Siga-nos nas redes sociais

11ª Temporada

Última temporada de The Walking Dead pode ser dividida em três partes

Para aumentar a ansiedade dos fãs pelo desfecho de The Walking Dead, a AMC pode dividir a última temporada em três partes de oito episódios.

Publicado há

em

Alpha e Beta caminhando entre a horda de zumbis em cena da 10ª temporada de The Walking Dead

A 11ª temporada de The Walking Dead será a última da série inspirada nos quadrinhos de Robert Kirkman. Para dar uma despedida digna e épica ao universo zumbi, serão exibidos 24 episódios nesta parte final da história, oito a mais em relação aos tradicionais 16 capítulos divididos em duas partes que nos acompanharam na maioria das temporadas. Para aumentar a ansiedade dos fãs pelo desfecho da série, a AMC pode dividir o capítulo derradeiro em três partes de oito episódios cada.

Quem trouxe o assunto à tona foi o diretor de conteúdo e produtor executivo do Universo The Walking Dead, Scott M. Gimple.

“Tenho bastante certeza de que é um A, B e C. Mas ainda não tenho 100% de certeza. Então acho que mesmo se eu fosse lhe dar uma resposta sobre isso agora, isso poderia muito bem mudar”, afirmou, fazendo questão de ressaltar que a decisão ainda não é definitiva. “Direi que os blocos de oito episódios são o ideal para nós. Acho que é uma boa aposta, mas não quero ficar totalmente envergonhado quando uma decisão diferente for tomada”, acrescentou.

Em setembro, a AMC anunciou que The Walking Dead terminaria após 177 episódios divididos em 11 temporadas ao longo de 12 anos. Tudo isso incluindo os seis episódios extras da 10ª temporada que vão ar no início de 2021. Sendo assim, temos apenas mais 30 episódios antes do fim da história.

Daryl e Carol conversando e observando em cena da 10ª temporada de The Walking Dead

Última temporada de The Walking Dead e Spinoffs

Apesar da tristeza com o fim do carro-chefe da franquia, The Walking Dead segue viva em outras frentes. Atualmente a série conta com dois spinoffs: Fear the Walking Dead, que exibiu recentemente o midseason-finale de sua 6ª temporada, e The Walking Dead: World Beyond, que já concluiu a 1ª temporada e tem mais um ano pela frente.

Some-se a isto a série Tales of The Walking Dead, o spinoff de Daryl (Norman Reedus) e Carol (Melissa McBride), ainda sem título, centrado nos dois personagens. Ainda não há nada confirmado, mas a tendência é que o programa aborde o futuro dos dois amigos longe das comunidades, uma vez que Daryl, recorrentemente, tem falado com Carol sobre os dois irem embora de Alexandria.

“Temos o programa Carol/Daryl, que de certa forma é a peça central do que está acontecendo”, acrescentou Gimple. “Tales, por outro lado, é completamente diferente. Não há nem mesmo um elenco regular para essa série. Acho que haverá uma mistura dos favoritos do público de várias maneiras, sejam em especiais, sejam em minisséries, sejam em Tales. E então teremos coisas como Carol e Daryl, lançadas de uma forma que não saturemos as pessoas com isso, mas permitindo que as pessoas tenham um fluxo constante de The Walking Dead em suas vidas. Esse é o nosso objetivo”.

Por fim, Gimple disse que pretende que, mesmo com o fim de The Walking Dead, os fãs sigam acompanhando as histórias de seus personagens favoritos. “Queremos que os dois shows sejam muito diferentes e, em seguida, apresentemos aqueles rostos familiares. Trabalhamos com a reinvenção do existente. E há as coisas novas para vir”, finalizou.

The Walking Dead retorna em 28 de Fevereiro de 2021 com os 6 episódios extras das 10ª temporada.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA