Siga-nos nas redes sociais

11ª Temporada

Jeffrey Dean Morgan fala sobre o futuro de Negan após o final de The Walking Dead

O ator Jeffrey Dean Morgan comentou sobre as cenas entre Negan e Maggie no episódio final de The Walking Dead.

Publicado há

 

em

Negan em cena da última temporada de The Walking Dead.

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do 24º episódio, S11E24 – “Rest in Piece”, da 11ª temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

Não existiu um tagarela maior no Universo The Walking Dead do que Negan (Jeffrey Dean Morgan). O cara adora positivamente o som de sua própria voz. Mas em uma das cenas mais cruciais do episódio final de The Walking Dead, o homem que nunca conheceu uma piada, uma resposta ou uma crítica que não gostasse não tinha nada a dizer.

Depois de se desculpar com Maggie (Lauren Cohan), Negan sentou-se e ouviu em silêncio enquanto Maggie lhe dizia que não poderia perdoá-lo pelo que ele fez com seu marido Glenn e por “zombar de mim enquanto ele estava morrendo”. Mas ela acabou dizendo a ele: “Se você e Annie quiserem ficar, vocês ganharam seu lugar”.

Então, Negan ficou? A última coisa que vimos dele na série foi evitar um jantar com o resto da turma, trocando acenos por uma janela com Daryl (Norman Reedus) antes de ir embora. Mas para onde ele estava indo? Negan realmente aceitou o convite de Maggie para ficar?

“Ele não vai ficar por aqui”, Morgan disse à EW. “Ele vai começar uma família e recomeçar.” Talvez seja o melhor, considerando que Maggie acabou de dizer a ele que ela pode não ser capaz de olhar para ele com frequência. E aquele aceno para Daryl certamente parecia um adeus.

“Ele tem aquele momento com Daryl, e então ele vai embora”, diz Morgan. “É isso. Acho que todos chegaram a um entendimento. Houve um nível de aceitação com Negan, que eu acho que foi uma batalha árdua para Negan. E é claro, então ele sai. Ele e sua esposa estão indo embora.”

A Entertainment Weekly conversou com Morgan sobre suas duas grandes cenas Negan-Maggie com Cohan, e por que Negan “precisava calar a boca”. Confira:

LEIA TAMBÉM:
CRÍTICA | The Walking Dead S11E24 – “Rest in Piece”: Aqueles Que Vivem

Entertainment Weekly: Obviamente, há mais história por vir com Dead City, mas como você se sente sobre como a história de Negan foi encerrada na série principal?

Jeffrey Dean Morgan: Eu acho que Negan teve algumas despedidas nisso, e na verdade havia mais despedidas no roteiro original, e o diretor [Greg Nicotero] e eu estávamos tipo, “Deus, há realmente quatro cenas que são meio que despedidas de Negan. Vamos reduzir um pouco.” Eu pensei que era importante obviamente que tivéssemos o momento Negan e Maggie. Eles não são aliados. Eles nunca serão aliados. Eles não vão ser amigos. Mas acho que há um entendimento.

Eles têm um entendimento neste momento. Achei que era uma forma importante, especialmente depois do ano passado, passamos tanto tempo juntos. Levamos muitos anos para trabalharmos juntos antes que tivéssemos algumas cenas que fizemos nesta temporada, então achei legal. Esse foi o maior adeus de Negan neste final.

Vamos falar sobre essas duas grandes cenas de Negan e Maggie. Primeiro, temos toda essa cena em que Negan vai pegar Pamela (Laila Robins) para que Maggie não precise, mas depois ela o encontra e o vemos finalmente se desculpando da maneira mais sincera que já vimos. Como foi para você filmar essa cena?

Jeffrey Dean Morgan: Eu sabia que era o final da série, então eu queria ter um momento sincero com Maggie, com Lauren e sua personagem, por tanto tempo. Eu tenho pedido por isso porque toda cena sempre, ou ela vai dizer algo que vai cortar os joelhos dele, ou ele vai dizer algo sarcástico e explodir qualquer tipo de boa vontade que eles poderiam ter ou tiveram. Acho que houve alguns momentos ao longo deste ano em que esteve perto. Tem estado perto de Negan se desculpar, e ela talvez ser capaz de ver o ponto de vista dele, seja ele qual for.

Ela nunca iria perdoá-lo. Nunca haverá essa grande amizade. Simplesmente não vai ser e isso não pode acontecer, mas avance rapidamente para o final, e aí está! É breve, mas é tão honesto quanto acho que Negan pode ser. Negan não gosta de compartilhar seus sentimentos, o que eu acho que é bom. Ele sempre terá uma armadura ao seu redor, assim como ela tem com ele. Então, acho que você viu um tipo de compreensão desconfortável.

Nós nos divertimos muito trabalhando juntos. Nós gostamos muito da companhia um do outro, Lauren e Jeff gostam. É difícil e divertido para nós ao mesmo tempo, pois nos odiamos na tela, e fora da tela, nos abraçamos. Percorremos um longo caminho em seis anos. Quando eu comecei a série, Lauren não queria fazer contato visual comigo, então aqui estamos. Mas foi divertido. Foi ótimo que essa cena estivesse lá, e eu acho que foi importante. Eu acho que a showrunner [Angela Kang] sabia que aquela cena precisava estar lá. O diretor de conteúdo [Scott M. Gimple] sabia que aquela cena precisava estar lá. Isso nos dá a oportunidade de continuar a história.

LEIA TAMBÉM:
Destino de Rosita em The Walking Dead foi ideia de Christian Serratos

Eu amo a segunda cena também, porque Maggie tem essa grande conversa para Negan sobre perdoar, mas tem problemas para esquecer, e o que foi tão interessante para mim sobre isso é que as últimas cinco temporadas levaram a isso, e aqui temos Negan, o a maior tagarela de todos os tempos, e ele está completamente em silêncio em toda aquela cena. Como foi para você e para ele apenas sentar lá e absorver tudo isso?

Jeffrey Dean Morgan: Lembro-me de ouvi-lo e pensar: “Oh, eu poderia responder a isso.” Eu posso muito bem pensar no cérebro de Negan. Eu posso pular no cérebro de Negan e saber exatamente onde e o que vai fazer com que ele diga algo um pouco sarcástico. Só um pouquinho, só o suficiente para dar uma cutucada.

Lembro-me de ouvir os ensaios dela fazendo isso e dizer: “Oh, cara”. Quero dizer, ela era ótima. Ela era tão boa. Mas eu ainda estava na minha cabeça pensando: “F—, Negan diria algo aqui.” Não importa se ele está entendendo e sendo legal. Ele ainda teria algum tipo de piada, mesmo que fosse apenas com senso de humor.

E não tive oportunidade, o que é bom. Negan precisava calar a boca. Não é a primeira vez. Ao longo dos anos, eu disse a Scott e Angela: “Ele precisa calar a boca”. E ele finalmente o fez. Foi bom, e era hora de ele ouvir de boca fechada. Dito isto, ainda na minha cabeça, as rodas estão girando e eu fico tipo, “Ah, há uma frase em algum lugar!”

Foi realmente eficaz dessa maneira porque realmente foi impactante, o fato dele não dizer nada.

Jeffrey Dean Morgan: É importante ele não ter dito nada. Se houvesse algo lá, eu provavelmente teria lutado contra isso. Mas acho que todo mundo sabia que era difícil para Negan calar a boca. É um acúmulo de muitas lições que ele aprendeu nos últimos dois anos também. Eu acho que ele está aprendendo que é hora de apenas ouvir e não fazer um comentário sarcástico, ele levou muito tempo para aprender isso. Nem sorria. Estou feliz que eles nos deixaram fazer isso.

O que você achou dos momentos finais de Negan? O que espera do futuro do personagem no spin-off? Deixe todos os seus pensamentos e teorias nos comentários abaixo!

Publicidade
Comentários