Siga-nos nas redes sociais

4ª Temporada

Dissecando o episódio S04E14 – The Grove: Melissa McBride fala sobre a decisão devastadora de Carol

Publicado há

em

The Walking Dead exibiu um dos episódios mais angustiantes da 4ª temporada no último domingo, quando Carol (Melissa McBride) e Tyreese (Chad L. Coleman) pensaram que haviam encontrado um novo lugar para se estabelecer e viver uma vida humilde com Lizzie, sua irmã Mika e a filha de Rick, Judith.

Mas como os fãs do drama zumbi tem aprendido ninguém está realmente seguro nesse novo mundo pós-apocalíptico. Uma nova ameaça surgiu quando Lizzie (Brighton Sharbino) e, até certo ponto, Mika (Kyla Kenedy) mostraram que elas não poderiam se adaptar as novas regras do mundo e fazer o que for preciso para sobreviver.

Durante o episódio, Carol e Tyreese, exaustos de tentarem sobreviver na estrada com três meninas, encontram uma cabana que está abastecida com gás e água corrente, e buscam a salvação lá enquanto debatem se vale a pena ir para o Terminus. O que eles descobrem, no entanto, é que Lizzie era a responsável por alimentar os zumbis da prisão com ratos e que a jovem ainda não entende que os zumbis são mortais, e nenhum deles quer matar ninguém, incluindo os mortos-vivos.

Depois de Carol e Tyreese deixarem as meninas a sós, eles voltam e descobrem que Lizzie matou sua irmã mais nova, Mika, e insiste que ela irá “voltar”, porque ela “não feriu seu cérebro”. Lizzie, com as mãos cobertas de sangue, aponta a arma para Carol e Tyreese, com Judith próxima a eles, e insiste que eles esperem para ver o retorno de Mika, a fim de compreender verdadeiramente que os zumbis não são perigosos. Pior: Lizzie revela que Judith também pode mudar, e que ela estava prestes a mata-la também.

É nesse momento que Carol e Tyreese percebem que Lizzie é capaz de cuidar de si mesma e que agora é uma ameaça a todos os outros. Depois de debater brevemente as alternativas, eles chegam a mesma conclusão: Lizzie deve ser morta. Quando Carol leva Lizzie para uma caminhada, Lizzie se desculpa – não pela morte de sua irmã, mas por apontar uma arma para eles. Com lágrimas escorrendo, Carol atira em Lizzie na parte de trás da cabeça.

Carol e Tyreese percebem que eles não podem ficar na cabana e, em seguida, Carol confessa a Tyreese que foi ela – ao contrario do que Lizzie especulou – quem matou sua namorada, Karen. Carol entrega sua arma a Tyreese e deixa-o decidir se ela deveria viver ou morrer. Ele não apenas decide que ela deve viver, mas também a perdoa por tentar proteger o grupo do vírus mortal. Os dois, com Judith, vão em direção ao Terminus.

O Hollywood Reporter conversou com McBride para discutir a devastadora decisão de Carol, como isso irá muda-la daqui para frente e o que ela e Tyreese podem esperar do Terminus.

the-walking-dead-s04e14-the-grove-003

Como você reagiu quando ouviu pela primeira vez sobre o que Carol tinha que fazer nesse episodio?

Oprimida e arrasada. Eu sentei e li o roteiro com a minha boca aberta. Pouco tempo depois de Rick (Andrew Lincoln) ter banido Carol da prisão, (showrunner) Scott M. Gimple me disse que Carol iria voltar e algo muito ruim iria ser exigido dela.

Como o fato de Carol ter que executar Lizzie irá muda-la daqui pra frente? Ela poderá voltar ao que era antes depois disso?

Era algo que tinha que ser feito naquele mundo e sob essas circunstancias; Lizzie naquele mundo parecia inevitável. Seria impossível para Tyreese e Carol continuarem com Judith, que não tem qualquer experiência do mundo de antes do apocalipse. Foi tão devastador para Carol fazer isso. Logo em seguida, Tyreese perdoou Carol depois que ela confessou ter matado Karen. Ela colocou seu destino nas mãos dele e deu-lhe a escolha de “Você acha que eu sou digna de viver?”. Ele perdoou e entendeu. Isso traz toda a humanidade de volta. Isso é um novo começo.

Será que Carol tinha outra opção sem ser matar Lizzie?

Não, eu acho que não houve outra opção. Há bastante natureza versus criação acontecendo nesse episodio para observamos. Por mais que isso tenha partido o coração de Carol, ela percebeu que isso era o que tinha que ser feito. Nessa cena, eles estavam andando em direção as flores e Lizzie diz: “Você está com raiva de mim e eu sinto muito.” Você acha que ela iria se arrepender por esfaquear a irmã até a morte, mas em vez disso ela está arrependida por apontar uma arma para Carol, então ela simplesmente não entende.

Porque você acha que Lizzie e Mika nunca poderiam se adaptar as novas regras do mundo?

Ela são duas pessoas muito diferentes. Você tem uma criança que tem medo de machucar os outros e outra que não se importa de matar pessoas e que os zumbis podem voltar e viver para sempre. Isso me faz pensar o que aconteceu com a mãe delas porque ela teve um papel importante nesse episodio, bem como para mim. Quando Mika diz: “Tudo funciona do jeito que deveria” foi a última coisa que Carol disse a Lizzie. Havia algo mítico nesse episódio para mim com a fumaça da queimada e, mais tarde, quando os zumbis estão andando em direção ao bosque e elas estão do lado de fora. A casa que nós encontramos no bosque parecia tão idílica e tinha cada coisa que precisávamos, estava um pouco bom demais para ser verdade. A ideia de que podemos ficar lá e a breve felicidade que você viu também era bom demais para ser verdade. Essa frase “Tudo funciona do jeito que deveria” – na cabeça de Carol era quase uma conversa de mãe para mãe.

the-walking-dead-s04e14-the-grove-006

Como uma mãe que perdeu a filha (Sophia) e, em seguida, teve que vê-la sendo morta, que tipo de dano emocional a situação de Mika e Lizzie pode ter sobre Carol agora? Será que isso irá reabrir velhas feridas?

Em uma forma muito grande, especialmente com essa frase de sua mãe, que quase ajuda Carol a fechar essa velha ferida. “Tudo funciona do jeito que deveria’ – no contexto de tudo o que foi perdido e que era inevitável essas crianças perderem a vida porque elas não podiam fazer o que fosse preciso para se defender. Mika disse que não podia, e nunca mataria outra pessoa e ela não podia defender sua irmã também. Pareceu-me como se fosse algo que seria inevitável.

Carol se culpava por não ver o quão danificadas Lizzie e Mika eram. Será que isto vai fecha-la mais ainda quando ela conhecer novas pessoas, especialmente crianças? Como ela irá se recuperar disso?

Eu estou realmente interessada em ver como sua mentalidade irá evoluir depois disso. Você tem Judith, e é como tentar descobrir como iremos nos adaptar a este mundo. Você tem filhos que estão chegando agora e que não estão cientes de como era o mundo antes do apocalipse. Eles irão experimentar essas coisas horríveis, e como podemos redefinir trauma quando é algo comum? Pelo que sei, Lizzie pode ter sido traumatizada pela morte de sua mãe. Talvez essa tenha sido a última coisa que sua mãe lhe disse: o que é essa coisa sobre trazer os zumbis de volta? Esta natureza já está bastante esquisita para (que Lizzie tenha que) destruir os animais e esse tipo de coisa – o que o mundo pós-apocalíptico iria nutrir nessa criança da pior maneira – especificamente em uma criança como ela. Então você tem crianças que nascem no apocalipse. Vai ser interessante. As crianças são a esperança do futuro, e protegê-las é muito importante para Carol.

Carol fez de tudo para ajudar as meninas, mas nada poderia salvá-las. Qual é a mensagem aqui, que este mundo não é adequado para crianças?

Não é um mundo seguro para qualquer um. A capacidade de lutar não é algo único, todo mundo é diferente. Tematicamente, há muito sobre mudança. Algo que eu aprendi nesse episódio para Carol é que você tem que mudar. O mundo vai mudar você – você tem que se adaptar ou morrer. É sobre colocar essa parte em você: você pode mudar, mas não se perca. Isso era o que estava acontecendo com Carol – sua mentalidade – ela estava tão obcecada em proteger essas crianças que ela perdeu um pouco de alguma coisa, e que era seu aspecto de carinho. Ela estava sentido falta de um monte de coisa, porque seus olhos estavam focados na sobrevivência.

the-walking-dead-s04e14-the-grove-005

Carol finalmente disse a Tyreese que ela matou Karen. Ela deu a Tyreese a opção de mata-la, entregando-lhe a arma. Você acha que Carol queria – e merecia – morrer?

Tratava-se de deixá-lo determinar seu destino, e que essa era única maneira de seguir em frente. Então Carol sabia o que tinha que ser feito naquele momento. Carol sentia como se Tyreese fosse a única pessoa que ela chegou a conhecer – ele viu o que eles tinham acabado de passar – então ele não iria mata-la. Mas ela deixa isso com ele. Dando-lhe essa escolha, ela coloca Tyreese em uma situação difícil, mas ela está usando essa mentalidade para dar-lhe essa escolha: Faça o que você sente que tem que fazer. Mas o que ela não esperava era o perdão.

Foi revelado que Lizzie alimentava os zumbis com ratos na prisão, o que ajudou a enfraquecer as paredes. Será que isto ficará para trás quando Rick e o grupo se reunirem?

Eu imagino se eles estão reunidos, ele está perdido e ela iria dizer a ele tudo o que aconteceu.

Como pai, como Rick poderia responder o que Carol fez? Isso poderia fazer a intriga entre eles ficar maior?

Nós vamos ter que esperar e ver. Há muita coisa acontecendo desde o tempo em que ele baniu Carol. Mesmo quando ele volta para a prisão, ele se vira para Maggie e diz: “Não há tempo para duvidar de si mesmo”, o que eu achava que era ótimo, depois de Carol dá-lhe o relógio com a forma de como ela vê o tempo. Não houve tempo para ela duvidar de si mesma quando ela matou Karen e David. Muita coisa acontece. Talvez as perspectivas estejam mudando. Vamos ver.

the-walking-dead-s04e14-the-grove-010

Carol e Tyreese estão a caminho do Terminus. Dada a sua experiência aqui, o quanto você diria que eles confiam um no outro agora?

Eles confiam um no outro 100% agora. Essa foi uma das razões por que foi tão importante para Carol confessar. Ela sabia que tinha que ser capaz de confiar nas pessoas com quem ela está. Ele não a matou. Carol e Tyreese estão incrivelmente ligados nessa experiência trágica e, até onde eles sabem, eles são as duas únicas pessoas. A única maneira de seguir em frente é ser capaz de confiar em quem está 100% com você.

Eles pensaram que a cabana poderia ser um bom refúgio, mas que acabou sendo bom demais para ser verdade. Eles poderiam ter se aproximado com um pouco mais de cautela?

Eu acredito totalmente que sim. Tyreese tem todos os motivos para isso. Ele foi levado por Woodbury, e isso foi uma loucura.

Onde estava Judith?

Tyreese estava levando ela em suas costas, então ela está com eles.

Daryl (Norman Reedus) ainda está lá fora e enfrenta a ameaça de um novo grupo de bandidos. Como Carol poderia reagir quando e se ela descobrir que ninguém sabe onde ele está?

Ela está preocupada com todos do seu grupo. Há uma parte dela que acredita que ele pode lidar com isso sozinho, mas as ameaças neste mundo são tantas e elas são tão horríveis. É sempre uma incógnita, e há sempre uma mistura de desgosto com esperança.

Como será a reunião de Carol e Daryl, quando e se isso não acontecer?

Agridoce, talvez. Ele provavelmente está muito curioso sobre o que aconteceu com Rick, o banimento de Carol e essas coisas. Mas eu acho que ele ficaria muito feliz em ver que eles ainda estão vivos.

O que você achou do episódio “The Grove”? Você concordou com a decisão de Carol em sacrificar Lizzie? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Hollywood Reporter
Tradução: @LuanaSieb / Staff Walking Dead Brasil

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA