Siga-nos nas redes sociais

Listas

10 vezes em que Daryl Dixon foi um babaca em The Walking Dead

Listamos 10 momentos em que Daryl Dixon foi desrespeitoso com alguma pessoa ou com o grupo ao longo das temporadas de The Walking Dead.

Publicado há

em

The Walking Dead se afastou muito das histórias em quadrinhos e agora que estamos na décima temporada, o protagonista principal é um personagem que nem existe por lá. A popularidade de Daryl Dixon (Norman Reedus), no entanto, o ajudou a se tornar o rosto da série.

Ainda assim, como acontece com todos os personagens do programa, Daryl tem muitas áreas obscuras, e algumas delas o apresentaram de uma maneira que não o faz parecer uma pessoa muito acolhedora. Embora estejamos amando Daryl como o novo líder de The Walking Dead, ainda existem dez vezes em que ele menos parecia o protagonista principal de hoje e mais um cara azedo.

Confira abaixo uma lista que mostra 10 vezes em que Daryl Dixon foi um babaca.

10 – Sua personalidade original

Para que o desenvolvimento do personagem de Daryl fosse perceptível, ele precisava aparecer como um idiota no início de seu mandato no programa. Foi por ele ser tão inacessível naquela época que vimos como Daryl se tornou diferente da segunda temporada em diante.

Ainda assim, quando o vimos pela primeira vez, ele era tudo menos um cara legal, pois sua raiva era seu principal atributo. Ele era mais ou menos como Merle Dixon (Michael Rooker), e era propenso a ter explosões violentas e rotineiramente ameaçar pessoas.

LEIA MAIS:
10 coisas que podem acontecer na 10ª temporada de The Walking Dead

9 – Quando Daryl ficou bravo com Beth

Sinceramente, Beth trouxe a raiva de Daryl por conta própria, e não por culpa de Daryl. Beth simplesmente presumiu que Daryl estava na prisão antes do fim do mundo, julgando seu passado e o fato de que seu irmão era um condenado conhecido, que o ofendeu.

Enfim, ele poderia ter sido um pouco menos duro com Beth, que deveria ser apenas uma adolescente na época – muito protegida por isso. Assim que ele descobriu as suposições de Beth, Daryl explodiu de raiva por ela pensar nele como um criminoso, assustando-a bastante. Ele provavelmente poderia ter lidado melhor com a situação.

8 – Quando ele presumiu a nacionalidade de Glenn

Sendo um caipira, você não pode esperar que Daryl tenha sido politicamente correto, mas ele estava sendo ofensivo. Este era um atributo compartilhado com seu irmão, pois Daryl supôs que Glenn fosse chinês puramente baseado em sua aparência, em vez de esclarecer suas origens verdadeiras de alguma forma.

Quando Glenn corrigiu Daryl de que ele era coreano, Daryl deu de ombros e respondeu com “tanto faz”, já que ele não se importava. No mínimo, vimos Daryl reconhecer Glenn como coreano dois anos depois, quando Merle fez a mesma suposição, então…

7 – Quando ele abandonou o grupo

Em vários pontos do série, a maioria dos personagens principais acabam sendo culpados de fazer isso com seus amigos, com Daryl não foi exceção. Em várias ocasiões, Daryl se afastou do grupo com razões ambíguas, e tentativas de trazê-lo de volta só atraíam palavras duras de Daryl como reação.

Vimos isso acontecer no mais contexto da 6ª e da 9ª temporada, nas quais ele passou anos sozinho porque não queria estar perto de ninguém após a “morte” de Rick.

LEIA MAIS:
Nova temporada de The Walking Dead terá transmissão simultânea no Brasil e EUA

6 – Quando ele arrumou uma briga com Rick

O caso mais impressionante de Daryl ter sido azedo com Rick foi durante a 9ª temporada.

Aqui, Daryl e Rick tiveram uma briga real por causa de suas diferenças. Isso resultou em Daryl ser irracional e querer se desviar dos planos de Rick, fazendo com que ele o atacasse quando um acordo não pôde ser feito.

5 – Quando Daryl quis matar as pessoas no Santuário

O que levou a luta de Daryl e Rick? Seria a disposição de Daryl de matar todos no Santuário. Seu raciocínio era que as pessoas ali eram como Negan, mas o que Daryl não considerava era que, matando tantas dessas pessoas, ele se tornaria pior que Negan.

Ainda assim, na época ele não tinha isso em mente, e Daryl tentava tudo o que podia para fazer o Santuário cair. Isso envolvia matar qualquer Salvador à vista e deixar os zumbis invadirem o Santuário para comerem qualquer um que encontrassem.

4 – Quando Daryl deixou o Santuário

Para ser justo, Daryl não estava exatamente errado em querer deixar o Santuário depois que ele foi promovido ao líder da comunidade, apesar de seu desejo de não ser. Os Salvadores acabaram sendo uma causa sem esperança a longo prazo, mas essa situação não foi ajudada pela relutância de Daryl.

Rick visitaria Daryl e o encorajaria a continuar como líder, mas Daryl causou mais dores de cabeça dizendo que não havia sentido em tentar manter o Santuário funcionando por ser uma fábrica. Ele pode estar certo, mas não era a coisa certa a dizer a um Rick já preocupado na época.

LEIA MAIS:
Diretor de Death Stranding fala sobre a polêmica envolvendo o pênis de Norman Reedus

3 – Quando ele não acreditou em Alexandria

Todos no grupo eram meio idiotas para o povo de Alexandria quando eles chegaram lá, pois evitavam todos os outros e ficavam juntos em uma casa. Dessas pessoas, Daryl era de longe o mais distante, não querendo fazer nenhum amigo.

Ele só ficou perto de Aaron, e isso só aconteceu depois que ele descobriu que o pensamento deles estava alinhado. No que diz respeito a se misturar com os outros, Daryl não fez nenhum esforço em querer parecer amigável.

2 – Quando ele matou Morales

Como parte de sua filosofia de querer matar qualquer Salvador que ele visse, Daryl decidiu que não se importava se um Salvador em particular era alguém que ele conhecia. Vimos isso quando Daryl interveio no impasse entre Rick e seu ex-amigo Morales.

Aqui, Rick tentava convencer Morales a ficar do lado deles, pois relutava em brigar com uma pessoa que considerara amiga. Quando Morales recusou a oferta, ele foi morto quando Daryl o atacou. O apelo horrorizado de Rick, avisando de que a vítima era Morales, recebeu apenas frieza da parte de Daryl, que argumentou que isso não significava nada para ele.

1 – Quando ele causou a morte de Glenn

O fato de Daryl ser cabeça quente ia sair pela culatra em algum momento, mas tinha que ser no pior momento?! Claro, Daryl era protetor das pessoas de quem se aproximava; no entanto, isso não passava de uma coisa complicada de se fazer.

Quando Negan zombou de Rosita sobre a morte de Abraham, Daryl interrompeu o discurso de Negan e atingiu o homem na cara. Sabendo que matar Daryl seria fácil demais, Negan decidiu puni-lo com uma pancada na cabeça de Glenn, para que Daryl horrorizado observasse as consequências que provocou. Ser emocional não era desculpa nessa situação, pois Daryl sabia que qualquer hostilidade de sua parte definitivamente teria terminado em uma tragédia ou outra – ainda assim, ele ainda optou por agir com agressão e Maggie sofreu por isso.

Você concorda com a lista acima? Lembra de outra ocasião em que Daryl foi um babaca? Compartilhe conosco nos comentários abaixo!

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA