Siga-nos nas redes sociais

Série

The Walking Dead S09E01: Danai Gurira fala sobre a escolha de Michonne por um estatuto e não uma constituição

Publicado há

 

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do primeiro episódio, S09E01 – “A New Beginning”, da nona temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

Michonne (Danai Gurira) está se preparando para um futuro pós-Rick Grimes, independente dela saber se isso acontecerá agora ou depois. Na estreia da nona temporada Michonne propôs uma carta governamental para a confederação de comunidades, que forneceria uma base para manter a sociedade funcionando no caso de não haver um líder carismático mantendo todos juntos. E embora ela tenha se inspirado em uma exposição sobre a Constituição que viu na visita do grupo ao museu de história americano, ela está especificamente criando um “estatuto”, não uma “constituição”.

Rick e Michonne estavam na cama, repassando os acontecimentos do dia. “Eu estive pensando, talvez precisemos de um acordo entre todas as comunidades”, ela disse a ele. “Assim, ‘é nisso que acreditamos, é assim que nos tratamos uns aos outros, e é isso que acontece quando não o fazemos'”.

“Sim, é bom. Parece a hora certa”, ele respondeu.

“Nós não podíamos antes porque estávamos sempre correndo e lutando”, disse ela.

“É inteligente”, disse ele. “Construindo algo assim, isso poderia aproximar as pessoas.” Rick disse que Daryl (Norman Reedus) está preocupado que o Santuário vai se voltar contra eles. Michonne perguntou a Rick o que ela achava que deveriam fazer e ele disse que deviam consertar a ponte.

Consertar a ponte seria uma solução imediata para o problema. Michonne está pensando a longo prazo. “Vou conseguir que as pessoas concordem com um estatuto”, disse ela.

“Estatuto?” Rick disse. “Não uma constituição?”

“Estatuto”, respondeu Michonne.

Parece uma distinção importante. Infelizmente não estamos de boa com educação cívica. Então partimos para uma entrevista dada por Danai Gurira sobre o porquê de um estatuto e não uma constituição.

“Eu realmente mergulhei nisso, sabe”, disse Gurira. “Acho que tem a ver com complexidade. Estatutos, para mim, parecem ser mais simples. Uma constituição envolve um monte de pessoas eleitas, delegadas, enquanto um estatuto é algo que pode ser simplesmente promulgado e acho que, no final das contas, cresceu. Mas eu acho que a ideia de que ela está aderindo é que nós não temos representantes eleitos, então não podemos construir uma constituição ainda. Vamos começar por aqui, e então nos basearemos nisso.”

Pense no estatuto de Michonne como uma espécie de Artigos da Confederação, o documento mais limitado escrito durante a Guerra Revolucionária que guiou o governo federal antes que a Constituição fosse estabelecida. Apenas algo para obter todos os estados (ou comunidades) na mesma página antes do início do trabalho real a longo prazo.

Gurira acha que é apropriado que Michonne tenha tido essa ideia e não Rick, já que ela é a metade realmente inteligente do casal. “Para mim, faz tanto sentido que vem dela, e que [Rick] está tentando manter os elementos da matéria-prima”, disse ela. “Andy continuou dizendo durante essa cena que Rick está batendo muito acima de sua categoria de peso. A ideia é que Michonne é mais sofisticada que ele, em certo sentido, então sua mente lida com ‘construir uma ponte’ enquanto mente dela está em’criar um sistema de lei e ordem que pode durar por gerações.'”

“Eu amo como ela corrige ele, tipo ‘não, querido, eu tenho o cérebro”, acrescentou. “Você sai e constrói a ponte.”

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Publicidade
Comentários

EM ALTA