Siga-nos nas redes sociais

Destaque

5 Momentos que provam que Alpha é a melhor vilã de The Walking Dead

Confira cinco momentos que sustentam a teoria de que Alpha, a líder dos Sussurradores, é a maior antagonista inserida na série até o momento.

Publicado há

em

Desde o inicio da série nós já tivemos alguns vilões que se opuseram ao grupo de sobreviventes, alguns deles eram de pequeno porte e outros deixaram seus nomes marcados no escasso rol de antagonistas importantes. Na verdade, ao longo dos nove anos, The Walking Dead traz o GovernadorNegan Alpha como vilões centrais e outros como os Canibais e os Lobos como alongamento de história.

Com menos de oito episódios de presença na série, Alpha já é uma das maiores vilãs que os sobreviventes já enfrentaram em seus nove anos de apocalipse zumbi. Tal afirmativa pode ser comprovada por alguns de seus momentos apresentados nos episódios. Confira abaixo cinco momentos que sustentam a teoria de que a líder dos Sussurradores é a maior antagonista inserida na série até o momento.

1 – Alpha tem um passado vilão

Alpha não é uma pessoa boa que se transformou, sua essência é má.

Diferente de pessoas como o Governador e Negan, que eram homens pacíficos e que por não saberem lidar com suas perdas acabaram se perdendo mentalmente, Alpha sempre foi uma pessoa má. Ao menos é o que comprova o décimo episódio da nona temporada, Omega que traz alguns flashbacks do passado de Lydia com a mãe.

Durante o episódio nós seguimos a narrativa da jovem, que sempre viveu em uma espécie de confusão mental, acreditando que a matriarca era uma boa pessoa e que seu pai era um monstro e por isso acabou sendo morto. Ao longo do período que Lydia remexe em suas memórias, ela acaba descobrindo que acabou invertendo os papéis e que a má pessoa, autoritária e que não se importava com ninguém além de si própria era Alpha e que seu pai tentou agir de forma correta e justa.

Então, é próprio afirmarmos que Alpha, diferente dos outros vilões, tem em sua essência a maldade e o apocalipse só ajudou ela a aprimorar seus talentos vilanescos.

LEIA TAMBÉM:
Quem é Gamma e o que ela pode agregar aos Sussurradores em The Walking Dead?

2 – Alpha é um animal

Alpha não possui humanidade.

Por mais que Negan tenha feito sua estreia estourando a cabeça de dois grandes personagens, digamos que ele tinha seus motivos – o grupo de Rick havia matado alguns de seus homens – e ao longo do tempo fomos vendo que além de sua loucura, o líder dos Salvadores tinha resquícios de humanidade. Tanto é verdade que agora, depois de anos preso, Negan parece ter tido bastante tempo para refletir sobre seus atos passado e se reestruturou – não que tenha atingido a perfeição mental, mas quem atingiria em um apocalipse, não é mesmo?

Entretanto, Alpha já deixou claro que não se sente uma pessoa suscetível aos sentimentos humanos. Mesmo parecendo que sua busca pela filha era um demonstrativo de fraqueza emocional, Alpha recebeu Lydia com um ato violento e não pareceu se importar em demonstrar qualquer tipo de afeto para a garota.

Ela declara durante vários momentos que ela é o animal alfa (e talvez por isso o nome) e o restante é o seu bando. Inclusive, temos uma cena apavorante de dois membros dos Sussurradores a desafiando pela liderança, o que resulta na vilã decapitando um deles na frente de todo o grupo, no maior estilo animal.

Ao final da temporada, vimos que ela está disposta a amplificar ainda mais sua frieza e ausência de sentimentos. Quando percebe que algum tipo de sentimento por Lydia existe, ela pede para que Beta a castigue até que aprenda a viver sem emoções. Ou seja, na décima temporada Alpha irá ainda mais longe nesse quesito.

3 – Alpha é um inimigo invisível e nômade

É difícil delimitar sua presença.

Ter um inimigo com um local fixo e totalmente identificável é um êxito. Uma locação própria demonstra empenho, emoções e sonhos que aquele inimigo depositou nesse ambiente. Por exemplo, Woodbury e a Fábrica eram pontos que traziam vulnerabilidade aos vilãos. Tanto que Rick atacou os dois pontos, mexendo com estruturas físicas e emocionais dos vilões. Além do mais, Rick conhecia o Governador e Negan em suas figuras. Mas e quando o inimigo consegue se camuflar em meio a hordas gigantescas e não possui um local fixo de estadia?

Alpha e seu bando podem chegar a qualquer momento e estar em qualquer lugar. Qualquer saída em dupla para buscar suprimentos, que antes era algo corriqueiro para os sobreviventes, pode ser o risco de encontrar Alpha e seus seguidores em grande número – é o que depõe a história de AldenLuke. Então, tudo é um perigo quando esses inimigos estão soltos pelas florestas que circundam as comunidades.

LEIA TAMBÉM:
10ª Temporada de The Walking Dead focará em paranoia e traumas

4 – Alpha conhece os pontos fracos

The Calm Before matou dez personagens em uma cena só.

Dez cabeças para atingir cada um dos sobreviventes.

Se Alpha é um animal sem sentimentos, ela sabe que seus inimigos são totalmente seu oposto e possuem sonhos, projetos e isso inclui pessoas que eles aprenderam a amar durante seus nove anos apocalípticos. E como afetar seus opostos da forma mais dolorosa possível? Tirando deles pessoas importantes.

Alpha quis munir seus inimigos de ódio. Ela tirou aqueles que possuíam relações familiares, aqueles em quem ela identificou em sua estadia na feira das comunidades uma história de felicidade e plenitude. Separou casais, mães e filhos, líderes. O discurso de que isso servia como um aviso não é totalmente coerente. A ideia de Alpha é atrair as comunidades para uma guerra, manipulando seus sentimentos e dando-lhes motivos para isso. Como já dito, ela é invisível e inlocalizável, o que facilita sua atuação contra os sobreviventes, podendo sempre afetar seus psicológicos.

5 – Alpha é o primeiro inimigo depois de anos

O grupo precisará voltar para a guerra.

Os sobreviventes são experientes em lutar contra inimigos. Ao menos foram nos três primeiros anos de apocalipse, enfrentando desde os salteadores da fazenda de Hershel até o grandioso grupo de Salvadores de Negan. Entretanto, embora tenham passado três anos lutando, com o salto temporal entre o quinto e o sexto episódio da nona temporada eles tem passado o dobro do tempo em situação de paz. Ou seja, dois terços de suas vidas apocalípticas estão sendo vividas sem a presença de ameaças. Além do mais, esses seis anos sem guerra não parou as ações biológicas e o envelhecimento desses homens e mulheres. E, os Sussurradores são o primeiro inimigo que eles enfrentam sem a liderança de Rick.

Então, Alpha que é totalmente experiente, pega nossos sobreviventes praticamente em uma estaca zero de experiência apocalíptica, acostumados a estarem reclusos em suas comunidades – Jesus e Aaron comentam no sétimo episódio da nona temporada que há uma proibição em Alexandria e  Hilltop de os sobreviventes saírem das localidades – e em paz, agora eles tem uma ameaça os rodeando. Será que eles serão suficientes para ela?

Você concorda que Alpha vem se concretizando como o maior inimigo que os sobreviventes já enfrentaram? Comente abaixo sua opinião.

Publicidade
Comentários

EM ALTA