Siga-nos nas redes sociais

6ª Temporada

Alexandra Breckenridge fala sobre ter que “matar aqueles demônios dentro de mim” na grande cena de Jessie

Publicado há

em

ATENÇÃO: Esta matéria contém spoilers do segundo episódio da sexta temporada de The Walking Dead, S06E02 – “JSS” (JSS). Leia por sua conta e risco. Você foi avisado.

Invasão! Um dia de paz em Alexandria se transformou em um caos assassino no episódio de domingo de The Walking Dead, com os lobos invadindo a comunidade e massacrando qualquer um que vissem em sua frente. Mas vários moradores revidaram. Claro, esperávamos ver Carol e Morgan exibindo suas habilidades, mas houve outro habitante que finalmente mostrou seu guerreiro interior.

A viúva Jessie se deparou com um intruso em sua cozinha, e depois de ser inicialmente nocauteada, ela lutou e esfaqueou a suposta agressora, e depois esfaqueou de novo, e de novo, e de novo. Na verdade, pelo que sabemos a Jessie ainda pode estar esfaqueando a coitada.

A Entertainment Weekly conversou com a atriz Alexandra Breckenridge para saber sua opinião sobre esse momento crucial. Ela também fala sobre os bastidores de outra grande cena entre Jessie e seu filho Ron, que mostrou os tremores da dupla morte de Pete e Reg na última temporada.

ENTERTAINMENT WEEKLY: Como era a energia entre o elenco enquanto filmavam esse episódio? Porque ele inteiro foi só “bora bora bora”.

ALEXANDRA BRECKENRIDGE: Foi assustador só de ler o roteiro antes de chegar ao set por causa da maneira que isso se desenrolou, quando as pessoas estavam somente em suas casas e começaram a ouvir gritos espalhados pela cidade. Mas eu amei a parte da Melissa porque sua personagem é muito corajosa, ela cresceu tanto durante a série e vem com a intenção de sobreviver e chutar umas bundas, e ela serve isso em todos os momentos. Também fiquei feliz que minha personagem conseguiu se manter centrada, e sua lutadora interior encarnou e está desesperada para salvar sua família.

the-walking-dead-s06e02-alexandra-breckenridge-jessie-001

Antes de toda loucura começar, você tem essa cena carregada de emoção com seu filho Ron na cozinha onde ele te culpa pelo que aconteceu com seu pai. Como você queria abordar essa cena?

Alexandra Breckenridge: Foi bem devastadora. Ela está tentando se conectar com seu filho, tentando ter uma conversa aberta. Seu pai morreu e ele está bem triste – com razão – e sua mãe ainda conversa com o homem que matou seu pai. Ele é adolescente e não entende o porquê de tudo em uma perspectiva adulta. Pete chega e mata o marido de Deanna, Reg. Então, naquele momento, os níveis de tensão estão bem altos e é meio compreensível o jeito que ele o mata.

Mas seu filho não entende isso, e ela sabe que será bem difícil passar isso para ele. Porque se eu estivesse no lugar de Ron, eu também odiaria Rick, pensaria que ele é perigoso, obviamente, porque ele matou meu pai! Mas isso foi bem emotivo, Austin (Abrams) é um ator fantástico. Não tive a oportunidade de trabalhar tanto assim com ele até esse ponto, o que é meio estranho já que a maioria das minhas cenas é com Andy. Ele está sempre presente, o que é um grande prazer como um ator.

O que achei interessante sobre isso é que há muitas pausas na conversa, o que você não vê frequentemente. Isso faz a cena ficar meio esquisita, no quesito de que uma conversa como essa seria esquisita e tentando encontrar a coisa certa a dizer.

Alexandra Breckenridge: É uma conversa bem difícil de ter, sabe? Ela está meio que tentando encontrar palavras, está perdida em como se comunicar com ele. E ele está bem abalado emocionalmente. Eles amam um ao outro, mas estão meio divididos em suas opiniões. Como ator, você faz as cenas de vários jeitos diferentes, você não sabe o que vai ficar melhor, então nós fizemos aquela cena de várias maneiras. Fizemos com as emoções bem exageradas onde o tom de nossas vozes aumentaram e estávamos quase gritando um com o outro, e depois fizemos uma meio calma com várias pausas e meio esquisita.

the-walking-dead-s06e02-alexandra-breckenridge-jessie-002

O que Jessie sente por Rick nesse ponto? Ela teve aquela conversa fria com ele semana passada. Disse a Ron que eles são amigos. Quais são seus verdadeiros sentimentos agora?

Alexandra Breckenridge: Ela tem sentimentos escondidos por ele. Mas dada as circunstâncias, ela não está dando muita atenção para isso. Ele meio que a acordou no episódio 15 da quinta temporada, onde ele a confronta sobre o abuso e ela percebe que tem que lidar com isso agora. E ela estava empurrando para baixo do tapete por tanto tempo que não sabia que era uma vítima. Quando tudo isso acontece, é um choque para ela, e ela acorda e percebe que tem que deixar de ser vítima e se impor, lutar por sua vida.

Isso aconteceu muito rápido para ela – dentro de dois dias ela teve que superar a perda de seu marido e tudo que isso significa e se tornar o mais forte que ela já esteve em sua vida para que ela pudesse lutar por sua família e proteger seus filhos. Então ela é grata a Rick por ter aberto seus olhos dessa forma, mas agora ela não pensa nele de um jeito romântico. Sua preocupação é aprender a usar uma arma, como se defender, para que ela possa se tornar a versão mais forte de si possível.

Falando sobre ser forte e proteger seus filhos, vamos falar sobre a cena onde Jessie é atacada e quase desmaia, se levanta e esfaqueia aquela intrusa várias e várias vezes – mesmo depois dela estar claramente morta. Certamente ela está descontando algumas emoções reprimidas. O que está acontecendo ali?

Alexandra Breckenridge: Sim! Toda a emoção que ela vem guardando durante anos nesse ambiente está sendo solta na mulher naquele momento. Acho que está bem óbvio que ela virou louca. E para ela é só “Eu não deixarei isso me por pra baixo, vou sobreviver, vou me tornar uma lutadora.”

Conte-me sobre a filmagem dessa cena. Como foi?

Alexandra Breckenridge: Foi muito divertida. A fisicalidade e acrobacias que tivemos que fazer foram bem divertidas, e a garota que estava lutando contra mim foi bem fantástica e ótima de trabalhar. Às vezes temos aqueles momentos onde você está atuando e tem uma chance de soltar seu demônio interior. Então, naquele momento, eu percebi que podia soltar algumas das minhas próprias frustrações e fazer essa cena ficar bem mais poderosa. Portanto, há um monte de mim saindo ali também.

Em que ponto quando você ainda estava esfaqueando aquela pessoa morta eles finalmente falaram pra você parar e gritaram “corta”?

Alexandra Breckenridge: Não consigo lembrar. Quantas vezes eu a esfaqueei? Vamos ver, umas duas… não sei, umas 10 vezes?

Isso é muito!

Alexandra Breckenridge: É bastante. O número de facadas foi pré-determinado. E depois ela dá uma facada na cabeça, mas foi pré-determinado. Não foi como se eu tivesse lamentando sobre essa garota que estava no chão. Foi como “OK, você vai esfaquear essa mulher tantas vezes e depois acaba.”

Quanto da luta você conseguiu fazer e quanto foi a equipe de dublês?

Alexandra Breckenridge: Na verdade eu fiz quase tudo. Tinha uma dublê que fez as cenas loucas, mas eu fiz toda a cena onde caí no chão e fui jogada contra o balcão. Eu fiz basicamente quase toda a sequência. Quando eu caí no chão, eu realmente caí no chão algumas vezes.

Você se aqueceu batendo em paredes ou grunhindo, essas coisas, como Andrew Lincoln faz antes de uma cena? Como foi seu processo?

Alexandra Breckenridge: Para essa cena específica, eu escolhi uma parte insegura de mim que eu não quero mais. Sabe aquela parte de você que diz “você não é boa o suficiente” e faz você ser inseguro? Eu escolhi aquela mulher para representar essa parte de mim, então quando eu fui esfaquear a mulher, estava tentando matar os demônios dentro de mim. Foi sempre diferente para mim, eu escolho coisas diferentes dependendo de qual cena é. Se eu não consigo me conectar com aquela realidade, uso algo que se conecte comigo, como isso. Então é sempre diferente, mas para isso, especificamente, foi uma coisa bem poderosa que eu queria matar dentro de mim. Acho que Jessie e eu estamos fazendo a mesma coisa naquela cena, estamos matando aquele lado de nós.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Entertainment Weekly

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA