Siga-nos nas redes sociais

Curiosidades

The Walking Dead S08E09: 5 coisas que você pode ter perdido em “Honor”

Publicado há

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS dos quadrinhos originais e do nono episódio, S08E09 – “Honor” (Honra), da oitava temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido ou lido, não continue. Você foi avisado!

Depois de longos meses de espera, The Walking Dead retornou do hiato para continuar a Guerra Total e concluir a despedida de Carl – despedida que havia começado no midseason finale, quando foi revelado que o jovem Grimes fora mordido por um zumbi.

Apesar da morte de Carl ser deixada “pendente” no final do episódio oito, os roteiristas fizeram algo bem diferente dos cliffhangers cretinos com os quais a audiência acabou se acostumando ao longo das últimas temporadas. Ao invés disso, o episódio nove, “Honor” (Honra) deu um bom fim para a jornada de Carl, alternando presente, passado, lembranças e desejos utópicos. Outros pontos da guerra também tiveram seus momentos, quando pudemos ver um pouco mais da fuga dos moradores do Reino e do resgate de Ezekiel por Carol e Morgan.

Além da grande despedida, o episódio teve alguns detalhes e referências mais sutis que nem todos podem ter percebido. Então confira agora as cinco coisas que você talvez tenha perdido em “Honor”:

1. A misericórdia prevalecerá sobre a ira

No começo do episódio, vemos Rick em um futuro incerto dizendo “minha misericórdia prevaleceu sobre minha ira”. Essa cena não é nova, ela já havia aparecido no primeiro episódio da temporada, sem muito contexto para a audiência. Foi nesse mesmo episódio que Rick e Carl encontraram Siddiq pela primeira vez, e logo depois Rick colocou o coitado para correr sem maiores motivos. Antes de fugir, no entanto, Siddiq cita a mesma frase, que é um trecho do Alcorão, explicando que é algo que sua mãe costumava dizer.

Oito episódios depois, ainda não se sabe exatamente em que contexto Rick dirá a frase, presumivelmente ao fim da Guerra Total, mas a relação entre os dois momentos ficou bem mais clara. Agora sabemos que aquela fala está relacionada ao pedido final de Carl para que o pai dê fim à guerra e encontre paz entre seu grupo e os Salvadores.

É significativo que Rick esteja recitando justamente uma frase dita por Siddiq, ainda mais depois do acontecido. Talvez o novo amigo de Carl ajude Rick com as decisões difíceis a serem tomadas enquanto seguem adiante.

2. Adoçando a vida no apocalipse

Quando Siddiq e Carl estavam escondidos no esgoto de Alexandria, os dois amigos dividiram uma barra de Big Cat, um chocolate fictício que só existe na série.

Pelo jeito esse é o chocolate preferido de Carl – ou talvez uma das poucas opções que sobraram no apocalipse – porque esta não é a primeira vez que o vemos apreciando um Big Cat.

Na quarta temporada, quando o grupo estava separado e se dirigindo para Terminus após a queda da prisão, Carl e Michonne tinham uma pequena aposta durante o caminho: os dois andavam se equilibrando nos trilhos do trem, e quem caísse por último poderia escolher um dos dois chocolates que eles haviam encontrado. Carl ganhou e escolheu o Big Cat, mas acabou dividindo com Michonne.

3. Não estranhe os cortes bruscos nas cenas

Algumas pessoas reclamaram sobre as transições e mudanças bruscas no ritmo do episódio, que cortava da despedida de Carl no esgoto direto para as cenas de ação com Carol e Morgan. Chegaram até a cogitar que isso havia sido feito (sem tanto sucesso) apenas para agradar a audiência, por causa das reclamações sobre episódios de ritmo mais lento. Mas não se enganem, essa era exatamente a intenção de Greg Nicotero, que dirigiu o episódio.

Em uma entrevista para o Business Insider, Nicotero explicou que as cenas de Morgan foram construídas de forma que ele parecesse uma força assassina, impossível de parar. Quando ele sai perseguindo Gavin, arrastando seu bastão pelo chão, a sensação de que estamos em um filme de terror é proposital.

“Eu filmei aquela sequência com Morgan muito parecida com um filme de terror porque eu queria que a sequência inteira com Morgan fosse implacável, alternando aqueles momentos calmos de Carl descrevendo o futuro diretamente para Morgan, que está matando todo mundo que consegue e literalmente puxando suas entranhas pra fora.”

4. Lori foi lembrada durante a despedida de Carl

Em sua despedida final de Judith, Carl divide com a irmã algumas palavras que ouviu de sua mãe quando a irmã nasceu. “Antes da mamãe morrer, ela disse que eu iria derrotar esse mundo. Eu não consegui, mas você vai. Eu sei que vai.” diz ele para a irmãzinha.

Até onde a série já mostrou, essa foi a primeira vez que Rick ouviu Carl falar sobre as últimas palavras de Lori, que morreu no parto de Judith.

“Você deve fazer o que é certo. Prometa pra mim que você sempre fará o que é certo. É tão fácil fazer a coisa errada nesse mundo. Então não faça… se parecer errado, não faça, está bem? Se parecer fácil, não faça. Não deixe que o mundo o estrague. Você é tão bom.”

Carl de fato honrou os pedidos de sua mãe nesses últimos episódios ao pedir que o pai encerre a guerra contra Negan e ao colocar todos em segurança durante o ataque.

5. “Precisa ser alguém que você ama”

Em seus momentos finais, Carl tenta alcançar a arma, sob o protesto de Michonne. Carl diz que ele mesmo deve dar fim a sua vida, uma vez que ainda está em condições de fazê-lo. Michonne começa a dizer que “isso deveria ser feito por alguém…” e é interrompida por ele, que completa “eu sei, eu sei, alguém que você ama”.

Essa é uma conversa que remete a um momento que os dois tiveram na sexta temporada, depois que Carl guiou o corpo zumbificado de Deanna até seu filho Spencer, para que ele pudesse matá-la. Michonne ficou brava por causa do perigo em que Carl se colocou, e ele explicou que não poderia matar Deanna, porque isso deveria ser feito por alguém que a amava, alguém da família dela. E completou dizendo “eu faria isso por você”.

Qual foi a sua parte favorita do episódio “Honor”? Notou mais alguma coisa bacana? Compartilhe conosco nos comentários abaixo.

The Walking Dead vai ao ar todo domingo, legendado, às 23h30 e toda segunda-feira, dublado, às 22h30, na Fox.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA