Siga-nos nas redes sociais

6ª Temporada

Steven Yeun explica porque Glenn nunca matou outro ser humano em The Walking Dead

Publicado há

em

Glenn está vivo! Ao menos por enquanto. Por isso, tudo o que ele precisa fazer é descobrir como ajudar toda a cidade de Alexandria contra a enorme horda de zumbis que passou pelas muralhas. A principal pessoa entre os que precisam de ajuda é sua esposa Maggie e seu filho ainda no ventre. Na verdade, a gravidez do casal tem guiado Glenn por toda a temporada, e vai continuar sendo seu foco ao seguir em frente quando The Walking Dead voltar no dia 14 de fevereiro.

Entertainment Weekly conversou com Steven Yeun para saber sua visão sobre o olhar de Glenn e o que podemos esperar daqui para a frente, incluindo a possibilidade de uma nova comunidade conhecida como Hilltop (O Alto do Morro).

ENTERTAINMENT WEEKLY: Glenn e Maggie têm um bebê a caminho, o que não é algo simples. Por isso, o que isso significa para Glenn daqui para a frente?

STEVEN YEUN: É interessante porque as pessoas assumem que o Glenn não sabia sobre a gravidez, que Maggie pode não ter contado a ele, e ela contou ao Aaron. Mas Glenn sabe sobre a gravidez desde o começo. Tenho certeza que era algo que eles sabiam que podia acontecer, e descobriram quando começou, e esse é o tipo de comprometimento que Maggie e Glenn têm, no qual eles contam tudo um ao outro. Se você olhar para trás lá no começo da temporada quando Glenn diz, “Você sabe, você deveria estar aqui, cuidar desse lugar, porque nós não estamos,” Eu me esqueci da fala exata da Maggie, mas tudo faz luz ao fato de que eles estão vivendo para outra pessoa também.

Se você assistir os oito primeiros episódios pavimentando a via para esse desenvolvimento, Glenn faz tudo por causa disso. Tudo o que o Glenn faz é por causa da criança que está a caminho, tendo relação até mesmo com o salvamento de Enid, fazendo-a retornar com ele. Sabe, porque ele faz isso? E ele menciona a Maggie e ele menciona que ela teria feito a mesma coisa, e aí ele menciona que está fazendo isso por ele mesmo. Mas eu acho, no fim das contas, o que ele está tentando conseguir é a construção de um mundo para seu filho que poderia ser tão próximo o possível daquele no qual ele cresceu, que pode ter esperança por um ambiente relativamente seguro e estável.

E parte disso está ecoando da última temporada, a ideia de que algumas vezes ficamos fora por muito tempo, e que podemos nos perder completamente. E pensando nisso, há o fato de que o Glenn ainda não matou outro ser humano, e não é normal do Glenn dizer, “Nunca poderei fazer isso,” mas se relaciona mais com fato e que Glenn ainda não encarou uma situação na qual ele foi forçado a isso. E se ele não for forçado, ele escolhe não fazê-lo, porque eu penso que para ele, ele está tentando preservar uma parte dele para dizer que mesmo com tudo o que ele faz, ainda quer ser capaz de olhar nos olhos de seu filho e dizer, “Ei, eu vivi dessa forma, e ainda estou aqui. Por isso, você pode viver assim, e você pode ficar por aqui também.” Acho que tudo é um certo preparativo para essa criança e assim, claro, acho que é o momento no qual eles se encontram pensando no bebê.

Então eu presumo que isso tudo se fecha no ciclo do Glenn continuando em frente.

Steven Yeun: Eu acho que o ciclo do Glenn é continuar a fortificar esse tipo de estilo de vida, por isso ele volta, para que haja um futuro, para que seja pela criança, para que seja construído um lugar para essa criança, e também se tornando o homem que poderia e pode cuidar dessa criança efetivamente nesse ambiente. O interessante é que nós temos visto o Glenn crescendo muito, e agora estamos vendo o Glenn crescer como um pai, sem ser um, meio que o precursor da visão do tipo de pessoa que ele é e o que ele fez antes de tudo acontecer.

Sabemos que Jesus vai aparecer logo e que ele vem de Hilltop. Por isso, o mundo vai começar a expandir com comunidades diferentes. Qual a visão de Glenn sobre isso, e com algum desses lugares com relação a Alexandria?

Steven Yeun: Para todos eles neste momento, o escopo do que o mundo é, é meio centralizado e localizado dentro do conceito de Alexandria. Acho que para ele, esse é o mundo deles agora, e que o que eles estão tentando fortificar e fazer crescer. Mas se há mais civilizações lá fora, esse é um fato que provavelmente para o Glenn, baseado no tipo de pessoa que são, será uma experiência positiva porque há limitações em Alexandria neste momento.

Eles não têm um médico de verdade para fazer o parto da criança, e talvez outra civilização tenha. Talvez eles não tenham comida tão disponível quando gostariam, porque as coisas estão muito complicadas agora – e que todo o progresso que eles acham ter feito e todo o progresso que eles buscam meio que andou alguns passos para trás. Por isso, neste momento, está sendo reconstruído, e acho que qualquer coisa nova que apareça e que não seja uma ameaça é provavelmente uma oportunidade bem-vinda.

Após sairmos de toda essa situação horrível o grupo está novamente com zumbis dentro da cidade, isso vai unir quem quer que sobreviva, ou vai meio que continuar dividindo todos?

Steven Yeun: Acho que o grupo é resiliente. O grupo absorve pessoas, perde pessoas, mas no seu núcleo, é o que os uniu. A sobrevivência de todos esses membros individuais vem do fato de que eles se encontraram, de que eles têm uns aos outros. Muitas vezes eu vejo a nossa série, e fico meio, “Esse é o grupo de pessoas mais improvável que já existiu, pessoas que provavelmente nunca seriam amigos na vida real, mas de alguma forma eles foram unidos e eles puderam perceber que todos eles são feitos de coisas similares.” E esse é um conceito que está sempre se mantendo no grupo e na nossa série, em que a sobrevivência não é uma luta individual, mas é do grupo.

E você pode ter sorte e se tornar parte de um grupo como esse, ou você pode ter azar e ser parte de um grupo que não se importa com você ou não é tão funcional como esse. O público está vendo uma série sobre o apocalipse, mas está seguindo um grupo muito abençoado e de sucesso, em vez de seguir qualquer outro grupo, que provavelmente foi dizimado em algum momento.

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com a segunda parte da sexta temporada no dia 14 de Fevereiro de 2016 no AMC (EUA) e na FOX Brasil. Confira todas as informações sobre a sexta temporada e fique por dentro das notícias.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Entertainment Weekly

Publicidade
Comentários

EM ALTA