Siga-nos nas redes sociais

6ª Temporada

Scott M. Gimple fala sobre a introdução de Hilltop em The Walking Dead

Publicado há

em

No episódio que trouxe de volta a sexta temporada da série, os sobreviventes tiveram que lutar por suas vidas em Alexandria, e essa luta determinou se eles poderão continuar chamando a comunidade de casa. Mas haverá um novo local importante que em breve fará sua estreia na série.

Já foi anunciado que os personagens dos quadrinhos Jesus (Tom Payne) e Gregory (Xander Berkeley) aparecerão em breve, e ambos virão de uma comunidade conhecida como Hilltop (O Alto do Morro) que tentará manter um sistema de câmbio com Alexandria. É um acontecimento nos quadrinhos que acaba por apresentar o vilão Negan (que será interpretado por Jeffrey Dean Morgan).

O showrunner Scott M. Gimple conversou com a Entertainment Weekly sobre o prognóstico de longo prazo para Alexandria e da apresentação desses novos personagens e de Hilltop.

Normalmente quando um lugar é invadido nossos sobreviventes se mudam. Contudo, é diferente em Alexandria, e nós sabemos que nos quadrinhos é um lugar que resiste por um bom tempo. O que faz essa comunidade valer a pena de ser salva?

Scott M. Gimple: O que é bom sobre Alexandria e o que faz ela valer a pena é que lá é um lugar onde as pessoas parecem ter feito por merecer. Talvez as pessoas de Alexandria tenham adquirido ele recentemente, mas parece que aquelas paredes, aquelas casas, a habilidade de ter algum poder, água limpa, ter comida – existe um grande censo de utilidade naquele lugar que é incrível. Mas é um lugar que todos os moradores – mesmo que algum deles tenha feito recentemente – fizeram por merecer, e acho que isso tudo faz do lugar uma casa para eles.

Vamos falar da apresentação de alguns novos personagens, especificamente Jesus, que é outro personagem bastante importante dos quadrinhos em termos do que ele traz à história e sua conexão com um novo mundo maior. Me fale sobre como foi trazer esse personagem para a série.

Scott M. Gimple: É difícil, porque algo desse tipo você quer fazer igual aos quadrinhos. Por isso é sempre difícil para escrever, para encontrar elenco, para o figurino, para a maquiagem. Esse é o primeiro desafio, ser fiel aos quadrinhos, e depois é integrar sua história ao todo e, de várias maneiras, expandir sua história para se igualar a da série.

O que você quer dizer por expandir a história?

Scott M. Gimple: Bem, Rick é claramente a estrela dos quadrinhos. Mas na série, como estamos, é mais uma questão de elenco, uma vez que você vê que as histórias dos personagens foram expandidas em relação ao material fonte, e na maioria das vezes elas apenas seguem as direções do material fonte e vão seguindo naquele caminho para o personagem. Mas a história segue dividida entre os personagens e por isso eles podem ter arcos maiores, ou os vemos de maneiras mais profundas do que nos quadrinhos. Porque nos quadrinhos o foco é mais em Rick e Carl, eu diria.

Hilltop dos quadrinhos de The Walking Dead.

Hilltop dos quadrinhos de The Walking Dead.

Então o que você pode dizer sobre como será a apresentação de Jesus ao nosso grupo?

Scott M. Gimple: Você me conhece. Eu não diria muita coisa.

Conheço você bem demais, Scott.

Scott M. Gimple: Quero que as pessoas sintam a história. Mas acho que para os espectadores da série, tem que ser mantido o espírito de como ele é introduzido nos quadrinhos. Mas, você sabe, fazemos pequenas mudanças aqui e ali para trazer um pouco de surpresa aos espectadores. Mas será bem familiar para eles também.

Foi anunciado também que Xander Berkley interpretará Gregory, outro cara de Hilltop que é o líder da comunidade nos quadrinhos. O que você pode falar sobre Gregory?

Scott M. Gimple: Ele foi arrancado das páginas dos quadrinhos. Se alguém olhar para o desenho de Gregory e depois olhar para Xander – quando ele está caracterizado, porque ele é um camaleão – é algo misterioso. E eu amo o que Xander fez com ele, a voz que eu escutava lendo os quadrinhos ganhou vida com ele. Gregory é um dos personagens mais interessantes e mais complicados dos quadrinhos, e acho que Xander se diverte muito com isso.

Então, temos Jesus e temos Gregory, o que significa que devemos estar perto de Hilltop. Como você descreveria essa comunidade e o papel que ela desempenha aqui nesse mundo maior?

Scott M. Gimple: A Hilltop teve um caminho completamente diferente de Alexandria ou do grupo de Rick. É uma experiência completamente diferente do Apocalipse, e isso resulta numa situação muito, muito diferente de Alexandria.

E acho que isso tem muito a ser explorada quando você tem duas comunidades que têm diferentes pessoas e diferentes experiências se conectando.

Scott M. Gimple: Isso é uma das coisas gigantes da série, as diferentes experiências do apocalipse e quem eles se tornaram depois dessas experiências. Isso é tudo, seja uma relação conflituosa ou amigável. Seja por violência ou misericórdia. Há quanto tempo essas pessoas estão dentro do apocalipse? São suas experiências de vida que conduzirá suas relações com estranhos.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Entertainment Weekly

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA