Siga-nos nas redes sociais

9ª Temporada

Norman Reedus promete grandes cenas entre Alpha e Daryl na 9ª temporada de The Walking Dead

Publicado há

em

Leitores dos quadrinhos The Walking Dead sabem que a próxima grande vilã a aparecer na trama para a TV, Alpha, é definitivamente uma formidável inimiga. Ela é a líder do grupo conhecido como Sussurradores, que vestem a pele dos zumbis como máscara e usam as hordas como arma enquanto se camuflam entre os mortos.

Mas Alpha vai lutar contra uma força na versão para a TV com a qual ela não teve que se deparar nos quadrinhos – Daryl Dixon. A Entertainment Weekly conversou com Norman Reedus sobre o retorno da série no dia 10 de Fevereiro na AMC, e o ator compartilhou algumas informações de que terão grandes cenas entre Alpha e Daryl vindo por aí. Levando em conta que Daryl é um personagem que não existe nos quadrinhos, isso pode possivelmente levar a algumas grandes mudanças no rumo da história que veremos na nona temporada.

Continue lendo para descobrir que na verdade haverá “respeito mútuo” entre os adversários quando eles finalmente se encontrarem, e também mais do que esperar do valentão e o que está reservado para Daryl.

ENTERTAINMENT WEEKLY: O que podemos esperar da segunda metade da nona temporada? Nós já vimos os Sussurradores em ação. Eles fizeram sua presença ser sentida ao matar Jesus. O que estaremos vendo?

Norman Reedus: Vocês vão entrar no aspecto psicológico de quem eles são – não só a Alpha, mas sua filha Lydia, e como o grupo está lidando com isso. É muito complicado e muito inteligente o modo como eles meio que se infiltram em todos. A ameaça é diferente pra nós.

Em relação a Daryl, ele não quer que Carol fique chateada com ele. Vocês não querem levar uma surra da Carol! Ele está numa missão que ela o colocou, então agora ele está no meio desse caos e tentando entender o que está acontecendo.

Sim, onde está a cabeça do Daryl? Porque ele tentou se isolar, e agora ele foi puxado de volta para Hilltop com Henry estando lá e agora essa nova ameaça.

Norman Reedus: Ele meio que se exilou depois de tudo que aconteceu com Rick. Ele tem estado na floresta procurando um corpo. Ele não vai desistir. É como ele é. Ele agiu assim com Sophia quando ela se perdeu. Ele é do tipo de cara que… ele precisa de provas. Ele precisa de fechamento. Precisa descobrir. Ele foi colocado nessa missão, como você disse, para levar Henry até Hilltop. Quando ele chega lá, o caos está tomando conta. Nós somos chamados mas ninguém está realmente se dispondo. Então Daryl fica tipo “Dane-se. Eu vou”. Ele se vê em uma situação na qual ele tem que bancar o durão.

Ele foi forçado não só a voltar a ser parte da comunidade, mas mais uma vez a ser o protetor.

Norman Reedus: Eu sempre disse que Daryl não é do tipo de cara que vai construir um palanque, se levantar e fazer um discurso inspirador para um grupo de pessoas. Ele não é assim. Ele é um observador. Ele escuta e pensa em uma maneira de reduzir a distância pela metade. Ele é o tipo de cara que não hesita. De repente tudo isso acontece. Nós perdemos Jesus. Nós estamos trazendo Jesus de volta. Vocês vão ter um vislumbre do mundo dos Sussurradores um pouco pelo ponto de vista dele. Ele está tentando entender as coisas.

Quer dizer, tem certos momentos nos próximos dois episódios nos quais Daryl não confronta ninguém. Ele meio que deu um passo para trás e está observando. Ele está esperando por uma pequena rachadura na barragem pra entrar e abrir, e deixar a água sair. Ele é inteligente de forma que ele vai jogar dos dois lados, de certa maneira. Ele vai tentar entrar no aspecto psicológico dessa lógica, do que leva alguém a viver na pele de um morto e andar no meio deles. Ele está tentando descobrir uma forma de manter as pessoas seguras, mas também tentando desvendar o enigma e entender o que está acontecendo, sabe? É bastante complicado e tem muita dinâmica.

E nós temos alguns novos rostos também.

Norman Reedus: As performances nos últimos oito episódios foram incríveis. Muito boas. Nós meio que levamos o show a um ponto onde ele está muito direto e honesto. O caos está ali, mas com uma vibração diferente, e é uma forma diferente de contar a história. É muito interessante. Não existem momentos vazios. Não tem nenhum grande gesto de importância vindo de ninguém. Todos estão no mesmo barco por assim dizer. São oito episódios completamente novos é são muito bons. Muito, muito bons.

Eu lembro que conversamos na época em que foi anunciado que Samantha Morton havia sido escalada como Alpha, e você estava me contando que você mal podia esperar para ver o que ela faria com a personagem. Então, o que ela fez com o essa personagem?

Norman Reedus: Tem muitos aspectos relacionados a Daryl e Alpha vindo por aí. Eles estão vindo de dois lugares diferentes. Ela está vindo de um lugar onde ela tem tudo calculado. Ela entendeu como sobreviver. O modo como ela descobre como sobreviver é inteligente, mas também é muito sombrio. Daryl é meio que colocado no meio disso. Ele está tentando entender, mas quando a hora chega, ele está tipo “Deixe-me ir conhecer essa garota.”

Chega num ponto onde existe um respeito mútuo de uma forma esquisita. Eu sei que você viu trechos que foram divulgados das cenas que estão por vir onde Lydia está falando para Daryl “Você não é como essas pessoas. Você vive do lado de fora desses muros. Você é um animal selvagem. Você entende mais do que ninguém.” Eu acho que Alpha meio que vê isso em Daryl, e Daryl vê isso em Alpha. À medida que a história caminha, você vai ver que existe respeito mútuo entre os dois.

Como é trabalhar com Samantha nessas grandes cenas?

Norman Reedus: Eu preciso dizer, trabalhar com Samantha, ela é boa. Ela é muito divertida. Ela está vindo tipo o Axl Rose. Ela está se enroscando nele, cantando o mais alto possível. É ótimo. Ela foi divertida. Todos têm sua própria maneira de ser o vilão. Jeffrey é confiante e sorri. O Governador era muito sério. Samantha está se divertindo sendo arrogante. Ela está curtindo a mente de ser a Alpha. Ela está entrando na personagem, e ela vai até você como uma cobra com um sorriso no rosto.

Um monte dos personagens se sentiriam afetados por esse tipo de desempenho. Daryl está tipo “Que p* você quer? Essa p* toda de agir como uma serpente com cara assustadora, eu já vi de tudo nesse ponto. O que você quer? Eu estou indo direto ao ponto. Você não me assusta. Que p* você quer?” Eu acho que é uma forma de quebrar o gelo com a Alpha até que ela fica “Ok, esse cara é durão. Você não pode intimidá-lo.”

O que você espera da relação Alpha-Daryl? Quais suas teorias para a segunda parte da temporada? Comente abaixo.

The Walking Dead retorna para os oito episódios finais de sua 9ª temporada em 10 de fevereiro de 2019.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Entertainment Weekly

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA