Siga-nos nas redes sociais

11ª Temporada

Final de The Walking Dead será “igual, mas diferente” dos quadrinhos

Os quadrinhos de The Walking Dead têm um final lindo e emocionante, mas será que a série vai conseguir fazer o mesmo com tantas mudanças?

Publicado há

 

em

Montagem com o pôster da 11ª temporada de The Walking Dead e o último volume dos quadrinhos de Robert Kirkman.

Uma boa conclusão para o final de uma série é sempre importante. Mas quando se trata do final de um fenômeno mundial como The Walking Dead que durou 11 temporadas e quebrou recordes de avaliações em todo esse percurso, nunca é exagero falar desta importância.

Essa é a missão de The Walking Dead, que desligará seus motores no dia 20 de novembro antes de se dividir em vários spin-offs que mostrará Daryl (Norman Reedus) na Europa, Maggie (Lauren Cohan) e Negan (Jeffrey Dean Morgan) em Nova York e reunirá Rick (Andrew Lincoln) e Michonne (Danai Gurira) novamente. The Walking Dead tem uma complicação extra que é escrever um final emocionante levando em conta que isso já existe nos quadrinhos, o final deve ser ajustado, se não completamente modificado pela diferença entre as duas versões.

ATENÇÃO: Alerta de grandes spoilers do final dos quadrinhos de The Walking Dead a seguir, então desvie o olhar se você não quer saber a conclusão dessa franquia.

Como foi o final de The Walking Dead nos quadrinhos?

Ok. Tudo certo aí? Então aqui vamos nós. Nos quadrinhos de The Walking Dead, Rick Grimes é morto por Sebastian Milton. Sim, o mesmo Sebastian Milton que encontrou com a própria morte na série. (Nos quadrinhos, Sebastian vive o resto da sua vida atrás das grades pelo crime que cometeu). Então nós damos um salto de aproximadamente duas décadas para um futuro com um mundo muito mais seguro, onde o filho de Rick, Carl, está casado com Sophia e tem uma filha chamada Andrea.

A história termina com Carl lendo uma história de ninar para sua filha Andrea, mas a história de ninar é na verdade um livro sobre seu avô Rick Grimes e como ele liderou as pessoas para longe das trevas e de volta à luz. As pessoas estão felizes ao invés de estarem tristes, seguras e não com medo, gentis e não ruins. Onde quer que você esteja, o que quer que esteja fazendo… você está lá e está seguro por causa de Rick Grimes.

Encenar este final é impossível para a série na TV, por alguns motivos. Primeiramente, a versão de Carl na TV foi morta lá na 8ª temporada. E Sophia, sua esposa nos quadrinhos nunca conseguiu sair do celeiro viva na 2ª temporada. Além do mais, a Andrea que Carl homenageou dando o nome de sua filha era um interesse amoroso de Rick nos quadrinhos, mas não na TV, onde Andrea foi morta na 4ª temporada. Rick ao invés disso criou laços românticos com Michonne na TV. Pois é, algumas pequenas mudanças.

E tem ainda a questão do Rick Grimes da TV ainda estar muito vivo. Quando Andrew Lincoln saiu da série durante a 9ª temporada, ele estava claramente são e salvo resgatado por um helicóptero da CRM, suas façanhas continuarão no spin-off que vem aí. Então, enquanto The Walking Dead poderia certamente ter a Judith (que morreu nos quadrinhos ainda bebê, mas ainda está viva e usando o chapéu de Rick na TV) no lugar do Carl tendo o salto temporal lendo para sua filha, isso faria sentido visto que Rick ainda está vivo no universo da TV e poderia eventualmente se reunir com sua filha? Provavelmente não.

Então, o quão diferente o final de The Walking Dead na TV vai se mostrar de seu material original? A Entertainment Weekly fez esta mesma pergunta para Scott M. Gimple, o chefe de conteúdo do Universo The Walking Dead. “É como um remix”, disse o homem que aliás está no comando na nova série de Rick e Michonne também. “Algumas coisas têm de ser remixadas, o que eu acho ótimo, porque eu amei o final dos quadrinhos, mas nós precisamos ver outra versão, porque sim.”

De acordo com Gimple, o final que os fãs estarão assistindo vai se desenrolar de uma outra maneira, ainda que com o espírito dos quadrinhos: “Ainda contamos a história extremamente legal do Robert Kirkman, mas de um jeito diferente e com um final diferente. É como se fosse igual, mas diferente.”

Gimple também pontua que ele e a equipe criativa tiveram seu trabalho cortado para eles entregarem não só um final satisfatório, mas cada um dos personagens também – e o que não falta nessa história são personagens. “Eu acho que o elenco de personagens principais pode até ser um pouco mais de como os quadrinhos acabaram,” diz Gimple. “Todos esses personagens têm finais. São episódios finais muito intensos. Até o episódio final, é muita intensidade.”

E se você estava preocupado de que a série não iria fechar de verdade as pontas soltas por causa dos spin-offs que vêm aí em 2023, Gimple disse que você pode deixar essas preocupações de lado: “Termina com uma conclusão definitiva tanto para série quanto para cada um dos personagens.”

Qual personagem ganha a cena final agora que Carl se foi, e quando a cena final acontece, entretanto, só nos resta assistir.

O que você acha que vai acontecer no último episódio de The Walking Dead? Deixe todos os seus pensamentos e teorias nos comentários abaixo!

Publicidade
Comentários