Siga-nos nas redes sociais

Talking Dead

Talking Dead Brasil #3 – Scott Adsit e Retta

Publicado há

em

Agora toda segunda-feira nós teremos o Talking Dead Brasil, uma coluna recapitulando tudo o que aconteceu no último Talking Dead. A coluna é escrita pela talentosíssima Sabrina Picolli que além de aficionada pelo Norman Reedus, sabe absolutamente tudo sobre The Walking Dead.

Talking Dead, para quem ainda não conhece, é um programa onde só falam sobre a série e suas curiosidades. Apresentado pelo comediante e podcaster Chris Hardwick, o Talking Dead vai ao ar logo após os episódios de The Walking Dead na AMC.

Talking Dead Brasil #3 – Scott Adsit e Retta

No último domingo, Chris Hardwick recebeu Scott Adsit (“30 Rock”) e Retta (“Parks and Recreation”) para um bate-papo descontraído no Talking Dead, logo após o episódio “I Ain’t a Judas” do seriado de zumbis da AMC. Como convidado-surpresa, a partir da metade do programa, a conversa contou com as contribuições de Emily Kinney (“Beth”) .

Quem diria que Carol diria a Andrea para esfaquear o Governador? Isso foi louco! Quero dizer, sempre imaginei Carol mais… (Hardwick faz um gesto indicando talvez uma Carol equilibrada) e, no entanto, parecia tão calma, envolvida em uma conspiração digna de uma “guerra das vaginas”

Retta resume dizendo: “É o apocalipse! Algumas vezes você tem que simplesmente acordar!” Scott adiciona: “Carol pode ser mais badass que o próprio Rick. Ela já passou por muita coisa, já perdeu muita gente, ela tem tudo para ser a pessoa mais durona do planeta.”

O que vocês acham que estava passando pela cabeça de Andrea quando ela estava lá parada em pé, nua, com uma faca na mão, diante do Governador?

Retta acredita que Andrea deveria tê-lo cortado; até mesmo por que, caso ele acordasse, a cortada seria ela. Scott Adsit pondera que ela ainda realmente estaria inclinada a mata-lo, mas há sentimentos ainda por ele que a colocam na dúvida – e que mata-lo durante o sono não seria algo digno dela, por ser algo mau. Não há, em sua opinião, como o Governador morrer dormindo. Ele tem que ver a bala vindo em direção ao seu rosto.

002

Como o Governador ainda dorme ao lado de Andrea se ele tem suspeitas quanto à sua lealdade?

A opinião de Retta, por mais louco que possa parecer, é a que o Governador, à medida em que “permitiu” que Andrea fosse à prisão e percebeu que ela havia voltado para Woodbury, teve suas suspeitas ao menos parcialmente desfeitas – como se Andrea houvesse escolhido de que lado ficar. Ainda assim, não há jeito, o Governador deveria dormir com um olho aberto e alerta…

Como você acha que a cidade reagiria se ela matasse o Governador?

Talvez toda a cidade possa estar suspeitando do Governador, diz Scott. Hardwick discorda, argumentando que o povo está tão às cegas a respeito do Governador quanto Andrea, ou mais. Andrea só poderia mata-lo às escondidas ou então, escancarando e ameaçando quem se voltasse contra ela.

O grupo de Rick não exagerou em sua reação quanto ao tratamento destinado à Andrea, no momento em que ela chegou na prisão?

Retta acha que não, que foi a atitude mais óbvia possível – no lugar deles, teria feito exatamente a mesma coisa, uma vez que ela está ainda encantada pelo Governador, e está com ele por tanto tempo. Adsit acrescenta que Andrea está tentando fazer a paz entre os grupos e entre as pessoas com as quais ela se importa.

003

E quanto à reação de Michonne?

De acordo com Retta, “é como quando seus pais dizem a você que está fazendo algo errado, mas na hora você não se importa, pois está se divertindo.” 

Mas Michonne parece estar realmente magoada, e deixou isso bem claro, dizendo que Andrea “escolheu o conforto e deixou sua melhor amiga para trás”.

Retta volta a defender Michonne, achando que ela não estava exagerando, e sim mostrando seus sentimentos e o quanto Andrea a feriu. Foi sua maneira de dizer: “Você me magoou! Eu estava certa, você sabia que eu estava certa e ainda assim escolheu o outro lado”.

E quanto a Merle? Você acha que ele realmente está tomando consciência do quanto as suas ações afetam os outros? Eu digo que não, que Merle está apenas sendo um sobrevivente – se o outro grupo não me quer, vamos ver como eu me encaixo aqui na prisão…

A opinião de Adsit é a de que Merle é um espertalhão. Retta acredita que ele só está tentando não ser esfaqueado enquanto dorme.

Se o grupo entregar Merle ao Governador, isso iria funcionar para aplacar sua fúria?

Retta acredita que não – Merle inclusive havia falado a Hershel como as mortes aconteceriam, o Governador está com sede de vingança e mataria um a um diante de Rick. Adsit acrescenta que o Governador faria isso com requintes de humilhação.

No momento In Memorian, no qual relembra-se as mortes do episódio, tivemos uma série de zumbis para “lamentar a morte”. Uma curiosidade, todos os zumbis do episódio foram mortos com uma machadada ou martelada no rosto. Foi uma semana difícil… para o rosto dos zumbis!

O segundo quadro inicia com a pergunta de um fã na plateia: “Se você estivesse no lugar de Andrea, qual grupo você escolheria? Woodbury ou a Prisão?”

Retta escolheria Woodbury, para conseguir tomar banho (risos)! A escolha é acompanhada por Adsit, em função de todas as comodidades.

004

E quanto à cena onde o Governador mostra o seu olho ferido?

Scott comenta, surpreso, que inicialmente achava que o Governador fosse fazer algum tipo de maquiagem naquele ferimento, mas, no final das contas, revelou-se que ele apenas estava segurando um fósforo aceso! Retta declara que, no momento em que ele iluminou seu olho ferido para depois colocar o tapa-olho, ele finalmente se transformou, externamente, no monstro que ele realmente é. Hardwick compartilha desta opinião, comentando que naquele momento estava surgindo o vilão que o Governador irá ser ao longo de todo o restante da temporada. “Nada de bom pode vir de alguém com um tapa olho!” (Risos)

Estaria Carl pedindo para seu pai abdicar da liderança para salvar Rick ou o grupo?

Ambos concordam que Carl quer salvar a Rick . Retta ainda acrescenta que Carl teve perdas bastante peculiares, vide o que ele precisou fazer com a própria mãe. O garoto precisa de algum referencial de uma vida “normal” neste mundo, algo que o lembre de sua vida anterior, e tudo o que lhe restou foi Rick. Scott complementa dizendo que Carl é um líder nato, e que está aos poucos colaborando bastante com o grupo, e precisando tomar decisões. Hardwick provoca, perguntando se não haveria uma sensação por parte de Carl de que “eu precisei matar minha mãe e estou aqui, inteiro! Que tal você também se recompor?” Retta acha que isso também pode estar acontecendo a Carl, mas que não seria o principal. Adsit brinca com a possibilidade de Carl estar pensando: “Não me faça atirar em você, papai!” (Risos)

Vocês acham que Carl e Hershel estão fazendo com que Rick tenha outro surto, ao chamá-lo à responsabilidade da liderança?

Retta acha que não, que eles estão apenas querendo que Rick cumpra aquilo a que se propôs, que lidere o grupo. Estão cansados de ver Rick perseguindo fantasmas. Acrescenta Adsit: que Rick faça isso ou que delegue esta responsabilidade a outra pessoa.

Vocês acham que Merle pode ser um homem infiltrado do Governador na prisão?

Não! – dispara Retta – Merle é um homem em busca de proteção, e, neste momento, acredita que conseguirá esta proteção ao lado de Daryl na prisão, e não ao lado do Governador. Scott resume a filosofia de Merle em uma brilhante expressão: “Merle está ao lado de Merle. Ele não precisa de ninguém em específico, mas de alguém que garanta sua segurança naquele momento.”

Um novo quadro estreou em Talking Dead nesta noite. Sob a justificativa de que um apocalipse zumbi poderá acontecer a qualquer momento, dicas de sobrevivência serão dadas ao longo dos vários programas. É o “Talking Dead Zombie Survival Tips”, que pode ser traduzido como “Dicas de Sobrevivência aos Zumbis, de Talking Dead”.

As dicas dadas na primeira edição deste quadro foram as seguintes:

KIT DE EMERGÊNCIA PARA AS PRIMEIRAS 72 HORAS:

– Comida, água, abrigo, roupas extras e kits de primeiros-socorros fazem parte do básico
– Absorventes: excelentes para realizar curativos, incluindo curativos compressivos, bem como para usar na sola dos sapatos como proteção extra
– Fio dental: para suturar ferimentos e mesmo como linhas de pesca.
– Camisinhas : uma camisinha pode armazenar até dois litros de água potável.

Qual o tamanho do prejuízo agora que Tyreese se juntou ao grupo do Governador?

Retta confessa que é um grande prejuízo e que está bastante nervosa com o que possa acontecer com o bebê, preocupação compartilhada por Hardwick. Adsit complementa que será como uma imensa corrida “fugindo de miras a laser” e que se algo acontecesse ao bebê, Rick desabaria, mas teria que se recompor imediatamente para salvar sua vida. Retta ainda acrescenta outra preocupação: “Por que os personagens negros não podem ficar no show???” Chris reitera: “Mas Tyreese está no show!” E todos concordam que Tyreese já nem mais se importa em estarem cercados por “brancos loucos”, não sendo surpreendente o fato de ver Andrea na floresta usando um “zombie pet”.

