Siga-nos nas redes sociais

Curiosidades

Criador de The Walking Dead afirma ter sido “tratado como lixo” pela Marvel

Divergências com Joe Quesada, antigo editor-chefe da divisão de quadrinhos da Marvel, tornou o tempo do criador de The Walking Dead na editora um inferno.

Publicado há

em

O saudoso criador das HQ’s de The Walking Dead, Robert Kirkman, afirma que o seu tempo trabalhando na Marvel não foi dos mais agradáveis. O autor declara que tudo era muito restrito e que por muitas vezes o mesmo foi “tratado como lixo”.

Para quem não lembra, ou não sabia, Kirkman escreveu alguns quadrinhos da Marvel como Marvel Zombies e The Irredeemable Ant-Man, durante o período pré-aquisição da Disney (2005 a 2008). O autor ainda confirma que entrou em um conflito com o antigo editor-chefe da divisão de quadrinhos da Marvel Joe Queseda que hoje é CCO da Marvel Entertainment.

Kirkman homem formiga

“Era tudo muito restritivo. Quero dizer, tenho um ótimo relacionamento com Tom Brevoort (editor executivo da Marvel e vice-presidente sênior de publicação). Acho ele um editor fantástico, adorei trabalhar com ele. Joe Quesada e eu não nos demos bem juntos”, disse Kirkman ao ComicTropes. “Havia muitas coisas que levaram a isso e me culparam por todas elas, eu tentava explicar algumas delas: “Não foi isso que eu quis dizer com isso, do que você está falando?’’ “Com isso, eles ficariam ainda mais bravos comigo.”

Segundo o próprio Kirkman, era comum balões com palavras surgirem na capa das edições do “Irredeemable Ant-Man” sem o seu conhecimento ou aprovação.

“Eu pensava: “Por que alguém colocaria um balão de palavras na capa do meu livro sem me consultar? Porque não deixou eu mesmo escrever? Eu não sei, por Deus, pode me deixar escrever o texto do balão?”, disse Robert. “Tipo, esse é um péssimo balão de palavras, eu não gosto dos diálogos, eu poderia faze-los da maneira certa com um tempo. Eu não faço ideia por que vocês simplesmente não me deixaram fazer isso.”

joe quesada x kirkman

“Chegou a um ponto onde eles não iriam promover alguns dos meus quadrinhos. Porque alguns deles tinham um tipo de leitura de fácil acesso e existia um orçamento de marketing”, acrescentou. “Só faz sentido comercializar quadrinhos que geram receita em oposição as revistas que não geram muita receita. E tem uma outra coisa: eu era completamente realista sobre a minha posição – ou a falta dela – enquanto estava na Marvel.”

Quando Kirkman se ofereceu para conseguir suas próprias entrevistas na mídia para promover seus quadrinhos, “isso apenas os deixou com mais sangue nos olhos”. Robert foi informado de que precisava da permissão da Marvel antes de participar de qualquer entrevista.

“Você quer que eu escreva essas HQ’s e não tente vendê-las? Eu não entendo”, disse Kirkman. “Olha, o fato é que eu era um autor independente que trabalhava em um ambiente muito livre na Image Comics. Se você é um autor independente, a Editora é o melhor lugar para se estar, porque você é capaz de fazer tudo. Então, eu vou para a Marvel, e tipo: ‘Eu posso fazer todas essas coisas, estou disposto a lidar com todas essas coisas, estou disposto a ajudar’. E simplesmente não era como as coisas se encaixavam”.

“Eles vêem essas atitudes como arrogância”, acrescentou. “Tipo, eu sou melhor que eles e posso fazer isso”. “E não é isso, eu só me preocupo de verdade com todos os aspectos dos livros, muito mais que vários autores por aí.”

Durante as etapas de planejamento de um Ultimate Crossover, Kirkman entrou em uma “grande briga” com Quesada quando procurou esclarecer se o grande evento seria lançado em capa dura na revista Spider-Man ou X-Men após outras séries limitadas da Ultimate Marvel – incluindo Ultimate Six, um crossover do Homem-Aranha e a Ultimate War, equipe de super-heróis Ultimates contra os X-Men – foram lançados em volumes de capa dura no Ultimate Spider-Man e Ultimate X-Men, respectivamente.

xmen robert kirkman

“Como autor, se você estiver escrevendo Ultimate War, não escreverá uma cena muito importante do Homem-Aranha, que acabará sendo uma forte falta de continuidade quando você ler as capas duras do Homem-Aranha. E quando você está escrevendo Ultimate Six, não está disposto a fazer uma grande cena dos X-Men que estará faltando quando você fizer as capas duras dos X-Men”, disse Kirkman. “Então, estamos planejando este evento Ultimate, e eu digo: ‘Será um evento principal dos X-Men ou será um evento de principal do Homem-Aranha, como é que isso se inclina?’ Para que eu saiba que não usarei neste evento uma grande história que estou criando para o [X-Men] Noturno, porque esse evento será lançado nas capas duras do Homem-Aranha. É uma pergunta muito básica, pensei”.

Robert continua: “E Joe Quesada me escreve um e-mail dizendo: ‘Por que você não se preocupa com a história antes de se preocupar com os royalties dos X-Men? Quem fica se preocupando em qual capa dura as histórias vão ser compiladas e quem vai conseguir os Royalties da  história? Por que você não se concentra apenas na escrita, o que há de errado com você?'”

“E a minha resposta, acho que não disse exatamente isso, mas minha resposta foi: ‘Estou tirando muitas moedas dos seus buracos”, disse Kirkman. “Na época, eu estava ganhando dinheiro feito louco com Invincible e Walking Dead, minhas obras estão indo muito bem. Estou trabalhando, literalmente, por moedas aqui na Marvel e ainda sou tratado como lixo por estar gritando o tempo todo para colocar um nível extra de atenção nos quadrinhos. Então foi exatamente isso: acho que eles não gostavam do fato de eu não precisar deles para ser bem sucedido, e isso era um problema constante”.

Histórias e atitudes bem bizarras por parte da casa das ideias encerraram o ciclo do autor na editora. Para qualquer um que leu estas declarações fica claro que a Dona Marvel fez questão de perder um autor de alto nível como o Robert Kirkman.

The Walking Dead está atualmente na 10ª temporada e terá seu episódio final exibido no dia 4 de Outubro. A série confirmou recentemente mais 6 episódios extras do décimo ano, que serão lançados no primeiro semestre de 2021, e a 11ª temporada, que será lançada em Outubro de 2021.


Por: Robson Lima

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA