Siga-nos nas redes sociais

Série

Daryl e Carol vão sair de The Walking Dead?

O ator Norman Reedus, o Daryl de The Walking Dead, falou sobre a possibilidade da dupla de deixar as comunidades.

Publicado há

 

em

Poderia Daryl (Norman Reedus) e Carol (Melissa McBride) deixar The Walking Dead juntos? Reunidos na estreia da 10ª temporada, quando Carol voltou de meses no oceano como um “cão do mar”, os melhores amigos de longa data estão cansados ​​de lutar. Carol perdeu o filho Henry (Matt Lintz), assassinado pela líder dos Sussurradores Alpha (Samantha Morton), com uma morte tão insuportável que terminou seu casamento com Ezekiel (Khary Payton). Diante de um futuro incerto, eles consideram fugir juntos.

“Você já se perguntou se isso é tudo o que existe?” Carol pergunta a Daryl. “Basta encontrar pessoas, matar um ao outro até que quem sobrar diz que já chega?” Quando Daryl admite que acha que está apenas “sobrevivendo de uma luta até a próxima”, Carol sugere pegar a estrada em sua moto e nunca mais olhar para trás. O Novo México é nomeado como um destino em potencial. “Chega de lutar”, diz Daryl. “Apenas subir na moto e partir, ver quem restou.” O sonho, segundo Carol, parece bom.

Logo depois, Alpha vê Carol em seu território. Com os sobreviventes voltando a entrar em conflito com esse inimigo perigoso, Daryl e Carol vão realmente para o oeste juntos? Segundo Reedus, é uma fantasia compartilhada por uma dupla de combatentes agredidos e cansados – mas que um dia poderá se tornar real.

“Nunca se sabe. Só acho que eles estão sentados em um tronco e estão sonhando acordados. A vida é tão difícil às vezes, especialmente naquele programa para esses personagens”, disse Reedus à Entertainment Weekly. “Eles dizem ‘E se nós fizermos isso?’ Eles estão meio que sonhando acordados. Somos um tipo de oportunidades de vitrine. Eu acho que é o que você faria. Você pensaria, ‘Ah, eu só gostaria que as coisas fossem diferentes agora’. Portanto, são dois amigos fazendo isso. Abrindo um pouco de espaço para eles.”

Carol protesta abertamente sobre a lei proferida por Alpha, que impôs uma fronteira aos sobreviventes sob ameaça de guerra. Mas Daryl, cansado, obedece a essas regras, dizendo a Carol: “Não há razão para começar uma guerra, se não precisarmos.”

LEIA TAMBÉM:
The Walking Dead S10E01: 5 coisas que você pode ter perdido em “Lines We Cross”
The Walking Dead é renovada para a 11ª temporada

“Acho que Daryl nas temporadas anteriores teria passado por isso. Mas temos todos esses jovens, todos esses novos membros do elenco, temos RJ e Judith e todas essas pessoas que queremos proteger porque são o futuro”, disse Reedus. “Portanto, não acho que fazer uma mudança drástica como atravessar a fronteira, se você não precisar, seria uma decisão inteligente. Eu acho que é um Daryl mais sábio do que vimos antes. Ele meio que tem os fantasmas de todos esses personagens que estavam aqui antes dele. Hershel ensinou-lhe uma coisinha. Rick ensinou-lhe uma coisinha. As coisas estão tão boas quanto podem ser agora. Então, por que colocar todos em risco de tomar uma decisão como essa? Então, acho que ele está apenas tentando manter a comunidade e a família unidas e tentando não matar as pessoas.”

Daryl e Carol agora encontram seus papéis invertidos desde a última temporada: lá Carol puxou Daryl de volta para as pessoas após a suposta morte de Rick Grimes (Andrew Lincoln), uma perda que levou Daryl à vida solitária como um lenhador. Com Carol planejando sua vingança, é a vez de Daryl agir como responsável.

“Eu acho que, de certa forma, nenhum deles fugiu para sempre, porque o que isso significa é realmente abandonar todos os outros, e isso é difícil para eles”, disse à Entertainment Weekly a showrunner Angela Kang. “Mesmo quando Daryl esteve na floresta na última temporada, ele ainda mantinha laços com a comunidade. É que já fazia muito tempo e Carol o sentiu escapar. Eu acho que Daryl esteve um pouco em um lugar diferente emocionalmente, e agora ele sente esse medo de que Carol esteja fugindo. E, além disso, ela pode estar se escondendo em algo realmente obscuro. O medo dele é que ela esteja apenas em uma busca por vingança, e que ela não esteja no mar apenas tentando se curar e se afastar e ter esse momento de ficar longe de tudo.”

Carol negou que seu tempo fora no mar fosse gasto caçando Alpha e, com o passar da temporada, o público aprenderá “se isso é verdade ou não”.

“Eu acho que, para os dois, ter essa mentalidade de lobo solitário significa que a atração de partir sempre é muito forte para eles”, disse Kang. “E eles discutem se devem ficar, se devem ou não, se estão melhor sozinhos um com o outro, com o grupo. Isso é exatamente o que eu acho interessante sobre eles, tanto como personagens quanto como pessoas que estão sendo convidadas a avançar para a liderança de suas comunidades.”

Em novembro do ano passado, Reedus e McBride renovaram seus contratos em The Walking Dead por mais três anos, e agora eles podem migrar para qualquer uma das partes do universo expandido da franquia – seja para os filmes, Fear the Walking Dead ou a futura nova série derivada.

Você acha que Daryl e Carol vão sair de The Walking Dead? Concorda ou odeia a ideia? Compartilhe seus pensamentos e teorias conosco nos comentários abaixo!

Publicidade
Comentários

EM ALTA