005

Neste quadro também foi mostrado o “behind the scenes” da cena em que Andrea cria seu “pet zombie” – inicialmente encenada por um zumbi “humano” e usando-se machados de borracha, para depois ser trocado por um zumbi protético e com um dispositivo nas costas, por onde Milton controlava os movimentos da cabeça do monstro, à medida em que ele tinha suas mandíbulas destruídas contra a pedra. A cena foi tão forte que até mesmo o cinegrafista virou o rosto no momento em que a mandíbula do zumbi estava sendo destruída.

Na próxima temporada, Andrea se apaixonará por um zumbi? Ela tem feito escolhas românticas terríveis.

Retta acha que Andrea tem uma atração por pessoas desajustadas. Adsit acredita que tenha acontecido algo mais entre Michonne e Andrea, opinião compartilhada por Retta – isso justificaria a mágoa da ‘Rainha Núbia”.

No quadro seguinte, Emily Kinney junta-se ao grupo, deixando também suas impressões a respeito do episódio. Antes disso, porém, as curiosidades a respeito do episódio são mostradas, no quadro “Inside the Dead”:

– Chandler Riggs acredita que Carl está com vergonha de seu pai, por ele estar enlouquecendo, e que pedir a Rick para que ele deixe a liderança foi uma espécie de momento da virada no relacionamento entre ambos.
– Norman Reedus conta que Andrea se sentiu como um animal enjaulado durante a filmagem de sua chegada à prisão, e que entre os takes ela foi muito abraçada, apenas para que pudesse se sentir melhor.
– David Morrisey diz que seu personagem está sempre assumindo uma atitude ameaçadora para, psicologicamente, estar melhor que seu inimigo. Ele deve saber alguma coisa a respeito de Psicologia, uma vez que é casado com a tataraneta de Sigmund Freud.

006

Hardwick brinca com Kinney, dizendo que ela se transformou no “rádio” do grupo. Ela ri e comenta que é bom dar um pouco de música àquela vida. Ela acredita que cantar é divertido e que possa dar um certo conforto àquela gente, que pode uni-los também.

Da primeira vez que conversamos, Beth queria morrer. O que mudou de lá para cá?

Bem, eu acho que ela viu todos ao seu redor morrendo e não tinha esperanças. Ao longo do final da segunda temporada e na terceira temporada ela se tornou parte do grupo, agora ela sente que pertence a algum lugar. Ela pode não ser a primeira a tomar a frente e matar zumbis, mas certamente possui um papel importante para aquela gente – ainda que cuidando do bebê.

E quanto ao relacionamento com Carl?

Kinney acha que o relacionamento entre Beth e Carl é de amizade, de companheirismo. Entretanto, eles estão no meio do apocalipse e não há mais muita gente por perto, portanto… nunca se sabe o que acontecerá!

007

Por que Beth beijou Rick no rosto? Ela está querendo algo com ele?

Emily se diverte com a pergunta, mas acredita que não há nenhum interesse amoroso em relação a Rick. Ela estava vendo sua irmã retornando, muitas coisas estavam acontecendo, e ela vê realmente Rick como um líder e uma pessoa confiável, foi uma maneira de agradecer.

O Governador diz que “a adolescência é uma criação do século XX”, justificando seu exército de jovens garotos. Você concorda com isso?

Emily acredita que naquele mundo até mesmo adolescentes precisam assumir novos papéis, então é muito difícil dizer.

Um fã pergunta, por telefone, por que o olho ferido do Governador “mudou de lado”. Hardwick esclarece que houve vários tweets referindo a mesma coisa, mas a câmera estava focada no espelho onde o Governador se olhava.

A hashtag da noite foi #IWantYou – referindo-se à “convocação” do Governador para o “Exército de Woodbury”. Algumas pessoas enviaram tweets furiosos a respeito. Como o que seria uma resposta de Michonne: #IWantYou, Governador, que olhe para essa cicatriz no seu rosto e lembre de mim por toda sua existência miserável…

Vocês conseguiriam andar no meio de uma horda de zumbis e não sentir absolutamente nada?

Retta nega. Diz que tem um reflexo de vômito extremamente sensível! Adset diz que não sabe como realmente seria. Emily acha que eles, antes de serem malcheirosos, são apavorantes.

008

No último quadro do programa temos o resultado da enquete da noite.

POR QUE O GOVERNADOR DEIXOU ANDREA IR À PRISÃO?

38% – Para obter informações sobre Rick
56% – Para testar sua lealdade
6% – Para livrar-se dela

VEJA TAMBÉM:

• Talking Dead Brasil #1 – Kevin Smith e Steven Yeun

• Talking Dead Brasil #2 – Robert Kirkman e Joe Manganiello

• Todas as informações sobre o próximo episódio: 3×12 – “Clear”

• Galeria de imagens do Talking Dead

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA