Siga-nos nas redes sociais

TWD World Beyond

CRÍTICA | TWD World Beyond S01E10 – “In This Life”: Dores do Crescimento

In This Life foi o décimo episódio da primeira temporada de The Walking Dead: World Beyond. Veja a nossa crítica ao episódio.

Publicado há

 

em

Hope apontando uma arma para Huck no último episódio da 1ª temporada de The Walking Dead: World Beyond.

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do décimo episódio, S01E10 – “In This Life”, da primeira temporada de The Walking Dead: World Beyond. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

No décimo e último episódio da 1ª temporada de TWD: World Beyond, intitulado “In This Life” (“Nesta Vida”), lealdades foram postas a prova, sacrifícios foram feitos e fomentou um caminho muito bom para a segunda temporada, que pode finalmente abordar mais sobre a República Cívica Militar e qual o real objetivo da organização.

Hope (Alexa Mansour) questiona Huck (Annet Mahendru) sobre o que é a sua missão e qual o motivo de ela ser tão importante a CRM. Huck explica que tudo tem a ver com a inteligência dela e o quão importante ela pode ser nas pesquisas pela reestruturação do mundo. Mas, venhamos e convenhamos, o fato de precisar de toda essa preparação para levar a garota até os laboratórios era completamente dispensável.

Tudo bem que a Hope sempre teve uma visão niilista da sociedade, o que é compreensível, mas jogar a garota no meio do apocalipse para fazer com que ela “crie apego” ao mundo é, no mínimo, questionável. Tirando que, se ela é um ativo tão importante assim, não faz sentido nenhum que botem ela no meio da fogueira que é o mundo fora do ambiente controlado da civilização. Como se as hordas de walkers fossem as únicas ameaças possíveis e como se apenas a Huck pudesse proteger a garota o tempo todo.

Nos flashbacks vemos o Leo (Joe Holt) e a Dra. Lyla (Natalie Gold), num momento aparentemente afável, mas que evolui para algo perigoso e sombrio, e explica como a República descobriu que ela é “o gênio que pode salvar a todos nós”. E também explica que Huck não está sabendo de todos os passos do plano de sua mãe, Elizabeth (Julia Ormond), já que ela não aparenta estar ciente de que Leo realmente corre perigo e desconhece o massacre no Campus Colony.

No núcleo adolescente, Silas (Hal Cumpston) encontra Elton (Nicolas Cantu) e Percy (Ted Sutherland), que o inocentam em uma cena muito bonitinha entre os dois primeiros. Silas sente que ele ainda é capaz de ser alguém bom, alguém que possui humanidade e não o monstro que até ele próprio achava. O encontro entre eles deriva em uma sequência de perseguição dos três pela República Cívica Militar, que entendemos depois ter sido mandada pela Elizabeth em pessoa para “eliminar as pontas soltas” criadas por Huck. Silas acaba se deixando capturar na tentativa de salvar Elton e Percy, que fogem. Então, além de Hope, mais um dos protagonistas presentes no núcleo da CRM na segunda temporada.

Na tentativa de achar Hope e Huck, Felix (Nico Tortorella) e Iris (Aliyah Royale) consertam o caminhão e partem em busca delas, ocasionando a maior cena de ação da série até então – finalmente. As atuações do Nico e da Annet nessa cena em específico é muito boa. A dor implícita em ambos é tocante, de verdade, exaltando o maior ponto positivo de World Beyond até então que é a formação de laços de amizade críveis e interessantes.

Então descobrimos que, na verdade, não apenas Hope é um gênio, mas Iris também, e que enquanto uma estiver sendo mantida contra vontade na CRM, cabe a outra liderar alguma revolução para salvar o mundo deles. É engraçado a série jogar essa informação no último episódio pois mesmo que ambas tenham sido apresentadas como inteligentes, essa revelação de um QI fora do normal é, no mínimo, estranha, mas tudo bem…

LEIA TAMBÉM:
CRÍTICA | TWD World Beyond S01E09 – “The Deepest Cut”: Amarga Traição

Nos últimos minutos, numa conveniência que não vamos questionar no momento, Felix e Iris encontram com Will (Jelani Alladin) na floresta, junto com outros sobreviventes que parecem ter fugido da CRM. Mais gente para ajudar na revolução contra a organização e, se possível, um pouco mais de ação e morte na segunda segunda temporada.

A finalização da temporada foi satisfatória e trouxe muitos arcos que podem ser trabalhados de formas importantes na próxima temporada. Quem sabe a série agora sacie a expectativa de todos os que esperavam saber mais sobre a organização responsável por levar Rick Grimes (Andrew Lincoln) das nossas telinhas na série original.

O que você achou do episódio “In This Life”? Deixe sua opinião nos comentários!

Publicidade
Comentários

EM ALTA