Siga-nos nas redes sociais

Audiência

Audiência The Walking Dead S09E08: Evolution – O menor número em uma midseason

Publicado há

em

Depois dos baixos números apresentados por seu antecessor, Stradivarius, uma das séries mais amadas do mundo parece estar vivendo um grande sufoco em relação à sua audiência. Ocorre que Evolution é um marco negativo no que diz respeito à audiência em uma midseason, atingindo 5,1 milhões de espectadores nos EUA.

Também, Evolution é a midseason com menor número em uma demo, atingindo 2.0, o que significa um desinteresse ligeiramente maior no público dos 18 aos 49 anos (alvo da série). Fora que, conforme avaliação online, o oitavo episódio da nona temporada atinge outro marco histórico: ser o pior avaliado pelos fãs em uma metade de temporada, já que na sétima e oitava temporada, por exemplo, as notas dadas mediaram em 3.4 pontos e Evolution atingiu médias de 2.5.

Para se ter uma ideia, a primeira midseason da série (Pretty Much Dead Already) na segunda temporada atingiu 6,62 milhões de espectadores, enquanto a última (no oitavo ano com How It’s Gotta Be) chegou à marca de 7,89 milhões.

Os canais responsáveis pela distribuição do show de TV justificam as grandes discrepâncias nos números afirmando que no atual ano a forma como se mede a audiência foi alterada, sendo desconsiderado os números de pessoas que assistem ao vivo em plataformas dos canais diversas da televisão (AMC Premiere e Fox Premium, etc.), o que significaria uma diferença de até 2 milhões em espectadores. Levando isso em consideração, Evolution teria chamado a atenção de 7 milhões de pessoas. Se isso é verdade? Cabe a própria consciência do canal responder. Uma pena, já que Angela Kang está fazendo um ótimo trabalho e a série está voltado (em questão de enredo) a seu padrão primordial.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA