Siga-nos nas redes sociais

7ª Temporada

The Walking Dead S07E14: 5 coisas que você pode ter perdido em “The Other Side”

Publicado há

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS dos quadrinhos originais e do décimo quarto episódio, S07E14 – “The Other Side” (O outro lado), da sétima temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido ou lido, não continue. Você foi avisado!

É isso pessoal, estamos a apenas alguns episódios do final da sétima temporada de The Walking Dead, e rapaz, esse episódio 14, “The Other Side”, criou uma bela tensão para a inevitável hora final.

Como os fãs dedicados de The Walking Dead já devem saber, a série opera em arcos de três episódios, e o episódio 14 foi o primeiro episódio do arco final da sétima temporada. Muitos detalhes deste episódio provavelmente voltarão pra conversa mais tarde, mas isso não significa que ele tenha sido sonolento. Longe disso! Começamos o episódio 14 voltando no tempo para ver o exército de Hilltop se formando, antes de Rosita chegar à comunidade e chamar Sasha para se unir a ela para derrubarem Negan. Depois disso nós vimos essas mulheres assumirem sua missão, enquanto Hilltop recebeu uma visita de Simon e seus homens, que levaram o Dr. Harlan Carson para a base de Negan para substituir o seu irmão Dr. Emmett Carson.

No meio disso havia muitos detalhezinhos espalhados ao longo de “The Other Side”, então dê uma olhada nas cinco coisas que você pode ter perdido no episódio 14 da sétima temporada de The Walking Dead:

1. Sasha está tão morta quanto a última pessoa que usou aquele colar

Nós vimos que Sasha recebeu o colar de Abraham no episódio 5 da sexta temporada, mas ela não tinha como saber que o colar na verdade tinha sido feito por Rosita. O colar – que foi feito a partir de um pedaço quebrado da lanterna traseira – foi dado de presente para Abe por Rosita no episódio 11 da temporada passada, mas ele o perdeu pouco depois durante uma briga em Hilltop. Também foi nesse episódio que Abraham percebeu que estava apaixonado por Sasha, e o colar esquecido de certa forma se tornou um símbolo de seu relacionamento e passado com Rosita, rapidamente descartado.

O momento em que Rosita vê o colar no episódio 14 foi bem triste, mas agora que Sasha selou seu destino ao se trancar dentro do complexo dos Salvadores, parece que ela terminará tão morta quanto a última pessoa que usou aquele colar. E se isso acontecer, esperamos que o grupo nunca mais veja aquela peça amaldiçoada novamente.

2. Os Salvadores chamam os zumbis de “os mortos”

Ao longo dos anos nós ouvimos um milhão de nomes para os zumbis (exceto, obviamente, a palavra “zumbi” propriamente dita, por motivos de universo paralelo), incluindo “errantes”, “andarilhos” e “mordedores”. E nesta semana nós também descobrimos como os Salvadores os chamam.

O apelido preferido dos Salvadores foi confirmado como “os mortos” durante a cena em que Rosita e Sasha ouvem Eugene no walkietalkie. Eugene dá a ordem para que mais zumbis sejam reunidos, dizendo “Aqui é o Dr. Eugene Porter, Engenheiro Chefe, falando. Eu vou precisar de mais uma dúzia de zumbis, ou ‘mortos’ no dialeto local, para expandir o protocolo PDQ da cerca.”

Nós também já ouvimos esse nome durante o episódio 11, quando Dwight descreveu como Sherry supostamente morreu (“Ela fugiu de mim direto para uma confusão de mortos, então eu, ahn, agilizei a coisa.”), e por mais que não seja o nome mais criativo, pelo menos é bem descritivo.

Nota da tradutora: O termo original na série para os zumbis é “walker”, que poderia ser traduzido como “andarilho” ou “caminhante”; em nenhum momento das sete temporadas foi usado o termo “zombie” (zumbi em inglês). A Fox Brasil, no entanto, optou por ignorar a regra do universo paralelo e traduzir “walker” como “zumbi” para o público brasileiro, fazendo com que os fãs locais ficassem (mal) acostumados com o termo. A tradução soou estranha porque o termo zumbi é usado no Brasil, mas o conceito de zumbi como nós conhecemos na cultura pop não existe no universo de The Walking Dead.

3. Qual é a do Eugene?

Ele apareceu pouco tempo no episódio, mas o que vimos de Eugene e do Gremblygunk não foi exatamente promissor. Depois de distribuir ordens pela base, Eugene recusou a oferta de liberdade dos Salvadores feita por Sasha e Rosita. Mas isso foi porque o “Engenheiro Chefe” Eugene agora é totalmente leal a Negan, ou apenas porque ele prefere a garantia da sobrevivência no lugar do risco da fuga?

Para falar a verdade, ainda parece uma encenação. Eugene é especialista em se proteger, e está fazendo isso extremamente bem na base dos Salvadores, talvez até bem demais. Com o grupo caminhando para a guerra, só podemos torcer para que Eugene volte logo para Alexandria, mas por enquanto Eugene está mostrando tanta lealdade a Negan quanto é possível para garantir uma vida confortável. O único potencial benefício nessa estratégia, além do próprio Eugene, é que se ele conseguir voltar para Alexandria, terá muito conhecimento sobre como o grupo opera. Mas basicamente, isso se trata de Eugene protegendo Eugene. (falamos mais sobre isso aqui)

4. Gregory é bem-vindo no Santuário

Todos nós sabemos que Gregory é uma cobra, mas agora essa cobra tem o caminho até a base de Negan com a promessa de uma entrada tranquila. Até esse momento Gregory só sabia onde um dos postos avançados de Negan ficava, mas agora que tem essa nova informação, ele se tornou uma grande ameaça aos planos do grupo.

Gregory ir até Negan com seu conhecimento sobre a sobrevivência de Maggie e Daryl, além do plano de Rick de liderar os sobreviventes, pode ser absolutamente desastroso para o grupo, mas infelizmente parece ser inevitável. Gregory é um grande covarde, assim como Eugene, disposto a basicamente garantir sua sobrevivência de qualquer maneira. Ansioso para agradar o chefão do mal, Gregory talvez ache que entregar Rick para Negan fará com que ele caia em suas graças, mas se ele fizer isso, não acho que os residentes de Hilltop verão o líder com olhos muito favoráveis.

5. Aquela figura nas sombras provavelmente era Dwight

A cena em que Daryl mostra sua preocupação sobre a localização de Sasha e Rosita pode ter deixado você pensando que ele era a figura nas sombras no final do episódio, mas é provável que fosse Dwight, o outro cabeludo dono de uma besta. Mas mesmo que tenha sido Dwight quem encontrou Rosita, talvez isso não seja sinônimo de morte para ela, considerando que Dwight anda desencantado com a vida sob Negan.

Nós sabemos do episódio 11 que Sherry agora deixou os Salvadores, o que imaginamos que seja bom, então Dwight parece não ter qualquer razão para continuar no grupo, a não ser, é claro, que ele realmente esteja enfeitiçado por Negan. Parece mais provável que Dwight esteja procurando por oportunidades para fugir do vilão, e esse encontro com Rosita pode ser essa chance.

No começo da temporada, Lennie James (Morgan) disse que “algumas pessoas virão para a luz [a.k.a o lado de Rick]” durante a segunda parte da sétima temporada. Pensando nesse comentário, e nessa figura nas sombras, será que veremos Dwight decidir entrar pro time de Rick? Dwight certamente ofereceria muitas informações úteis para o lado de Rick, e poderia até trabalhar de dentro do campo de Negan para atrapalhar os planos. Será que esse inimigo se tornará um aliado?

Qual foi a sua parte favorita do episódio? Notou mais alguma coisa bacana? Deixe tudo nos comentários abaixo.

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, vai ao ar nas noites de domingo no AMC Internacional, às 23h, e no FOX Action (canal do pacote premium FOX+) e FOX Brasil, às 23h30. Confira todas as notícias sobre a sétima temporada.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Movie Pilot

Publicidade
Comentários

EM ALTA