Siga-nos nas redes sociais

Análises

Negan é o futuro da franquia The Walking Dead?

Analisamos a possibilidade de Negan assumir o protagonismo de The Walking Dead após a saída de Rick.

Publicado há

em

Desde que Rick Grimes, que nos acompanhou desde os primeiros episódios de The Walking Dead, saiu da série – o ator, Andrew Lincoln, decidiu deixar o programa para passar mais tempo com a família, e o destino do xerife será conhecido na trilogia de filmes anunciada pela AMC -, a pergunta que fica no ar é: quem vai assumir de vez o protagonismo? Alguns candidatos ao cargo se apresentaram desde que Grimes foi levado ao helicóptero por Jadis no episódio 5º da 9ª temporada, e o resultado saiu melhor que a encomenda. Daryl – que apesar de ainda adotar o estilo redneck tem um personagem cada vez mais desenvolvido -, Michonne e Carol dividiram a tarefa no nono ano de The Walking Dead, que foi talvez um dos melhores até aqui. Mas a temporada de apresentação dos Sussurradores terminou com indícios da redenção de um personagem que odiamos amar (ou amamos odiar?): Negan.

O personagem interpretado por Jeffrey Dean Morgan nos foi oficialmente apresentado no último episódio da sexta temporada na icônica cena em que ele apresenta sua fiel escudeira Lucille para os protagonistas. Glenn e Abraham conhecem mais de perto – literalmente – o taco do líder dos Salvadores. As duas temporadas seguintes se desenrolam com a união entre as comunidades – Alexandria, Hilltop, Oceanside e Reino – e a guerra contra Negan e seus soldados. A derrota poderia muito bem seguir o marco normal das séries de TV com a morte do vilão, mas Grimes decide fazer diferente e prende o homem que os aterrorizou por tanto tempo. Para ele, o novo mundo, que ainda estava em construção, não podia se render apenas a guerras, conflitos e mortes, e Negan seria um exemplo de que a sociedade poderia, sim, voltar a ser o que era antes.

LEIA TAMBÉM:
Como Negan passa de vilão a mocinho nos quadrinhos de The Walking Dead?

Desde que entrou na série, Negan, mesmo sendo, talvez, o maior vilão que o programa já viu, nunca foi uma figura detestável. Pelo contrário, a atuação de Jeffrey Dean Morgan, somada à construção do personagem nos quadrinhos de Robert Kirkman, nos trouxe uma figura carismática, muitas vezes divertida e que via um sentido no que fazia. Recorrentemente, Negan afirmava que não gostava de matar, e fazia isso apenas quando a situação chegava a um ponto que fugia de seu controle (“People are a resource”, ele disse por mais de uma vez na oitava temporada). O desenvolvimento dele fez com que o público quisesse conhecer mais a fundo o que tinha por trás do homem, que, diferente de outros vilões, como o Governador, por exemplo, não matava por prazer. Ser poupado por Rick após a guerra entre as comunidades tornou possível a continuidade de um dos personagens mais interessantes da saga.

Nos quadrinhos de The Walking Dead já sabemos que Negan é peça importante no confronto contra os Sussurradores. Mas é importante destacar aqui que a série nem sempre segue à risca as HQs. Após a guerra contra Alpha, Beta e companhia limitada, ele é libertado na condição de sumir do mapa. E é o que ele tem feito. Não temos notícia do ex-vilão desde o surgimento do Império. Mas as revelações das últimas edições dos quadrinhos nos colocam a mesma dúvida sobre protagonismo levantada no começo deste texto. Recentemente, revelou-se que as HQs terminariam na edição 193, a primeira após o principal acontecimento da saga até agora, e isso deixou nos fãs uma série de questionamentos sobre o destino dos principais personagens. E um dos que mais merecem ganhar um desfecho digno é Negan, por tudo o que ele representou tanto como vilão quando como herói da história.

LEIA TAMBÉM:
Como os filmes de Rick Grimes afetarão o rumo de The Walking Dead?

Outro fator que pode indicar que Negan tem chances de virar um dos principais nomes de The Walking Dead são as baixas que o elenco voltará a sofrer na décima temporada. Após perder Andrew Lincoln, Lauren Cohan (que deixou a série para ser protagonista de Whiskey Cavalier, série da ABC que foi cancelada após a primeira temporada), Chandler Riggs, com a morte de Carl, mais duas atrizes primordiais podem dar adeus à série. Danai Gurira (Michonne) deu vida a Okoye em “Pantera Negra” e em “Vingadores: Ultimato” e deve aparecer em apenas alguns episódios da décima temporada. Especula-se que ela vai participar dos três filmes que contam o destino de Rick Grimes. Já Melissa McBride (Carol) também pode deixar o show no décimo ano. Os boatos dão conta que ela pode ter destino semelhante ao de Andrea nos quadrinhos. Por mais que existam chances de Maggie retornar, duas baixas de peso como essas podem abrir espaço para que Negan tenha sua redenção e se firme de vez como um dos centros da história.

O portador de Lucille já demonstrou que tem capacidade de liderança, carisma e outras qualidades que fazem com que ele tenha chances de ganhar força em The Walking Dead. Resta saber como os produtores vão trabalhar essa questão. É fato que muitos personagens não querem ver o Negan nem pintado de ouro (afinal, qual o valor do ouro no apocalipse zumbi?). Muitos afirmam categoricamente que preferiam vê-lo morto. Parece ser impossível que o personagem consiga tomar para si a liderança que um dia foi exercida por Rick Grimes. Mas é inegável que tudo indica que ele conseguirá ter seu momento de glória, e o destino que o aguarda é muito promissor.

Você gostaria de ver Negan assumindo o protagonismo de The Walking Dead? O que você acha sobre o assunto? Deixe sua opinião nos comentários abaixo!

Publicidade
Comentários

EM ALTA