Siga-nos nas redes sociais

4ª Temporada

REVIEW S04E12 – Still: Primeira vez

Publicado há

em

Dos personagens com menos visibilidade, sem dúvidas, Beth é uma das mais interessantes. Ela pode não chamar muita atenção ou não ser uma grande guerreira, mas se você quiser escrever um tratado sobre como as pessoas lidam com a dor, basta observar a filha caçula do fazendeiro.

Na segunda temporada, Beth esteve no centro da polêmica sobre suicídio, quando se perguntava por que deveria continuar vivendo num mundo devastado pela praga zumbi. Já no início da quarta temporada ela tomou o caminho da aparente apatia. Para não sofrer, Beth preferiu não se apegar às pessoas ao redor e assim minimizar a dor no caso de uma perda, até que Hershel a convenceu de que havia esperança e de que valia a pena correr riscos.

Agora, sem seu pai e irmã, o suicídio ou a apatia voltam a ser alternativas plausíveis, mas ela toma outro caminho. De um jeito curioso, Beth encontra seu motivo de viver: experimentar o seu primeiro copo de bebida.

Sem dúvidas, este é um dos grupos mais heterogêneos. Beth é a adolescente sensível que desde cedo foi protegida pela família. Vivendo numa redoma, ela não pôde experimentar os prazeres e responsabilidades da vida adulta. Já Daryl veio de um lar desestruturado chefiado por um pai abusivo. Desde cedo, ele teve que aprender a se virar e assim como Beth, não pôde experimentar as delícias de uma família normal. O casal é uma verdadeira antítese: Se Beth nunca tinha provado álcool, Daryl nunca havia sentido o gosto de frozen iogurte.

No fim das contas, eles não são tão diferentes, e através das semelhanças eles conseguem superar as recentes perdas e encontrar forças para continuar seguindo em frente.

beth-greene-daryl-dixon-still-the-walking-dead-4-temporada

Observações:

– Levanta a mão quem pensou nisso aqui quando Beth disse que o pai dela já havia sido preso por beber embriagado.

– Embora Still tenha esse climão de “vai não vai”, Beth e Daryl não foram (e o lança-chamas de Carol continua guardado, por enquanto).

– Faltam apenas um mês para o fim da quarta temporada e, como é de se esperar, nem todos vão sobreviver. E para descobrimos quem não deve ficar para a quinta temporada, nós vamos começar o nosso “bolão”. Vai funcionar da seguinte forma: cada um deve listar abaixo aquele personagem que tem mais chances de sobreviver e aquele que com certeza deve ir desta para melhor.  Não esqueçam de colocar os motivos, hein.

Semana que vem tem mais. Até lá!

Publicidade
Comentários

EM ALTA