Siga-nos nas redes sociais

11ª Temporada

The Walking Dead S11E11: 5 coisas que você pode ter perdido em “Rogue Element”

Rogue Element foi o décimo primeiro episódio da 11ª temporada de The Walking Dead. Veja aqui 05 coisas que você pode ter perdido.

Publicado há

 

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do décimo primeiro episódio, S11E11 – “Rogue Element”, da 11ª temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

Eugene (Josh McDermitt) começa a investigar por conta própria o desaparecimento de Stephanie (Chelle Ramos). Ele fica obcecado em encontrar a amada e invade a casa de um homem à procura de provas

Porter logo encontra Stephanie novamente conspirando com Lance (Josh Hamilton) para uma tarefa desconhecida, e faz Lance confessar que “Stephanie” era uma mulher disfarçada chamada Shira que foi usada para fazer Eugene confessar a localização de Alexandria devido a muitas inconsistências durante a audição do grupo. Lance diz a Eugene que o grupo está melhor agora, apesar de seu coração estar partido por Shira.

Enquanto isso, Connie (Lauren Ridloff) e Kelly (Angel Theory) investigam os militares da Commonwealth e seu tratamento de Tyler Davis (Cameron Roberts), e Carol (Melissa McBride) ajuda Lance a lidar com uma comunidade vizinha cujo líder está extorquindo a Commonwealth por dinheiro. Eugene é mais tarde abordado por “Max” (Margot Bingham), que se revela ser a mulher com quem ele estava em contato pelo rádio.

Entre desaparecimento, investigações e revelações, talvez você tenha deixado passar alguma coisa no episódio. Por isso, separamos cinco detalhes de “Rogue Element” que você pode ter perdido. Confira:

1. Max é irmã de Mercer

LEIA TAMBÉM:
CRÍTICA | The Walking Dead S11E11 – “Rogue Element”: Sentença Invisível

Esta é uma mudança completa dos quadrinhos. Ao questionar Mercer, Connie menciona que a mulher que Tyler fez refém no episódio “New Haunts” é irmã de Mercer.

Max revela no final do episódio que ela era na verdade a mulher misteriosa falando no rádio com Eugene o tempo todo.

Este é um grande afastamento dos quadrinhos, onde Stephanie e Mercer não estão relacionados.

Josh McDermitt, que interpreta Eugene, disse ao Insider que pode ser “ruim” no futuro se Eugene descobrir que eles são irmãos.

2. Uma sobrevivente de abuso

LEIA TAMBÉM:
GALERIA | Todas as fotos do Episódio 11 da 11ª temporada de The Walking Dead

Carol também costumava esconder seus ferimentos de Ed. Na primeira temporada, Andrea e Shane intervieram.

Quando Carol percebe que uma mulher cobre sutilmente um pulso enfaixado e desvia o olhar, ela se lembra de seu próprio relacionamento abusivo com Ed.

Carol junta as peças e, após corroborar suas suspeitas com um tenente, intervém para que Moto não possa mais machucá-los.

3. A lista de nomes que Connie recebe

LEIA TAMBÉM:
Por dentro do episódio “Rogue Element” de The Walking Dead com Angela Kang

Quase todos os nomes da lista que Connie recebeu pertencem a alguém que trabalha em The Walking Dead.

A lista contém funcionários da AMC e membros da equipe de The Walking Dead, incluindo a vice-presidente executiva de relações públicas da AMC Networks, Marnie Black, o presidente da AMC Studios, Dan McDermott, e o supervisor de efeitos visuais, Tommy Harris. Confira a lista completa:

Aaron McLane (supervisor de efeitos visuais)
Bobby Schweitzer (treinador chefe de cães)
Marnie Black (vice-presidente executiva de relações públicas da AMC Networks)
Garrett Immel (maquiador)
Brad Carey (verdureiro)
Ramon Guzman (figurinista do set)
Katy Morecraft (gerente de segurança em saúde)
Afton White (gerente de locações)
Casey Barkhurst (secretário de produção)
Dan McDermott (presidente da AMC Studios)
Monty Simons (ex-coordenador de dublês)
Tommy Harris (supervisor de efeitos visuais)

4. The Walking Dead mudou completamente a personagem de Stephanie

LEIA TAMBÉM:
O que acontece com Stephanie na HQ de The Walking Dead?

No série, é revelado que “Stephanie” era na verdade uma mulher chamada Shira que estava de olho em Eugene.

Nos quadrinhos, esse não é o caso. Stephanie é e sempre foi a pessoa no rádio que inicia um relacionamento com Eugene.

No final do episódio, uma mulher chamada Max (Margot Bingham) afirma que ela é a pessoa que estava falando com Eugene via rádio. Ela usou o nome Stephanie como uma maneira de se proteger.

Nos quadrinhos, havia uma pessoa chamada Maxwell Hawkins que originalmente cumprimentou Eugene e alguns dos outros sobreviventes de Commonwealth.

5. Uma referência a “Caça-Fantasmas”

“Mother pussbucket” (“Seu filho da mãe”, em tradução livre), disse Moto.

Você pode ter pensado que esta fala era boba, mas o roteirista de The Walking Dead, Kevin Deiboldt, confirmou que o roteirista do episódio, David Leslie Johnson-McGoldrick, escreveu a referência ao personagem de Bill Murray, Dr. Peter Venkman, em “Os Caça-Fantasmas” (Ghostbusters).

Venkman entrega a fala perto do final do filme.

BÔNUS: Um mês se passou desde o último episódio

Kelly menciona brevemente que Tyler, o homem que manteve uma refém no baile de máscaras, está detido há um mês. Ao entrevistar Mercer, Kelly diz que “faz um mês desde que o ex-soldado Tyler Davis esteve no hospital sob escolta armada”.

Você percebeu algo além das coisas acima? Deixe abaixo nos comentários para que a gente também possa saber.

Publicidade
Comentários