Siga-nos nas redes sociais

6ª Temporada

Ross Marquand promete uma “chamada para ação” para Aaron na 6ª temporada de The Walking Dead

Publicado há

em

Ele era o recrutador que conseguiu fazer com que Rick e companhia confiassem em um estranho e se juntassem a sua comunidade em Alexandria. E desde então foram só problemas. O que vem por aí para Aaron quando a sexta temporada de The Walking Dead retornar em 11 de outubro? E de que lado ele estará caso aconteça uma guerra civil alexandrina?

A Entertainment Weekly conversou com o ator Ross Marquand para saber o que ele acha e conseguir algumas dicas do que esperar da sexta temporada.

Então, como é a sensação de não ser mais um novato?

Ross Marquand: É ótimo. Eu penso tanto que ano passado estava acabando com os meus nervos. Você começa em algo e quer garantir que está se focando no trabalho mais do que qualquer coisa e que não está sendo um fã geek no set. Porque eu acho que existe essa tentação de chegar lá e dizer “Oh meu deus, é o Andy Lincoln!”. E eu acho que essa é uma verdadeira armadilha, e tem um perigo real em seguir por esse caminho onde você está mais maravilhado pelos personagens e por estar no set do que está fazendo seu trabalho que, sabe, já tive a chance de fazer um milhão de vezes em outros sets. Mas como é uma série da qual eu sou um grande fã, foi um pouco difícil, preciso admitir.

Só foi preciso, sabe, algumas semanas para que eu realmente entrasse nisso, mas sinceramente o nervosismo de estar em uma das minhas series preferidas ainda não passou realmente. Ainda é uma sensação muito surreal e maravilhosa, mas agora eu me sinto mais confortável. Agora eu conheço quase todos no elenco extraordinariamente bem. Nós passamos bastante tempo saindo para jantar e indo na casa uns dos outros, e como ator isso me ajuda a trabalhar com eles porque eu consigo entender melhor quem eles são como seres humanos, e então isso trará uma certa cor para como nós atuamos juntos.

A maioria das suas cenas na última temporada foram com Norman [Reedus]. Nesta temporada você vai ter a chance de trabalhar um pouco mais com pessoas com as quais não trabalhou muito na quinta temporada?

Ross Marquand: Definitivamente. De cabeça, vou trabalhar mais com Lauren, e foi muito divertido porque eu sempre me dei muito bem com Lauren e ela é ótima, porque me faz rir de formas que poucas pessoas conseguem no set. Ela é hilária. Eu já disse isso antes, mas essa série realmente exige um certo grau de leveza, porque se você é muito sério sua atuação será pobre. Vai parecer melodrama, e o seu corpo ficará tenso e você vai se machucar.

the-walking-dead-6-temporada-ross-marquand-aaron-2

O que você pode dizer sobre Aaron na sexta temporada?

Ross Marquand: Eu acho que Aaron, assim como muitos outros alexandrinos, está começando a perceber quão altas as apostas realmente estão agora. Antes Aaron estava acostumado a sair e recrutar, sair em missões de investigação e buscar mantimentos, então ele conseguia ver um pouco mais do que estava acontecendo fora dos muros do que o resto dos alexandrinos, mas agora ele está vendo que o perigo chegou literalmente até o portão da frente. E é uma luta civil interna entre os alexandrinos e o grupo de Rick.

Certamente existem facções lutando umas contra as outras, e eles estão inseguros sobre o que fazer e como seguir em frente depois desse evento terrível que aconteceu no final da quinta temporada, e eu acho que a resposta de Aaron para isso é uma chamada para ação. Aaron está percebendo que o jeito antigo de fazer as coisas, que era bastante inocente e idílico – era não colocar ênfase suficiente na preparação. Era não colocar ênfase suficiente na defesa, e era não colocar ênfase suficiente no planejamento a longo prazo em termos de como nós protegemos de fato este belo santuário que temos aqui?

No começo da sexta temporada, e depois ao longo da mesma, você verá uma mudança em Aaron onde ele vai de ser muito educado e cordial para assumir um papel mais forte de liderança e decidir o que precisa ser feito. Precisamos apoiar Rick. Precisamos ser mais ativos, e precisamos ser realmente honestos e sérios com nós mesmos sobre como nos defendemos. E parte disso é estar disposto a tomar essas decisões difíceis que serão bem duras para alguns alexandrinos engolirem, mas no final ajudarão a salvar vidas.

Claramente, no entanto, esta comunidade ainda tem alguns problemas e eles ainda não estão necessariamente todos na mesma página.

Ross Marquand: Todos eles concordam que algo precisa mudar. Depois desse incidente existem pessoas que querem que Rick e seu grupo vão embora. Existem pessoas que veem o valor de um xerife forte que vai chegar e aplicar algum tipo de lei, o que é um conceito estranho para as pessoas porque, você sabe, o que significa lei nesse momento? Não existe mais lei. Não existe mais sociedade, então como esse antigo xerife vai ser respeitado? E por que eles deveriam segui-lo nessa sociedade que estava muito bem por conta própria pelos últimos dois anos?

Então muitos deles estão tendo dificuldades com isso, mas eu acho que com o tempo, especialmente com todas as ameaças chegando até eles – sejam elas zumbis ou humanas – eles vão descobrir que precisam estar unidos porque se não estiverem, as pessoas morrerão. E, é claro, você sabe, as pessoas morrem.

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com a sexta temporada no dia 11 de Outubro de 2015 – às 22h no AMC Internacional e às 23h na FOX Brasil. Confira o trailer oficial da temporada e fique por dentro de todas as notícias.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Entertainment Weekly

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA