Siga-nos nas redes sociais

6ª Temporada

REVIEW THE WALKING DEAD S06E10 – “The Next World”: Jesus!

Publicado há

em

ATENÇÃO: Esta matéria contém spoilers do décimo episódio da sexta temporada de The Walking Dead, S06E10 – “The Next World” (O Próximo Mundo). Leia por sua conta e risco. Você foi avisado.

Gente, que episódio fofo! Após um breve lapso de tempo dos eventos ocorridos em “No Way Out”, encontramos com a gangue num episódio leve e bem humorado, em contraste com a tensão e intensidade do último episódio. Balanceando perfeitamente drama, humor e romance, não houve um segundo dispensável do episódio, tudo foi importante para o desenvolvimento da história e dos personagens.

Algumas semanas após o acidente de Carl, o episódio começa mostrando a dinâmica super família entre Carl, Judith, Rick e Michonne e como eles estão lidando com a vida no aftermath da batalha sangrenta de No Way Out (pausa pro Rick que não colocou a aliança). A naturalidade com que eles interagem é uma coisa linda de se testemunhar, e uma das coisas que me chamou atenção foi a domesticidade de tudo, foi uma cena com o tipo de manhã que você vê em qualquer família e comparar eles agora como eles eram quando chegaram em Alexandria chega a ser bizarro.

E falando em relacionamentos favoritos, o bromance do século foi um dos destaques do episódio! A jornada de Daryl e Rick na busca por suprimentos foi um dos pontos altos. Quem diria que esse cara super bem humorado e otimista, colocando música no rádio e fazendo piada era o mesmo Rick Grimes que ficou nas ruas de Alexandria coberto de sangue apontando uma arma para as pessoas? Eu sei, é difícil.

the-walking-dead-s06e10-the-next-world-review-001

Durante as conversas que os dois têm enquanto na estrada, a gente consegue perceber o efeito que os acontecimentos de “Always Accountable” (S06E06) tiveram no Daryl. De tentar convencer o Rick de que existiam pessoas boas por aí e que eles deveriam sim sair e procurar e aceitar novos membros na comunidade, Daryl se tornou completamente cético quanto a essa possibilidade. Em contrapartida, vemos o Rick dizendo que ele estava errado e Daryl estava certo, reforçando a mudança fundamental pela qual esses personagens passaram durante essa temporada; uma das minhas frases favoritas do episódio é quando o Rick fala pro Daryl que ele “finalmente está escutando”.

Ainda acompanhando os nossos meninos, conhecemos Jesus (também conhecido como Paul Rovia na série e Paul Monroe na HQ). Eu adorei a forma como o introduziram na série e como fizeram dele um personagem engraçado além de muito badass; aquela confusão toda que rola entre ele, Rick e Daryl foi muito divertida de assistir! Com a introdução desse personagem, quem acompanha a HQ sabe que estamos perto de conhecer Hilltop, a comunidade onde Jesus vive e acredito que isso vai dar outro ritmo a série daqui pra frente. Não posso esperar pra ver como todos vão reagir ao encontrar outra comunidade tão expansiva e bem desenvolvida quanto Alexandria e como essa interação vai se desenvolver.

Enquanto isso, vimos Michonne seguir Spencer enquanto ele vagava pela floresta no entorno da comunidade e de todas as coisas que imaginei, não esperava que ele estivesse procurando pela mãe. Deu dó no coração ver a Deanna daquele jeito, zumbificada, e ver o sofrimento do Spencer em matar a mãe foi doído.

Como resultado da situação com a Deanna, rolou uma das melhores conversas entre Carl e Michonne, e como de costume, a interação dos dois foi maravilhosa. Vendo a cena, me lembrei da conversa dos dois no season finale da quarta temporada e de como o Carl confia na Michonne, a amizade dos dois é linda e tô doida pra ver como o Carl vai reagir a reviravolta no relacionamento da Michonne e do Rick.

the-walking-dead-s06e10-the-next-world-review-002

O que nos traz ao próximo tópico: RICHONNE IS HAPPENING! Love is in the air e Michonne e Rick finalmente estão lá, juntos, se amando. Aquela cena dos dois no sofá, um querendo saber do dia do outro, foi a coisa mais fofa da vida! Gente, quer casal mais lindo?! Posso até ouvir uma galera dizendo: caraca, tem pouco tempo que a outra mina morreu. Bom, já diziam os Havaianos, grandes pensadores do funk carioca: romance é romance, amor é amor, e um lance é um lance. Convenhamos que o Rick mal conhecia a Jessie, nem deu tempo pra rolar alguma coisa mais profunda e substancial entre os dois. Agora ele e Michonne são outra história. O relacionamento dos dois evoluiu tanto desde que ela apareceu na prisão, vimos a que ponto chega a lealdade entre os dois no último episódio, dela matando o Ron ao desespero para ajudá-lo. É de se especular como as coisas vão acontecer daqui pra frente, já que na HQ a namorada do Rick é a Andrea, que tá viva lá até hoje, e a Michonne entra em outro relacionamento que vai ser bem fundamental no desenvolvimento da história na HQ, mas eu amei a mudança na série! Melhores pessoas, melhor casal! (Pausa pra comentar a inconveniência do Jesus né. Querido, espera as pessoas acordarem e estarem vestidas, por favor! O Rick demorou pra tirar o atraso, coitado, tem que aproveitar.)

OBS: Só eu senti falta da Carol?

E assim, acabou mais um episódio. Um dos meus favoritos, tenho que dizer! E você? Gostou, não gostou, concorda, discorda? Cola aqui e conta pra gente!

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Publicidade
Comentários

EM ALTA