Siga-nos nas redes sociais

6ª Temporada

Lennie James fala sobre Morgan e Michonne após a estreia da 6ª temporada de The Walking Dead

Publicado há

em

Santa horda de zumbis! The Walking Dead voltou no domingo passado reunindo os fãs da série, trazendo de volta os personagens favoritos e apresentando uma nova e assustadora ameaça para os sobreviventes de Alexandria. Em entrevista, o ator Lennie James, que interpreta Morgan Jones, falou sobre os momentos importantes do primeiro episódio e dos dramas que esperam o grupo na sexta temporada. Confira:

Vamos falar de Morgan preso: achei a ideia interessante de Rick tentar passar pro Daryl que foi o próprio Morgan que quis ficar numa cela. Mas depois quando Rick vai até Morgan ele se desculpa por ter que trancá-lo. Rick está jogando dos dois lados? Ou Morgan realmente entende o que é ser colocado numa cela?

Lennie James: Acho que ele tenta entender Rick e se coloca no lugar dele. Acho que desde o final da temporada passada e todo esse episódio se tratou de Morgan tentando entender exatamente onde está a cabeça de Rick nesse momento e tentando entender como funciona quando você tem que responder por outras pessoas além de si. Morgan certamente, nos últimos anos, esteve só por aí. Ele não era responsável por ninguém e meio que aceitou a posição de Rick agora. Mas ele entende a necessidade disso.

Michonne tem sua katana, Daryl sua besta e Morgan seu bastão. Nós ficamos sabendo rapidamente na premiere que um amigo o ensinou a usá-lo “depois de tudo”. Os fãs vão saber mais do passado de Morgan agora que ele se reencontrou com Rick?

Lennie James: Vão sim. Eles saberão porque da escolha do bastão, não é uma escolha arbitrária, mas tem um fundamento no caminho que Morgan está tentando traçar agora.

Precisamos falar da cena da barra de proteína com Michonne porque foi uma das minhas cenas favoritas no episódio. A série é sempre tão séria que é bom ter uma conversa leve de vez em quando.

Lennie James: Eu amei, na verdade. É um toque doce e esperto dos roteiristas do episódio porque meio que relembra quem Morgan possivelmente era quando o conhecemos no episódio piloto. Mas também é de fato a primeira palavra que Morgan troca com Michonne. Acho que ele está tentando chegar nas pessoas e entender e redescobrir como você conversa com elas, como você se conecta com elas nesse tipo de mundo, então achei que foi uma escolha engraçada e delicada. Foi a maneira dele de dizer – eu lembro de você e sei que você estava lá, e sei também que você tem ideia de quem eu era, mas não de quem sou agora. Foi ele meio que tentando estender a mão para Michonne e ela ter empurrado de uma maneira divertida, meio que um sinal de como pode ser as próximas interações deles.

the-walking-dead-s06e01-first-time-again-049

Sim, achei bem divertido o momento entre os dois personagens. Os fãs dos quadrinhos sabem que Morgan e Michonne tem um relacionamento. O lance da barra de proteína jogou água na relação deles?

Lennie James: [Risos] Sim, se você roubar minha barra de proteína você não ganha amor! Não tenho ideia, realmente não posso comentar sobre isso porque não sei como vai se desenrolar para Morgan e Michonne. Vocês sabem que a série nem sempre segue tudo dos quadrinhos. Então, por enquanto eu não tenho conhecimento de nada em relação a isso.

Então vamos seguir para a morte de Carter. Carter obviamente não poderia ser salvo, mas Morgan e Michonne trocam olhares depois que Rick o mata. O que você acha que se passou na cabeça deles depois de ver aquilo?

Lennie James: Acho que aquela troca de olhares se trata de ramificações, por causa da personalidade de Carter antes de tudo aquilo. Ele era cético e foi contra Rick inicialmente. Mas Rick tinha que fazer aquilo porque era necessário e Morgan teve que repetir para si que ele sabia disso.

Rick manda Morgan de volta a Alexandria e ele fica dizendo que sabe que aquilo foi necessário. E eu entendo quais são as ramificações dos atos que podem ser e algumas pessoas precisam acreditar na necessidade delas e outras podem ser contra essas necessidades. Ele fala alto para si que sabe que aquilo foi preciso.

the-walking-dead-s06e01-first-time-again-036

Nós sabemos que ele ajudou o grupo a conduzir os zumbis para longe de Alexandria, mas você acha que ele está pronto para lutar por essas pessoas?

Lennie James: Acho que boa parte da sexta temporada para ele não é apenas quem é Morgan para Rick agora e quem é Rick para ele agora. Mas é se ele está ou não no caminho que ele traçou para si, no sistema de crença que ele está tentando manter. Se isso é compatível ou não com o estilo de vida das pessoas em Alexandria e se é compatível ou não entre o grupo. Então acho que isso é uma coisa que descobriremos – possivelmente – de uma forma ou de outra.

Morgan parece valorizar a vida humana. Indo do enterro de Pete a ajudar os sobreviventes de Alexandria a lutar. Ele meio que vai se tornar a consciência de Rick?

Lennie James: Acho que uma das coisas que vão se tornar claras nessa temporada é como você sobrevive nesse mundo. Vai ser parte das conversas da sexta temporada.

Rick está tentando explicar para as pessoas de Alexandria que se você quer viver nesse mundo você deve matá-lo. E Morgan está tentando se manter numa filosofia que prega que se você vai viver nesse mundo talvez haja uma maneira de deixar as outras pessoas viverem. Essas ideologias vão centrar a sexta temporada e algumas vezes elas vão se confrontar e em outras vão caminhar lado a lado; no geral, é saber se elas podem ou não viver juntas dentro dos muros de Alexandria.

Acho que muitos pensam que Morgan é o estágio final de qualquer que seja o rumo que ele está tomando, mas não acho que seja esse o caso. Acho que ambos – não necessariamente um é a consciência do outro, porque ambos estão traçando suas estradas. Morgan ainda parece não estar firme na sua, diferente de Rick que está tentando se manter focado.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Trove

Publicidade
Comentários

EM ALTA