Siga-nos nas redes sociais

Curiosidades

Como Rick morreu nos quadrinhos de The Walking Dead?

Confira o que acontece com Rick Grimes nos quadrinhos de The Walking Dead.

Publicado há

em

ATENÇÃO! O post a seguir contém SPOILERS EXTREMOS das HQs de The Walking Dead. Caso não esteja em dia com a leitura, não continue. Você foi avisado!

Queira você ou não, Rick Grimes sempre será o rosto principal de The Walking Dead. Criado em 2003 por Robert Kirkman e logo depois imortalizado por Andrew Lincoln na série de TV, o xerife sulista que aprendeu a sobreviver no inferno de um apocalipse zumbi tem uma das jornadas mais ricas e inacreditáveis da história do entretenimento.

Com 193 edições publicadas e quase 20 anos de existência, a narrativa em torno de Rick encerrou em 5 de junho de 2019, quando o líder encontrou seu brutal fim no material impresso na Edição 192. Mas como isso realmente aconteceu?

A começar, é preciso frisar que a história publicada em preto e branco é um tanto diferente da versão da AMC: enquanto o marido de Michonne segue desaparecido na TV, isto nunca ocorreu ou sequer foi mencionado na HQ.

Levando em conta este fator importante, é válido frisar outros pontos importantes da narrativa que diferem em um contexto geral:

• Após a chegada em Alexandria, Rick estabelece um romance com Andrea, que vem a falecer mais tarde, por meio de uma mordida;
• Carl segue vivo até o fim da história;
• Rick perde Judith durante a guerra contra o Governador;
• Após a guerra contra os Sussurradores, Eugene entra em contato com uma nova comunidade;
• Um grupo sai em jornada para descobrir se a história é real e este lugar não só existe de verdade e se chama Commonwealth (Império), como comporta mais de 50 mil sobreviventes. Sua governadora, Pamela Milton, decide falar com Rick para estudar estilos de liderança e fazer uma proposta;

Páginas da edição 192 da HQ de The Walking Dead:

Envolto na gigantesca comunidade, o arco, denominado por muitos de “A Nova Ordem Mundial”, eleva as tramas e personagens para um viés muito mais político e próximo ao contexto de renascimento da sociedade – além de sistemas socioeconômicos (quase) funcionarem como os da realidade anterior, o senso de estabilidade é tão grande que Michonne chega a, inclusive, reencontrar sua filha perdida desde os primórdios do apocalipse.

Mas como nem tudo que reluz é ouro, não demora muito para que as coisas desandem: a governadora Milton, por exemplo, se fecha a qualquer dica de ordem que não seja embasado em seus princípios e chega a incitar o início de uma nova guerra – o que não colabora, já que acaba sendo prejudicada pelo seu próprio senso de justiça. Presos no local e cheios de desavenças em relação ao dado modo de comportamento, Rick e seu grupo terminam entrando em desavenças e quase acendendo o estopim para uma iminente tragédia em grande escala.

Com Rick tomando lugar de fala na grande comunidade e impedindo que as coisas desandem como em todas as suas experiências passadas, as coisas aparentam se acalmar por um breve período. É o tempo suficiente para que o ex-xerife tenha, inclusive, tempo para uma última conversa com seu filho.

Poucas horas depois do choque de realidade sobre Commonwealth, Sebastian, filho da deposta governadora da comunidade, invade o quarto de Rick e dispara contra seu peito diversas vezes, deixando-o sozinho para morrer. É chocante e brutal.

O toque final da tragédia ocorre na manhã seguinte, quando Carl Grimes encontra o corpo zumbificado do pai e dá o necessário fim misericordioso. Como era de se esperar, Milton é levado à prisão, onde recebe pena perpétua.

LEIA TAMBÉM:
Como Judith morreu nos quadrinhos de The Walking Dead?
Como Alpha morreu nos quadrinhos de The Walking Dead?
Como Carol morreu nos quadrinhos de The Walking Dead?

Marcando o fim de The Walking Dead, que recebe apenas mais uma edição de ‘epílogo’, a morte de Rick Grimes se prova como um momento de impacto para todos os sobreviventes e a própria história que os rodeou até ali. Tratado como uma figura histórica digna de contemplação, o antigo morador do Condado de King parte deixando um legado de verdadeira liderança: cercado de erros e acertos, sempre prezando o bem maior e o futuro de sua família.

Vale lembrar que Rick Grimes do universo televisivo da AMC retornará nos cinemas em 2020, catapultando o fim da jornada de Andrew Lincoln na encarnação do herói.

A 10ª temporada de The Walking Dead estreia dia 6 de Outubro.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA