Siga-nos nas redes sociais

Destaque

The Walking Dead S10E15: 5 coisas que você pode ter perdido em “The Tower”

The Tower foi o décimo quinto episódio da décima temporada de The Walking Dead. Veja aqui 05 coisas que você pode ter perdido.

Publicado há

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do décimo quinto episódio, S10E15 – “The Tower”, da décima temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

Falta apenas um episódio para o fim da 10ª temporada de The Walking Dead e o confronto das comunidades contra os Sussurradores está fervendo. Beta vagou com sua horda até ter uma pista de onde estavam os sobreviventes e finalmente encontrou o caminho de sua vingança pela morte de Alpha ao mesmo tempo em que tem Aaron e Alden estão nas mãos de aliados dos vilões.

Um importante arco de The Walking Dead parece estar chegando ao fim e “The Tower” (A Torre) foi um capítulo que serviu para mostrar que o arco dos Sussurradores se encerra enquanto outro dá os primeiros passos. Princesa já se juntou aos sobreviventes que foram atrás de Stephanie e o cartão de visitas da personagem ficou marcado no capítulo.

Infelizmente não temos data certa para o fim da décima temporada porque a pandemia do coronavírus adiou o final da produção. Enquanto não temos o desfecho desta décima temporada, separamos cinco detalhes de “The Tower” que você pode ter perdido. Confira:

1. O mesmo hospital da Beth

Os fãs mais ligados certamente pensaram durante “The Tower” que conheciam o hospital onde os sobreviventes de Alexandria se esconderam durante o ataque da horda de Beta.

Acontece que o local usado para filmar o esconderijo é o mesmo usado lá na quinta temporada, no controverso arco do hospital que culminou com a morte de Beth. A única diferença, perceptível no oitavo episódio da quinta temporada, é o sinal de “Emergency” que foi adicionado em “The Tower” para diferenciar os locais.

LEIA TAMBÉM:
The Walking Dead S10E16: O que estava escrito na carta de Carol para Maggie?

2. “Uma missão muito importante”

Falando em referências a temporadas anteriores, em “The Tower” Eugene repete uma frase muito usada por ele em suas primeiras participações em The Walking Dead lá na longínqua quarta temporada. Relembrando, ele, Abraham e Rosita encontram Tara e Glenn e logo se juntam ao grupo de Rick Grimes.

À época, o casal escoltava o homem que dizia ser um “cientista em uma missão muito importante”, e afirmava que sabia a cura para o vírus zumbi que assolava o mundo, por isso precisava chegar a Washington. Mais tarde descobrimos que nada daquilo era verdade e Eugene era apenas um cara que queria proteção de pessoas mais fortes.

Acontece que, desta vez, Eugene está mesmo em uma missão muito importante, e diz isto para Princesa logo no primeiro encontro entre eles. Junto com Yumiko e Ezekiel, eles rumam ao encontro de Stephanie, a misteriosa amiga do rádio do ex-cientista.

3. Eles não estão em Pittsburg

Um detalhe importante foi esclarecido após “The Tower”: Eugene, Ezekiel, Yumiko e Princesa não estão em Pittsburg, como se pensava. Foi lá que, nos quadrinhos, Juanita Sanchez é encontrada, mas a showrunner Angela Kang tratou de esclarecer que eles estão em um local diferente:

Nós seguimos um caminho diferente. Estávamos mapeando os quadrinhos e ficamos tipo ‘Pittsburgh parece um pouco fora do caminho’. E também, houve um pedido do Scott Gimple para evitar essa área, e por isso estamos em um caminho diferente.

Duas questões: primeiro, isso significa que o destino final deles também será diferente das HQs? E segundo, por que Gimple pediu para eles não passarem por Pittsburg? Quem estaria lá e não poderia ser encontrado neste momento da série?

4. “Eu sou… Ezekiel”

“Rainha soa velho e pretensioso”, disse Juanita Sanchez ao justificar a escolha do apelido “Princesa” quando se apresenta ao trio que chega a seu encontro.

É engraçado ver que, quando vai se apresentar, Ezekiel hesita antes de dizer seu nome à personagem e evita usar a alcunha “Rei”. O que a falante nova personagem pensaria e diria se soubesse que falava com uma autoridade real?

LEIA TAMBÉM:
The Walking Dead S10E15: Por que Judith não contou a Daryl que Michonne foi procurar Rick?

5. Os tomates

Os tomates são uma metáfora antiga em The Walking Dead e significam “recomeço” ou “nova vida”. A fruta era o símbolo do futuro que Rick estava construindo de acordo com o que Carl tinha em mente para o futuro das comunidades. No terceiro episódio da nona temporada, ainda com o xerife na série, ele coloca um tomate próximo ao túmulo do filho. Além disso, o tomate também apareceu em visões de um Rick mais velho na oitava temporada.

Em “The Tower”, os tomates aparecem sendo amassados pela horda de Sussurradores que invade Alexandria. Isso significa que o futuro da comunidade está ameaçado?

Você percebeu algo além das cinco coisas acima? Deixe abaixo nos comentários para que a gente também possa saber.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA