Siga-nos nas redes sociais

4ª Temporada

David Morrissey fala sobre o destino do Governador: “Ele teve o que mereceu”

Publicado há

em

ATENÇÃO: Esta matéria contém spoilers do oitavo episódio da quarta temporada, “Too Far Gone” (Indo Longe Demais).

The Walking Dead da AMC parte com um dos maiores vilões atualmente, durante o midseason da 4a Temporada de Domingo.

Durante “Too Far Gone”, o Governador de David Morrissey conduz um brutal e sangrento ataque na comunidade de Rick com a tentativa de encontrar um lugar seguro para sua nova família e grupo. Depois de pegar Hershel (Scott Wilson) e Michonne (Danai Gurira) como reféns, o Governador dá a Rick (Andrew Lincoln) um ultimato para desocupar a prisão. No entanto, após Hershel e Rick tentarem convencê-lo de que ambos os grupos podem coexistir na prisão, o Governador viu vermelho e decapitou o líder respeitado em frente dos dois grupos.

Isso armou o cenário para Lilly, quem mais cedo nessa hora questionou seu novo interesse amoroso, para dar o tiro final que acaba com a vida do Governador após Michonne salvar a vida de Rick e apunhalar o vilão de tapa-olho.

O Hollywood Reporter se atualiza com Morrissey em Londres para discutir o destino do Governador e tendo sua própria Refeição Mortal ao lado de Wilson.

Como eram as conversas quando você soube que o Governador estava retornando para a 4ª Temporada? Você sabia que ele teria tal corrida limitada?

David Morrissey: Eu sabia que não iria chegar ao final da temporada mas não sabia o quão limitada seria. Eu conversei com [showrunner] Scott [Gimple], mas eu não sabia quando ele iria morrer ou se iria chegar no episodio 9 ou 10. Eu achava que seria um bom momento chegar ao midseason finale, e eles precisam fazer grandes coisas nesses episódios. Mas eu não tinha certeza até ler o script, e foi quando eu soube.

Você sabia que estaria apenas em três episódios?

David Morrissey: Não sabia. Scott disse que ia chegar atrasado na temporada, mas eu não sabia quando e quão tarde. Mas ele disse no episódio quatro ou cinco, então eu tinha uma noção de quando. Mas ele não foi especifico sobre quantos episódios eu estaria. Eu não sabia que seriam três ou quatro. Eu sabia que não chegaria no final da temporada. Nenhum de nós sabe quanto tempo temos até que realmente lemos os episódios. Eu apenas sabia que eu ia apenas depois de entregarem o episódio oito. Foi quando eu soube.

governador-the-walking-dead-s04e08-too-far-gone

Como foi a conversa quando você descobriu que o Governador seria morto no midseason finale?

David Morrissey: Eu recebi a ligação mortal [de Scott] e é sempre triste. Eu sabia que o Governador não era alguém que fosse ficar para sempre. Eu estava muito triste porque eu amava estar no programa e trabalhar com todo mundo. Então o olho gordo em dobro também foi a pessoa que trouxe a participação de Scott Wilson para um final que fosse bem pesado. Todos os episódios são muito exigentes e chocantes, e nós tivemos isso no final da última temporada quando Laurie Holden [Andrea] e Michael Rooker [Merle] foram mortos. É algo pelo que passamos em The Walking Dead e é muito difícil quando é outra pessoa, mas é duro quando é com você mesmo.

Rick tentou desesperadamente convencer o Governador de que podiam coexistir, mas o Governador o chamou de mentiroso. Quanto disso foi indicação de seus esforços para viver uma vida pacifica livre de ligações?

David Morrissey: Isso foi tudo que o personagem natural tinha. O Governador tinha intenção de se virar e ser bom e encontrar aquela família. Mas uma vez que ele tenta escapar do acampamento e levar as meninas com ele, ele vê que não pode lutar com isso, e ele tem que confrontar o que está lá fora do que fugir. Ele é um homem diferente depois do episódio sete. Ele sabe que não será um diplomata e aceitar compromisso; ele é muito mais um velho conquistador, então ele tem que ser absoluto. Uma vez que ele vê a futilidade de que Meghan morreu, a morte e destruição está a toda volta, torna esse psicótico lugar em que ele vive. E ele está em um lugar de destruição total, então uma vez que Michonne o mata, percebe-se que se ele vai se afundar, ele vai levar quantas pessoas que conseguir. Eu espero que ele se torne um personagem complexo no sentido que você vê-lo, seguindo uma batalha externa que ele trava contra o mundo e a batalha interna que trava com ele mesmo, isso é o que eu quero do personagem, e eu acho que foi o que os escritores entregaram.

Considerando suas tentativas de começar de novo nessa temporada e viver uma vida pacifica, você acha que o Governador mereceu o que teve?

David Morrissey: Sim, eu acho que provavelmente ele mereceu. Há coisas que ele fez que com certeza faltou compaixão e amor, mas eu ainda acho que poderia haver coisas em sua jornada onde ele poderia ter tomado uma opção diferente e poderia ter ido com o melhor dele mesmo do que o pior dele mesmo. A tragédia dele é que ele nunca tomou essas decisões. Eu nunca quis que ele como o malvado, no qual era apenas um homem fazendo coisas ruins; eu queria mostrar um homem que você sentiria que poderia ter salvação. Talvez se ele conhecesse alguém como Lilly antes ou se ele ouviria um lado diferente dele mesmo que o fizesse se redimir de alguma forma. Mas no final, eu acho que ele mereceu. Eu estava muito feliz que a pessoa que acabou com sua vida foi Lilly e não Michonne. Michonne o condenaria a ser um zumbi e estava muito feliz de deixa-lo em um lugar horrível, enquanto que Lilly não estava feliz de deixa-lo naquele lugar. Ela sabia que ao invés de dá-lo a liberdade, era para estourar seus miolos, e isso é marcado como um ato misericordioso da parte dela.

the-walking-dead-s04e08-too-far-gone-governador

Qual foi sua reação quando você ouviu como o Governador decapita brutalmente Hershel?

David Morrissey: Há uma dupla ideia nisso. O Governador matando Hershel, no qual foi horrível, ele faz isso para mostrar às pessoas da prisão o homem anarquista que é e seu sentido de destruição. Ele sabe que Hershel é um bom homem e incorpora tudo de bom sobre a prisão e a comunidade, e ele mata seu membro mais amado e isso é terrível. Todo tipo de destruição vem depois disso. Então há a outra coisa em ser um homem que mata Scott Wilson. Trazer seu envolvimento com o show foi muito difícil, e foi um dia muito emotivo. A forma como a filmagem aconteceu, aconteceu em um dia, e todo mundo veio para o set e foi por Scott. Foi incrível. Scott foi para casa e três ou quatro dias depois, foi o momento da minha morte, e Scott voltou para o set para dizer adeus para mim. Depois da minha morte, Scott e eu passamos o dia juntos e jogamos sinuca e tomamos alguns drinks. É sempre muito angustiante quando alguém que você ama e são seus amigos vão embora, e foi muito traumático para todos nós.

Porque você acha que o Governador optou pela morte de Hershel ao invés da Michonne, quem sacrificou Penny?

David Morrissey: Há um sentido de que ele queria que eles vissem apenas o quão terrível ele poderia ser; ele quer chocá-los. Ele estava planejando matar Michonne depois de tudo, mas ele teve sua espada no pescoço desse homem e ele estava esperando que [o grupo de Rick] fosse ver que ele estava falando sério e dissessem ‘Nós vamos abandonar [a prisão],’ mas eles ainda não tinham dito isso. Na loucura do Governador, assim como no final da 3a Temporada quando ele tem esse apagão, ele vai para esse lugar traumático novamente e perde os sentidos e se fustiga (causa sofrimento físico). A pessoa que ele fustiga é a pessoa que o pescoço está em frente de sua espada. É para mostra-los o quão horrível ele pode ser; não é tão planejado quanto gostaria. O plano do Governador é não planejar; ele está esperando que eles vejam que ele está levando a sério e desistam da prisão, mas eles ainda não levam. Ele não está lá para negociar.

the-walking-dead-s04e08-too-far-gone-006

Como você se sentiu sobre ter que mentir para a imprensa sobre permanecer em The Walking Dead depois que esteve no elenco de Line of Sight da AMC?

David Morrissey: Eu tive que esperar e ver sobre Line os Sight. Era muito diferente, e eu estava supersticiosamente aterrorizado sobre essas coisas; eu tinha tudo assinalado de que estava resolvido. É uma grande peça escrita por Blake Masters e realmente um território fértil para explorar. Mas estou levemente nervoso quanto a pensar sobre isso porque eu quero tanto que aconteça!! (risos)

The Walking Dead é famoso por ter “Death Dinners” (jantares da morte) após os membros do elenco serem mortos. Como foi o seu? Você e Scott compartilharam?

David Morrissey: Eu e Scott tivemos um almoço juntos. Nós saímos com os outros membros do elenco. O que acontece nesses Death Dinners agora que as pessoas ouviram falar sobre elas, nós tendemos não tê-los em restaurantes porque se três ou quatro de nós entrarmos em um restaurante, as pessoas vão dizer, “Eles vão morrer!”. Então nós os temos na casa de alguém que conhecemos no programa. É ótimo, todos se reúnem e é muito emocionante. Como no local de trabalho, quando você gasta muito tempo com pessoas, é importante dizer adeus e dizer o quanto você gostou de trabalhar com eles e deseja sorte. É uma coisa boa a fazer; é o respeito que você tem por seus colegas de trabalho e isso é importante em qualquer local de trabalho. Sarah Wayne Callies [quem interpretou Lori Grimes que foi morta na 3a Temporada ] veio. Ela conhecia Scott Wilson muito bem, e foi ótimo vê-la e ouvir o que ela tinha a dizer. É uma família muito próxima. Uma vez que você está em The Walking Dead, você sempre estará em The Walking Dead. Eu mantive um contato muito próximo com Andrew Lincoln e Norman Reedus e alguns do elenco, incluindo Scott, assim como os membros da equipe, maquiagem e equipe de câmera. Somos muito próximos; nós passamos por muito, e é um daqueles trabalhos que significa muito para você em sua vida, e eu serei parte dessa equipe por toda a minha vida. É um grande privilegio fazer parte disso.

Você continuará a assistir The Walking Dead?

David Morrissey: Claro que vou! Eu não sei o que acontece agora! Eu não tive a chance de ler os outros scripts. Estou tão deprimido que vou ter que esperar até Fevereiro até que comece de novo. Eu não tenho ideia do que acontece de agora em diante, então não posso esperar para assistir e ver o que acontece.

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com os oito últimos episódios da quarta temporada no dia 09 de Fevereiro de 2014 na AMC e 11 de Fevereiro de 2014 na FOX Brasil.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Hollywood Reporter
Tradução: Kinha / Staff Walking Dead Brasil

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA