Siga-nos nas redes sociais

Destaque

Lista de 6 curiosidades sobre o grupo do helicóptero no universo de The Walking Dead

O grupo do helicóptero apareceu novamente em Fear the Walking Dead e descobrimos novas informações. Confira tudo aqui!

Publicado há

em

ATENÇÃO: Este artigo contém spoilers da 9ª temporada de The Walking Dead, da 5ª temporada de Fear the Walking Dead e dos quadrinhos. Você foi avisado!

Com os eventos que estão ocorrendo em Fear the Walking Dead na atual temporada, parece que o spin-off da AMC tem um propósito muito maior do que inicialmente esperado neste universo televisivo: criar o primeiro filme de Rick Grimes.

Todos (os personagens) pensaram que Rick morreu na explosão da ponte na 9ª temporada de The Walking Dead, mas Anne o salvou e conseguiu uma passagem segura em um misterioso helicóptero para um lugar desconhecido. As identidades dos pilotos e seu grupo, desde então, nos iludiram, mas a aeronave e seu símbolo de três anéis, igualmente desconcertante, reapareceram em Fear the Walking Dead, onde mantiveram uma presença iminente na história do grupo de Morgan e Alicia. Depois veio “The End of Everything”, quinto episódio da atual temporada de Fear, que finalmente revelou a identidade de um dos soldados mascarados, trazendo consigo algumas pistas.

Sabemos que o ator Andrew Lincoln acabará voltando para pegar a história de Rick em uma série de filmes de Walking Dead, então parece que esse grupo e seus membros, sejam quem forem, terão um papel maior a desempenhar.

Com base no que sabemos até agora, vamos tentar dar sentido a tudo isso.

O que aconteceu com Rick?

Caso vocês não se lembrem, vamos recapitular.

O último episódio de Andrew Lincoln de The Walking Dead (quinto episódio da nona temporada) veio com uma reviravolta surpreendente: em vez de Rick encontrar sua morte, o que muitos esperavam, ele se viu gravemente ferido em uma margem lamacenta do rio. Ele tentou levar embora um grupo muito grande de zumbis, mas caiu de seu cavalo e perfurou seu tórax em uma estaca de metal, fazendo-o alucinar enquanto fugia dos walkers. Ele os trouxe para a ponte – o que ele e seu povo estavam tentando construir para promover o comércio entre as comunidades – e explodiu para salvar os outros.

Anne (Pollyanna McIntosh), que já estava tentando comprar uma carona no helicóptero, viu Rick desmaiado e usou-o como pagamento para entrar na aeronave. Então, ela e Rick (que foi visto pela última vez recebendo ajuda no helicóptero em uma maca), foram transportados para algum lugar muito longe.

LEIA TAMBÉM:
O que o fim dos quadrinhos de The Walking Dead significa para a Série de TV?

Anne

Em algum momento na linha do tempo do universo de The Walking Dead, este grupo misterioso cruzou-se com Anne, então conhecida como Jadis. Houve menção de um heliporto na parte de trás de sua comunidade de ferro-velho (antes que todos fossem abatidos por um Simon enlouquecido pelo ego), e mais tarde ficou claro que ela tinha um acordo com esse grupo envolvendo tráfico humano em troca de suprimentos.

As pessoas seriam marcadas como “A” ou “B”, e então seriam entregues ao pessoal do helicóptero para serem enviadas para algum destino desconhecido. Quando ela uma vez sequestrou Gabriel e Rick, Anne tinha planos de trocá-los com o grupo. Na 9ª temporada, ela pegou um rádio de longo alcance para falar com um homem não identificado do helicóptero, pedindo para que a pegasse. Anne disse que pagou suas dívidas, mas o homem no rádio exigiu que ela lhes desse um A para garantir seus planos de viagem. Ela tentou fazer com que Gabriel fugisse com ela, mas quando ele se recusou e ameaçou dizer a Rick, ela o deixou inconsciente e disse: “Todo esse tempo, eu pensei que você fosse um B.”

O helicóptero que chegou para buscá-los no episódio da 9ª temporada tinha a letra A pintada na porta lateral.

Quem são?

Para simplificar, essas pessoas são “o futuro”. Foi isso que Isabelle, uma nova personagem desse grupo que apareceu em Fear the Walking Dead interpretada pela atriz Sydney Lemmon, continuou contando a Althea (Maggie Grace) no episódio “The End of Everything”.

Depois que seu avião caiu nas montanhas, Al se separou de Morgan e dos outros para investigar um zumbi intrigante. Vestia trajes militares negros e tinha uma série de mapas. Al foi então atacada de surpresa e arrastada por outro soldado misterioso, e este soldado foi mais tarde desmascarado como Isabelle.

O grupo pode ser chamado de CRM, com base nas cartas que apareceram nos documentos que o Al encontrou no zumbi. Isabelle diz coisas sobre seu pessoal como: “Tudo que eu faço é garantir que haja mais do que histórias depois que eu morrer… É maior que eu, é maior que você, é maior do que todos nós… Temos o futuro.” Sua missão é “reconstruir o que todos nós já tivemos”.

Equipes militares, a maioria das quais são consideradas hostis, são implantadas para crescer e manter o que o grupo tem. Uma dessas equipes, que inclui Isabelle, é chamada de “Ground 17” e é responsável pela aquisição de certos suprimentos; no caso de Isabelle, isso seria tecnologia para purificar a água. Outra equipe é chamada de “Equipe de Recuperação”. Com base no nome e na reação de Isabelle ao saber de sua chegada iminente, parece que eles são enviados quando as coisas não vão tão bem.

O grupo é considerado altamente perigoso, mesmo pelos padrões de Isabelle, e a Equipe de Recuperação parece ser a pior de todas. “Se você vir alguém usando esta jaqueta, você deve ter medo”, ela avisa Al.

Entre as muitas coisas que aprendemos com Isabelle, elas não devem ser vistas por ninguém. Se as identidades deles ou as informações que eles possuem vazarem, eles consideram isso uma ameaça à “segurança operacional”. Isso faria com que eles se esforcem para alcançar “vulnerabilidade”.

Além de helicópteros e equipamentos de rádio, o grupo tem vastos recursos à sua disposição: armas (como a espingarda automática de Isabelle com três espinhos na ponta para espetar caminhantes), equipamento de escalada (Isabelle usa isso para escalar um penhasco com Al), equipamento de sobrevivência (incluindo jogos e uma tenda que suspende acima do solo), mapas de vários locais especificamente codificados para serem lidos por seu próprio povo e até cerveja (esse grupo aparentemente tem sua própria cervejaria). Seu alcance também é mais longo do que inicialmente esperado. Anne disse a Gabriel que eles iriam para algum lugar longe de Alexandria, Hilltop e do Reino, mas Fear the Walking Dead revelou que existem várias estações de reabastecimento espalhadas pelo país. Isso implica que seu alcance se estende, pelo menos, do Texas à Virgínia. Não há como dizer quantas estações existem, mas Isabelle viajou para uma das montanhas perto do local do acidente de Al para pegar gasolina e suprimentos para colocar seu helicóptero em operação novamente.

LEIA TAMBÉM:
Banner da 10ª temporada de The Walking Dead da San Diego Comic-Con

Quem está no grupo?

Bem, nós supomos que Rick e Anne estão agora no grupo – ou, no mínimo, com o grupo.

Também sabemos com certeza que Isabelle é um membro e seu parceiro Beckett costumava ser um membro. Eles estavam em uma missão para recuperar a tecnologia para a purificação de água de uma usina nuclear, mas Beckett desistiu quando viu como a radiação tóxica fez com que os zumbis entrassem em contágios mortais. Ele tentou deixar a missão para trás e ir para sua cabana remota secreta, mas com o tipo de mapas e informações que ele tinha, uma briga começou entre ele e Isabelle que resultou em sua morte. O zumbi que Al viu e e investigou era Beckett.

Além disso, não temos uma confirmação sólida de ninguém, embora tenhamos nossas teorias.

Quem achamos que está no grupo?

Georgie (Jayne Atkinson) foi uma personagem misteriosa que apareceu em The Walking Dead na oitava temporada. Vestida com um blazer listrado, calças feitas sob medida, e uma camisa branca oxford, ela veio com dois ajudantes, Hilda e Midge e a promessa de trocar seu conhecimento por suprimentos e registros fonográficos. Então ela vem de um lugar com acesso a um toca-discos e roupas mais refinadas do que aquelas nas terras apocalípticas estão acostumadas.

Ela acreditava que a chave para o futuro estava nas tecnologias do passado. Ela estava desenvolvendo um livro chamado “Uma Chave para o Futuro” que continha planos escritos à mão para fazer moinhos de vento, moinhos de água e aquedutos, bem como esquemas para melhorar a produção de grãos, madeira e afins. Em meio a mudança de Lauren Cohan da série para o agora cancelado Whiskey Cavalier da ABC, a 9ª temporada escreveu que seu personagem eventualmente se juntou a Georgie com seu filho pequeno, Hershel, e escreveu de volta a Hilltop que ela está feliz.

Não está claro se Georgie realmente tem um lugar no grupo do helicóptero, mas toda a sua conversa sobre garantir o futuro, seu acesso a tecnologias e o mistério de onde reside sua comunidade levantam questões. Se Georgie é um membro deste grupo, então Maggie também estaria envolvida com eles.

Alguma relação com a HQ de The Walking Dead?

Mais uma vez, até sabermos mais, muito disso é especulação, mas todos os sinais parecem apontar para a Commonwealth, um grupo dos quadrinhos.

A Commonwealth, que aparece mais tarde na história em quadrinhos de Robert Kirkman, é uma sociedade mais avançada do que a maioria das outras comunidades. Ela mantém coffeeshops, alfaiates, açougueiros, artilharia e uma hierarquia de classes. Pamela Milton é a líder deste grupo, e ela tem uma semelhança com Georgie no programa, o que levou muitos a teorizar que há uma conexão.

Os primeiros episódios da nona temporada do The Walking Dead apresentavam uma árvore com múltiplos sinais de direção apontando para as várias comunidades. Um deles foi rotulado como Toledo. A Commonwealth, que mantém uma vasta rede, é baseada em Ohio. O final da 9ª temporada também terminou com uma misteriosa voz feminina falando no rádio de Ezekiel, que parece ser uma adaptação de uma cena do material original em que uma mulher da Commonwealth chamada Stephanie faz contato com Eugene.

O uniforme de Isabelle em Fear the Walking Dead também tem uma ligeira semelhança com os uniformes utilizados ​​pelo exército da Commonwealth, não em cores precisas, mas em silhueta.

Quais as suas expectativas para o grupo do helicóptero? Tem alguma teoria? Compartilhe tudo conosco nos comentários abaixo!

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA