Siga-nos nas redes sociais

7ª Temporada

Analisando The Walking Dead: Eugene é realmente um traidor?

Publicado há

em

ATENÇÃO! O post a seguir contém SPOILERS importantes sobre a série de TV e os quadrinhos originais de The Walking Dead. Você foi avisado!

A primeira parte da sétima temporada de The Walking Dead terminou com Rosita atirando contra o líder dos Salvadores com uma bala feita por Eugene. A Lucille ficou no caminho e… BOOM! O SmartyPants foi levado para o Santuário e o seu destino virou uma incógnita para o futuro da história.

“Hostiles and Calamities”, um episódio divisor de opiniões, conseguiu estabelecer muito bem alguns propósitos sobre a funcionalidade da tirania imposta por Negan e como os seus soldados estão reagindo ao modo de governo. Enquanto alguns pensam em rebelião no momento certo, outros já se acostumaram e entregaram a esta nova vida – afinal, você vive ou morre para o líder e a comunidade. Mas onde é que Eugene se encaixou no meio de tudo isso? “Eu sou Negan” – A frase que TODO MUNDO já cansou de ouvir foi proferida pelo doutor mentiroso do Projeto Genoma Humano.

the-walking-dead-s07e11-hostiles-and-calamities-038.jpg

A aparente “virada de casaca” do personagem pegou o público de surpresa, e as reações mais diversas cercaram a internet e qualquer outro tipo de meio sobre o tema. Mas então, caro leitor, resta aquela velha dúvida: você realmente acha que Eugene iria se aliar ao mesmo cara que transformou o seu melhor amigo e companheiro de apocalipse em mil pedacinhos? A resposta mais provável aqui é NÃO! “Oh, mas o Eugene é covarde e sob o dedão de Negan tem toda a admiração e espaço que nunca teve com Rick!” – Eugene pode ser covarde, mas nunca foi burro! Quantas vezes já ouvimos o GREATM ou qualquer outro membro (ou ex-membro) da trupe dos Survivors afirmando que ele “sabe de coisas”? Pois é… É de total cabimento que o maior nerd do apocalipse zumbi esteja apenas preparando o momento certo para contra-atacar lá dentro do Santuário, afinal, já vimos que um novo aliado foi sintetizado em contra ponto durante o último capítulo inteiro: Dwight!

“Nós somos Negan!” – A última linha de diálogo entre Josh McDermitt e Austin Amelio no 07×11 possui um subtexto muito grande. Ambos sabem que ali dentro terão que sobreviver como soldados de uma ditadura opressora para o resto da vida, e não como humanos. A carta da esposa de um dia antes ou até mesmo a confiança imposta nas últimas palavras há semanas atrás já falam por si só: ambos os personagens são sobreviventes, e são MUITO MAIS fortes do que esse mundo está tentando firmar, ou seja, eles não querem viver abaixo das ameaças de Lucille, mesmo com todas as mordomias entregues pelo tal sistema.

Infelizmente, ainda existe uma ambiguidade muito grande em toda esta especulação! No episódio desta semana, “The Other Side”, Sasha e Rosita deram continuidade ao terrível plano de matar Negan e tentar parar de uma vez com a covardia do vilão. Chegando nas proximidades do Santuário, ofereceram chance de fuga para Eugene, mas o falso cientista se negou em alto e bom som a partir dali. A primeiro prazo parece que a traição é garantida como verdadeira, mas sabemos que a inteligência do Dr. Porter não deve ser posta em jogo.

the-walking-dead-s07e11-hostiles-and-calamities-031.jpg

Nos quadrinhos, Eugene é capturado por Negan e levado ao Santuário na edição 121, em meio a guerra, mas em nenhum momento ele ajuda os Salvadores. A história inédita até pode abrir um arco de possibilidades, mas muito provavelmente vai acabar culminando no cientista assumindo o posto real ao lado de sua verdadeira família, que ficou em Alexandria. Dr. Porter é parte fundamental dentro da guerra avistada no horizonte, e um desvio do material original traria boas dificuldades para a fragmentação do roteiro no futuro (leia-se “Papel importante” e “Munição! Munição! Munição!”).

Voltando ao ponto central do artigo (e ainda levando em conta os quadrinhos originais), há uma “troca de lados” bastante famosa do arco “Guerra Total”: Dwight se rebelando contra Negan. Como praticamente todas as pistas da narrativa estão entregando o destino do personagem por este caminho, é sensato especular que agora veremos mais um aliado a esta traição (que pode ser muito bem aquela explanada pela própria sinopse, ainda em janeiro de 2017).

Sendo traição ou não, o futuro de Eugene, Dwight e todos os outros personagens continuará sendo uma incógnita até a exibição dos capítulos finais da sétima temporada de The Walking Dead.

Agora resta saber qual é o seu parecer sobre o assunto: O [não] cientista está indo contra seus ideais e traindo sua própria família? Divida com a gente nos comentários abaixo, lembrando de alertar sobre qualquer tipo de SPOILER, seja dos quadrinhos, ou da própria série da AMC.

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, vai ao ar nas noites de domingo no AMC Internacional, às 22h, e no FOX Action (canal do pacote premium FOX+) e FOX Brasil, às 22h30. Confira todas as notícias sobre a sétima temporada.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Publicidade
Comentários

EM ALTA