Siga-nos nas redes sociais

10ª Temporada

Showrunner de The Walking Dead fala sobre o episódio “Stalker” e alerta sobre a Guerra dos Sussurradores

Angela Kang fala sobre a inspiração e a execução da invasão de Alexandria, assim como a batalha sangrenta entre Daryl e Alpha.

Camila Portella

Publicado há

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do décimo episódio, S10E10 – “Stalker”, da décima temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

Dante já morreu, mas as consequências dos atos do espião foram mostradas no 10° episódio da temporada de The Walking Dead, intitulado de “Stalker” (Perseguidor).

Beta conseguiu entrar em Alexandria graças a um túnel secreto que Dante construiu no túmulo da paciente que ele matou, Cheryl. Isso permitiu que Beta matasse inúmeros Alexandrinos e depois capturasse Gamma, que havia desertado para o outro lado. (Felizmente para Gamma, ela conseguiu escapar graças à intervenção oportuna de Gabriel e companhia, enquanto Beta conseguiu fugir).

A Entertainment Weekly conversou com a showrunner Angela Kang sobre a inspiração e a execução da invasão de Alexandria, assim como a batalha sangrenta entre Daryl e Alpha, que terminou com uma intervenção oportuna de Lydia. Confira:

ENTERTAINMENT WEEKLY: Vamos começar falando sobre Daryl vs. Alpha. Por que você decidiu colocar os dois em um embate?

ANGELA KANG: Na verdade, isso foi algo que questionamos: “será que devemos?” E então concluímos: “Nós realmente queremos colocar esses dois em uma cena de confronto!”, porque Daryl foi quem Alpha levou à beira do precipício e o mostrou sua gigantesca horda. Então parece que todas essas coisas se conectam. Pensei que seria um bom momento para os colocarem em combate.

Mas também foi complicado. Os dois são tão formidáveis que estávamos nos perguntando: “Como é possível colocar Daryl e Alpha para lutarem, sem os dois morrerem ou um deles morrer?” A resposta foi: “Eles têm que ficar gravemente feridos à beira da morte”. Foi a partir daí que tudo se desenrolou.

LEIA TAMBÉM:
CRÍTICA | The Walking Dead S10E10 – “Stalker”: Continuem assim!

Conte-nos sobre a decisão de nos mostrar a sequência de luta através do ponto de vista sangrento de Daryl.

Angela Kang: O engraçado é que essa sequência foi modificada algumas vezes no decorrer das coisas. A ideia nasceu em uma discussão com meu roteirista, Jim Barnes. Nós nos divertimos com isso na pós produção, porque nos deu a oportunidade de fazer algo que nunca fizemos antes.

Porém todo o conceito foi colocado na prática apenas durante a coreografia do confronto, que era muito complicado: como é que Daryl não vê Alpha? E nós pensamos: “Que tal ela realmente o cortar para que ele não pudesse enxergar direito?”.

Essas duas pessoas têm estilos de luta diferentes, então fomos meio que “negociando” com eles. Nós nos divertimos na gravação por causa dos novos tipos de efeitos visuais e a sequência de ação inédita.

Mais tarde, quando Lydia aparece, Alpha tenta convencê-la a matá-la. Esse é quase o passo final para tentar levá-la para o lado sombrio e substituir o papel da mãe?

Angela Kang: Na mente de Alpha, ela estava fazendo tudo isso por Lydia e quer que Lydia continue com seu legado. Essa seria a única maneira que ela gostaria de morrer. Mas os planos dela são frustrados porque apesar de haver uma pequena parte de Lydia tentada a acabar com tudo aquilo, o lado misericordioso dela falou mais alto. Lydia tem um bom coração, e ela quer continuar sendo boa e quer fazer parte do grupo que é o mais próximo de uma família que ela já teve, mesmo com sua própria mãe.

Lydia não quer ser arrastada para o mesmo nível que a mãe, onde nada importa além de apenas a sobrevivência dos mais aptos.

Agora acho que Alpha está em um ponto em que percebeu que perdeu Lydia. A “equação” de tudo foi moldada depois dessa percepção da vilã.

LEIA TAMBÉM:
Norman Reedus dá detalhes sobre o confronto sangrento com Alpha em The Walking Dead

A ideia de Beta entrar em Alexandria através do túmulo que Dante cavou foi típico de um filme clássico de terror. De onde veio todo esse conceito?

Angela Kang: Jim Barnes teve essa ótima ideia de fazer um filme de terror clássico em Alexandria, onde Beta começa a perseguir o povo. Eu fiquei tipo: “Eu amo essa ideia, mas como que ele vai conseguir entrar na comunidade”? Inicialmente descartamos muitas ideias. Eu mencionei que seria incrível ver ele saindo de um túmulo, só que eu não conseguia dar um contexto pra cena. Eis então que Jim e os roteiristas resolveram o problema. Dante matou Cheryl e depois cavou a cova, mas mesmo depois dos alexandrinos terem descoberto que Dante era um espião, quem iria sequer cogitar investigar a cova? Também queríamos garantir que o grupo não parecesse idiota. Uma vez que soubessem que Dante estava sabotando coisas em Alexandria, eles teriam olhado. Foi bem bacana o modo que todas essas coisas se desenvolveram entre os escritores da sala de roteiro. Foi tipo um projeto em grupo, para descobrir qual seria a melhor estratégia.

O que está por vir nos próximos episódios?

Angela Kang: Alpha teve esse confronto com a filha, e precisamos lembrar que ouvimos Michonne dizer no início da temporada: “Temos que garantir que Lydia permaneça segura, porque ela é basicamente uma proteção para nós”. Então agora tudo vai mudar, e essa guerra com os Sussurradores vai realmente começar. No próximo episódio, veremos o que acontece quando nosso pessoal descobre que os Sussurradores estão a caminho. Isso se tornará a grande história da temporada, daqui pra frente.

O que você achou do episódio dessa semana? E quais as suas expectativas para a Guerra dos Sussurradores? Deixe todos os seus pensamentos nos comentários abaixo!

Continue lendo
Publicidade
Comentários

10ª Temporada

The Walking Dead revelou porque Maggie foi embora e porque ela retornou

No episódio “Home Sweet Home”, Maggie contou a Daryl os motivos que a fizeram deixar Hilltop – e porque ela resolveu retornar agora.

Gina Machado

Publicado há

em

Maggie observando em imagem do 17º episódio da 10ª temporada de The Walking Dead

Maggie Rhee (Lauren Cohan) está de volta. Depois de anos na estrada, Maggie retornou a The Walking Dead quando os sobreviventes silenciaram os Sussurradores em “A Certain Doom“. Cerca de sete anos antes dos acontecimentos da 10ª temporada, Maggie planejou executar Negan (Jeffrey Dean Morgan), mas o deixou apodrecendo na prisão por assassinar Glenn (Steven Yeun). A viúva e seu filho de um ano de idade Hershel (Peyton Lockridge) deixaram sua casa em Hilltop com Georgie (Jayne Atkinson) – a benfeitora de óculos que trocou com Maggie uma chave para um futuro no episódio da 8ª temporada “The Key” – e no episódio “Stradivarius” da 9ª temporada, descobrimos que Maggie foi “a algum lugar distante” para ajudar Georgie com uma nova comunidade.

Sete anos depois, quando um Negan livre estraga o retorno de Maggie na estreia dos episódios extras da 10ª temporada, “Home Sweet Home”, onde Daryl (Norman Reedus) sai com Maggie para pegar Hershel (Kien Michael Spiller), agora com oito anos de idade, e o resto de seu povo em um ponto de encontro próximo. Os Rhees viveram com Elijah (Okea Eme-Akwari) e o povo de Cole (James Devoti) até recentemente, quando perderam uma vila para um bando de caçadores de humanos chamados Ceifadores (Reapers).

Quando Daryl diz a Maggie que temia que ela tivesse morrido depois que ela parou de enviar cartas para Carol (Melissa McBride) e seu grupo de sobreviventes, Maggie confessa:

“Fiquei longe do ponto de entrega por muito tempo. Mas quando estava perto… Quando estava perto, eu não parei.” Maggie explica que ela e Georgie, junto com as gêmeas Midge (Misty Ormiston) e Hilda (Kim Ormiston), iriam encontrar grupos e ajudá-los da mesma forma que Georgie ajudou Hilltop, mas as coisas “sempre dava errado”.

LEIA TAMBÉM:
Quem morreu no 17º Episódio da 10ª Temporada de The Walking Dead?

Ela não sabe o que aconteceu com Georgie – ela a viu pela última vez com as gêmeas há alguns verões perto de Knoxville, Tennessee, antes do trio ir para o oeste – dizendo a Daryl: “Eu fiquei com Hershel. E não muito depois, o lugar caiu e nós fugimos. Não a vi desde então.”

O que aconteceu com seu grupo? A aldeia que perderam? “Agora não”, Maggie diz a ele, incapaz de dizer tudo em voz alta – uma história para outra hora. Maggie quase voltou para casa depois de Knoxville, mas não o fez. Ela não conseguiu.

“A verdade é que saí de casa porque não poderia ter Negan ocupando mais espaço na minha cabeça. E então percebi que não queria trazer Hershel de volta a isso”, revela Maggie sobre seus anos de distância. “Na manhã seguinte, encontramos toda essa comunidade de pessoas que precisavam de nós tanto quanto nós precisávamos delas. E parecia que era para ser. Mas isso também acabou.”

Fugindo dos Ceifadores e incapaz de retornar à sua comunidade queimada até as cinzas por Alpha (Samantha Morton) e os Sussurradores, Maggie diz a Daryl: “Vou lidar com Negan se for necessário. No momento, a única coisa que importa é Alexandria.”

Continue lendo

10ª Temporada

Quem morreu no 17º Episódio da 10ª Temporada de The Walking Dead?

S10E17 – Home Sweet Home: Confira a lista com todos os personagens que morreram no Episódio 17 da 10ª temporada de The Walking Dead.

Rafael Façanha

Publicado há

em

Ainsley, Maggie e Maya escondidas na floresta em imagem do episódio 17 da 10ª temporada de The Walking Dead

Seu personagem favorito saiu do episódio 17, “Home Sweet Home” (Lar Doce Lar), da 10ª temporada de The Walking Dead, com vida? Confira aqui na contagem de corpos!

O episódio desta semana mostrou um pouco sobre Maggie e os desafios que ela enfrentou durante os anos que passou longe de Hilltop. Ela seguiu os passos da Georgie e tentou ajudar e guiar outras comunidades, porém não teve muito sucesso.

Finalmente conhecemos o seu filho, Hershel Rhee, que é bastante parecido com o seu falecido marido, Glenn, e alguns membros sobreviventes de sua antiga vila.

Ao final do episódio, somos apresentados a um novo inimigo – membro de um grupo conhecido como Ceifadores. Sem motivo aparente, ele caça e mata vários sobreviventes na floresta apenas para depois tirar sua própria vida com o intuito de não fornecer informações sobre sua possível comunidade.

Então, nem todos conseguiram sair vivos de “Home Sweet Home”. Por isso, listamos abaixo todos os personagens que morreram no episódio dessa semana.

LEIA TAMBÉM:
The Walking Dead S10E17: Quem são os Ceifadores?

Aqui está quem morreu no Episódio 17 de The Walking Dead:

– Jen
– Billy
– Gus
– Ainsley
– Maya
– Um membro dos Ceifadores
– Vários zumbis

Maggie, Daryl, Kelly, Elijah e Cole estão em busca de Hershel e de outros sobreviventes que estão desaparecidos na floresta. Em um determinado momento, eles avistam fumaça e encontram os corpos de Jen e Billy – membros da antiga vila de Maggie – queimados.

Seguido os rastros de Hershel, Daryl e Maggie acabam encontrando Gus, Ainsley e Maya, que estão sendo caçados por uma figura misteriosa na floresta. Enquanto eles conversam, Gus é acertado por um tiro do caçador e não resiste. O próximo alvo do vilão acabou sendo Ainsley, que serviu de armadilha para matar Maya.

Maggie e Daryl decidem então enfrentar o inimigo que acaba se revelando como um dos membros do desconhecido grupo dos Ceifadores. Após ser atingido por uma flecha, para evitar vazar qualquer informação sobre o grupo inimigo, ele acaba se matando com uma granada.

Continue lendo

10ª Temporada

The Walking Dead S10E17: Quem são os Ceifadores?

Novo grupo inimigo conhecido como Ceifadores é introduzido no episódio 17 – “Home Sweet Home” – da 10ª temporada de The Walking Dead.

Gina Machado

Publicado há

em

Mike Whinnet como um dos Ceifadores no episódio 17 da 10ª temporada de The Walking Dead

Um novo e brutal grupo de inimigos conhecidos como Ceifadores foi apresentado no primeiro episódio extra da 10ª temporada de The Walking Dead. Em “Home Sweet Home“, Maggie (Lauren Cohan) e Hershel Rhee (Kien Michael Spiller) voltam para casa pela primeira vez em sete anos com Cole (James Devoti) e Elijah (Okea Eme-Akwari). Maggie e seu filho viveram com o povo de Cole e Elijah até a recente perda de sua vila, o que impulsionou uma viagem de volta a comunidade de Hilltop – que, Maggie rapidamente descobre por Carol (Melissa McBride) que foi queimada por Alpha (Samantha Morton) e Negan (Jeffrey Dean Morgan) no auge da Guerra dos Sussurradores.

Quando Maggie confessa a Daryl (Norman Reedus) por que ela saiu de casa anos atrás e ficou longe, ela não consegue revelar o que aconteceu com sua vila. Enquanto a caminho para pegar Hershel e se encontrar com o resto de seu povo, Maggie e Daryl correm em direção a uma nuvem de fumaça que Cole sabe que são eles: “Eles nos encontraram.”

Enquanto uma distraída Maggie vasculha um esconderijo queimado em busca de Hershel, encontrando nada além de cinzas e um par de cadáveres fumegantes, Cole relata: “Eles devem ter nos seguido, Maggie. Fomos tão cuidadosos que não sei como, mas são eles. Eles estão aqui fora.” Quando Cole aponta que dois de seus companheiros estão mortos e os outros não voltaram, apesar do fogo extinto, ele conhece o culpado: “São os Ceifadores (Reapers)”.

Maggie e Cole revelam que os Ceifadores são pessoas que atacaram sua casa, surgindo do nada e destruindo tudo em seu caminho. Identificando sinais de que os sobreviventes em fuga se espalharam e seguiram para o norte, Daryl lidera o grupo naquela direção e se depara com Maya (Brianna Butler), Ainsley (Haley Leary) e Gus (David Atkinson) – mas não com Hershel.

LEIA TAMBÉM:
Onde vai passar os novos episódios de The Walking Dead?

O grupo identifica Jen e Billy como os corpos queimados, dizendo a Maggie que “algo na floresta matou Matty”. Um Gus frenético diz que os Ceifadores estão se escondendo na floresta, caçando-os um por um, e Ainsley diz a Maggie que seu filho está em algum lugar próximo com Kim.

Sem aviso, Gus é morto a tiros. Outro tiro derruba Ainsley. Uma terceira bala atinge Maya. Protegendo-se atrás de uma árvore enquanto os Ceifadores tentam matá-los, eliminando-os um por um, Daryl e Maggie descobrem que há um único atirador escondendo-se em algum lugar na floresta.

Quando Maggie foge para flanquear o atirador, um atacante camuflado (Mike Whinnet) vai para a matança. Maggie pisa em uma armadilha enquanto o aparentemente imparável atacante se esquiva dos ataques da lâmina de Maggie, parando apenas quando Kelly (Angel Theory) o acerta com um tiro do arco de Daryl.

Maggie interroga o atacante silencioso sob ameaça de morte, exigindo saber quem ele é e por que matou seus amigos e familiares. “Pope marcou você”, diz o atacante indiferente, revelando o pino puxado de uma granada que detona segundos depois – matando ninguém além de si mesmo na explosão.

Temendo mais ataques, o grupo fará o longo caminho de volta a Alexandria e cobrirá seus rastros para garantir que nada os siga de volta para casa. Com Hilltop em ruínas e um número desconhecido de Ceifadores ainda lá fora, Maggie e Hershel devem viver dentro das mesmas paredes que Negan em Alexandria.

“Pope” e os Ceifadores não existem nos quadrinhos, mas Whinnet interpretou anteriormente um Salvador não identificado na 7ª temporada de The Walking Dead. Ele poderia ser um velho inimigo em busca de sangue novo anos depois que Rick Grimes (Andrew Lincoln) encerrou a guerra contra os salvadores? Resta saber se os Ceifadores retornarão nos cinco episódios bônus restantes ou na 11ª temporada de The Walking Dead.

Continue lendo

EM ALTA