e Alden (Callan McAuliffe). Você vê um crescente relacionamento e um crescente romance, onde as pessoas estão se elevando em direção ao que os torna as melhores pessoas que eles podem ser, como Tara. Em muitas instâncias, algumas pessoas encontram essas realizações. Em outras, é brutalmente tirado deles.”

O que você achou das escolhas das vítimas das estacas na versão televisiva? Comente abaixo!

Publicidade
Comentários

EM ALTA