Siga-nos nas redes sociais

3ª Temporada

Robert Kirkman fala sobre os acontecimentos do episódio 10: “Home”

Publicado há

em

Spoilers do episódio 10 – “Home”. Você foi avisado.

Enquanto a segunda temporada foi bastante criticada por estar lenta demais, é fato que a terceira temporada jamais terá esse tipo de queixa contra si. O último episodio de The Walking Dead foi cheio de eventos crescentemente chocantes, então o site IGN conversou com o produtor/criador da série, Robert Kirkman, a respeito deste.

IGN TV: Eu adoro a maneira como vocês estão construindo o confronto entre Rick e o Governador, como você falou na semana passada. Assumindo que isso é algo que irá acontecer na season finale, como você aborda a série para que a tensão seja gradual, após todos os eventos deste episódio?

Robert Kirkman: Acho que é importante saber que este ataque é, definitivamente, um teste às capacidades do Governador, e também algo como tomar uma postura; tentar mostrar que ele é alguém a ser temido. Ele está dando o tom do próximo conflito. Ele está atirando para o ar na maior parte do tempo, e definitivamente estava tentando romper com todas as defesas. Isso é apenas um teste, algo que irá ainda se tornar um ataque verdadeiro. Eu acho que é um bom passo em direção ao conflito que virá, e se as pessoas pensaram que este era o ataque verdadeiro, elas devem aguardar mais um pouco.

IGN: Uh-oh! Isso parece ameaçador.

Kirkman: [Risos]

IGN: Mas antes do ataque, eu realmente gostei daquele momento de doce preocupação de Hershel com Rick. Hershel tem passado por muitas coisas, tanto quanto Rick, em termos de ter perdido sua esposa, e acho que ele é mais empático ao Rick do que muitos outros personagens. Veremos o relacionamento deles se desenvolver nos próximos episódios?

Kirkman: Sim. Desde a fazenda estes dois personagens construíram um grande vínculo. Rick foi o personagem que estava tentando trabalhar com Hershel contra Shane, para fazer com que as coisas funcionassem. Então, estes dois personagens são homens que se entendem muito bem. Eles se vincularam naquele tiroteio no bar; passaram por muitas coisas juntos. Hershel é alguém que sabe bem o que é perder uma esposa, então ele está bastante preocupado com a forma como isso afeta Rick e todo o grupo. Eu acho que ele é o mais solidário de todos.

IGN: Também estou interessado em ver como o grupo reagirá à presença de Merle na prisão. Você acha que esse insight a respeito dos planos do Governador e seu auxilio durante o ataque pode superar o ódio do grupo por ele?

Kirkman: Merle é alguém que foi um grande recurso do Governador, e foi um grande erro da parte desse transformá-lo em um inimigo, permitindo que ele se transformasse um recurso valioso na prisão. Ou, quem sabe, este pode ter sido o plano do Governador desde o começo. Veremos.

IGN: O surto de Rick parece ter possibilidado que outros membros pudessem exercer um papel de liderança, particularmente com a ameaça do Governador pairando sobre eles. Glenn parece ter aproveitado essa ocasião, apesar de ser uma maneira muito precipitada. Alguém mais no grupo irá nos surpreender desta maneira?

Kirkman: Eu diria para ficar de olho em Carol. Eu acho que há coisas realmente legais vindo relacionadas a ela, mas também acho que é um momento bastante interessante para o grupo, enquanto vemos personagens como Hershel e Glenn exercendo alguma liderança enquanto Rick continua insano. Isso é algo que ainda veremos, e acho que algumas destas características irão surpreender você.

IGN: Vocês estão deixando Andrea em posição de ter que fazer uma escolha a respeito de sua lealdade. Você acha que depois dos eventos que ocorreram a ela até o momento, ela estará indo mais para um lado do que para o outro?

Kirkman: Eu diria que neste momento ela está pendendo para o lado do que possa deixar o povo de Woodbury seguro. Eu acho que ela aprendeu a amar esta comunidade mais do que o próprio Governador. Enquanto ela começa a se dar por conta do que ocorre com o Governador e fica bastante alarmada com isso, ela tenta descobrir como lidar com a situação, ao mesmo tempo em que ela não quer abandonar aquela gente. Ela sabe que há pessoas boas em Woodbury, e isso deixa Andrea dividida.

IGN: Um momento interessante deste episódio também é quando Daryl e Merle resgatam a família na ponte, e acreditamos que não veremos mais aquela gente novamente. Eu gosto desta ideia de mostrar outras pessoas fora do elenco principal, apenas passando pela cena. Teremos mais disso nesta temporada ou estaremos mais focados no conflito com o Governador daqui por diante?

Kirkman: Nós temos sempre sido cuidadosos para não fazer isso demais porque não queremos que pareça que há pessoas em todos os lugares o tempo todo. É algo perigoso, em uma situação de fim do mundo. Mas é importante, de tempos em tempos, que se veja que há pessoas lá fora. Estamos apenas vendo um pequeno grupo que está sobrevivendo neste mundo. Há todo um outro mundo lá fora, outras pessoas que também tentam sobreviver.

Nós definitivamente veremos alguns momentos assim ao longo de todo o show, não importa quanto tempo ele dure. E algumas vezes eles virão ao show, e se tornarão personagens, e outras vezes serão como a família que vimos, fazendo sua aparição e depois tendo toda uma história que nós não veremos.

IGN: Podemos esperar para ver mais alguma retaliação do grupo da prisão contra Woodbury no próximo episódio?

Kirkman: Acho que as coisas continuarão a esquentar e a progredir ao longo da temporada. Este é nosso décimo episódio, e teremos 16, então olhe quantos temos – não sou bom em matemática – pela frente. Estaremos seguindo adiante em direção à dramática conclusão; qual essa conclusão dramática será, eu não posso dizer. Há muitos lugares para onde podemos ir a partir daqui.

O que você acha que acontecerá em The Walking Dead nos próximos episódios? Quem vencerá essa guerra? Deixe suas opiniões nos comentários abaixo.


Fonte: IGN
Tradução: @BinaPic / Staff Walking Dead Brasil

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA