Siga-nos nas redes sociais

Curiosidades

The Walking Dead S09E02: 5 coisas que você pode ter perdido em “The Bridge”

Publicado há

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do segundo episódio, S09E02 – “The Bridge”, da nona temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

Depois de uma estreia que contextualizou a audiência em relação aos acontecimentos pós-Guerra Total, nesta semana acompanhamos diferentes tramas que mostraram como pode ser difícil construir pontes no apocalipse – sejam elas literais ou figuradas.

No acampamento montado próximo à ponte que está sendo consertada, observamos a interação e os atritos entre membros das várias comunidades que vieram ajudar, resultando em alguns momentos de tensão. Enquanto isso, Michonne foi até Hilltop para tentar negociar com Maggie a situação do etanol desaparecido (etanol parece ser um recurso crítico em todas as séries da franquia). E em paralelo tivemos um pouco de romance no ar: Carol aceitou a aliança de Ezekiel e Anne e Gabriel formaram o casal mais inesperado do apocalipse.

Entre discussões, socos e membros decepados, talvez você tenha deixado escapar alguns detalhes. Então que tal dar uma olhada nas 5 coisas que você pode ter perdido em “The Bridge”? Confira:

1. Onde diabos fica Toledo?

O episódio começa no acampamento próximo à ponte que está sendo consertada. Lá estão reunidos membros de todas as comunidades, como mostra um poste com placas indicando direções: Oceanside, Alexandria, Santuário e… Toledo?

Diferente das comunidades que já conhecemos, Toledo é uma cidade real nos EUA, que fica em Ohio. E os leitores da HQ conhecem mais um lugar que fica nesse estado: o Império, comunidade liderada por Pamela Milton, que parece ter várias semelhanças com Georgie, personagem apresentada na oitava temporada.

Talvez não seja coincidência que neste mesmo episódio Jesus tenha mencionado a líder da comunidade misteriosa, dando a entender que ela e Maggie já trocaram algumas cartas e que foram feitos inúmeros convites para que Maggie deixe Hilltop para se juntar a Georgie. Seria, inclusive, uma boa maneira de afastar Lauren Cohan da série sem matar a personagem, deixando assim as portas abertas para um possível retorno ou eventuais participações especiais.

2. Rick segue aprendendo com os erros do passado

Na estreia falamos sobre as estacas nos portões de Alexandria, um exemplo de como os sobreviventes estão utilizando os erros do passado a seu favor. Nesta semana não foi diferente: Rick e Rosita conversam no começo do episódio sobre utilizar sirenes para desviar um grupo de mais de 100 zumbis, uma estratégia que foi aprendida da pior maneira possível.

No começo da sexta temporada, Rick e outros sobreviventes estavam tentando direcionar uma horda gigantesca para longe de Alexandria. No entanto, a buzina de um caminhão que se chocou contra um dos muros da comunidade ecoou por quilômetros, atraindo parte da horda e resultando em grandes perdas.

3. The Walking Dead: Guerra Civil

Ao longo do episódio foram feitas diversas menções ao desaparecimento de pessoas do Santuário. O combustível que deveria ser trocado pelos alimentos produzidos em Hilltop não foi entregue para Maggie, nem os homens responsáveis pela entrega retornaram para suas famílias. Algo aconteceu no meio do caminho, e a fala preocupada de Alden parece sugerir que eles foram vítimas de algum ataque. Será um sinal de que os Sussurradores estão cada vez mais próximos?

Pode ser que sim, mas considerando a forma como o arco atual se desenrola nos quadrinhos, podemos esperar que a trama de tensão entre as comunidades seja mais desenvolvida antes que a nova ameaça se concretize de fato. Listamos aqui alguns dos possíveis suspeitos.

4. A sala de Maggie ganhou novos ares

Durante a conversa entre Maggie e Jesus, é possível ver ao fundo que a sala ganhou novos quadros depois que ela assumiu a liderança de Hilltop. São retratos de seu marido Glenn e de seu pai Hershel, entre outras pessoas.

Os quadros foram pintados por Anne – nossa eterna Jadis. Era comum encontrarmos Anne pintando ou esculpindo no Lixão, e neste episódio ela estava fazendo o retrato de uma pessoa do passado de Gabriel.

5. Parte do discurso de Rick saiu direto dos quadrinhos

É comum em The Walking Dead que os roteiristas façam desvios em relação ao material de origem, mas mantenham-se fieis em momentos célebres. É o caso da conversa entre Rick e Negan neste episódio.

Os fãs dos quadrinhos provavelmente reconheceram parte do diálogo, já que as falas saíram diretamente da edição 129. A maior diferença entre os dois momentos é que na série ambos estão calmos e contidos em suas falas, enquanto na HQ há pouco espaço para gentilezas.

Você percebeu algo além das cinco coisas acima? Deixe abaixo nos comentários para que a gente também possa saber.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA