Siga-nos nas redes sociais

Site

Recordes e Multi-franquia: Conheça algumas curiosidades de The Walking Dead

Publicado há

em

Você ama The Walking Dead, envolve-se com a história e fica doido esperando os episódios de uma próxima temporada, não é mesmo?

Afinal, a série é um fenômeno no mundo inteiro e atualmente está presente nas mais diversas mídias para os mais diversos públicos. Até mesmo o jogo da Telltale “The Walking Dead” se tornou um dos favoritos entre os fãs pela sua história, que se passa no mesmo universo da série de TV. São todos produtos que, para ter a coleção completa, só jogando na Mega Sena Hj e contar com a sorte.

Pensando nisso, decidimos selecionar sete curiosidades que você – provavelmente – não sabia sobre The Walking Dead.

1 – Baseado em uma história em quadrinhos

The Walking Dead foi anunciado pela primeira vez em 20 de janeiro de 2010 como uma adaptação em live action da série homônima lançada originalmente em histórias em quadrinhos. Os três primeiros episódios tiveram envolvimento ativo de Frank Darabont, autor da HQ original, e as gravações do episódio piloto ocorreram no dia 15 de maio de 2010, em Atlanta, na Geórgia.

Com o piloto aprovado, o restante da temporada começou a ser gravado no dia 2 de junho do mesmo ano. Após o lançamento dos episódios, The Walking Dead teve aclamação de público e crítica, alcançando uma pontuação de 82% no Metacritic e 8.4 na recepção do público, além de ser indicada ao Globo de Ouro por melhor série dramática.

2 – Inspirado em um filme

De acordo com o criador da série, Robert Kirkman, uma das inspirações para desenvolver a série foi o filme Extermínio. Segundo suas palavras (via Mix de Séries):

“Eu assisti o filme antes da primeira edição de The Walking Dead ser publicada. A primeira edição saiu em outubro de 2003 e o longa estreou nos Estados Unidos em junho de 2003. Então eu já estava trabalhando numa segunda edição quando eu assisti o filme. Teria que mudar tudo caso tivesse tempo de editar a primeira edição, porque a abertura é muito simular. Então, tomei a decisão de não mexer em nada, o que hoje me arrependo porque deveria ter dado de ombros para as questões empresariais. Eu nunca vou me esquecer disso, mas eu estava errado”.

3 – Sem pretensão

Diferente da série de TV, a HQ começou de forma despretensiosa segundo seu próprio criador. A ideia de Robert Kirkman e o ilustrador Tony Moore era fazer uma história divertida para passar tempo, não imaginando que ela teria toda essa repercussão que veio a ter hoje.

4 – Apocalipse zumbi

A trama é centrada em Rick Grimes, que é um policial de uma cidade do interior dos Estados Unidos. Ao acordar em uma cama de hospital ele está cercado por mortos-vivos que – curiosamente – não são chamados de zumbis ao longo da série de TV.

Desde este momento, ele precisa fugir e encontrar alguém que possa explicar o que está ocorrendo. Eventualmente ele descobre que um vírus infectou quase todo o planeta e ele encontra a família com um grupo de sobreviventes.

5- Referência a Resident Evil

Além da história ter muitas semelhanças com a série que ficou famosa nos videogames, The Walking Dead faz uma referência direta ao Resident Evil 4 durante o décimo episódio da sétima temporada. Isso porque o protagonista Rick acaba enfrentando um zumbi cheio de espinhos para provar que merecia estar no novo grupo de sobreviventes que surge.

Mesmo não havendo um pronunciamento oficial sobre o assunto, a referência é bastante óbvia e, muito provavelmente, não se trata de uma coincidência.

6 – Momentos tristes

Por se tratar de um ambiente apocalíptico a série tem muita ação e boas doses de drama. Segundo os fãs, a morte de Jenny, que é a esposa de Morgan, é considerada uma das mais emocionantes e é vista logo na primeira temporada. Além destes, outros personagens também acabam falecendo e levando muitos espectadores às lágrimas:

Hershel: Este é um fazendeiro que teve participação muito importante na série curando diversos personagens, mas acaba sendo brutalmente assassinado;

Dale: Também considerado o “velhinho simpático”, ele acaba sendo mordido por um walker em sua fazenda.

Beth: Sendo bem desenvolvida ao longo dos episódios, ela começa como uma menina inocente e ingênua que não sabia direito o que estava acontecendo no mundo, mas acaba se transformando em uma destemida e corajosa mulher que consegue se libertar das mais diversas situações. Morre de modo “besta”.

Glenn: Provavelmente a mais triste de todas as temporadas, ele era considerado um dos personagens favoritos entre os fãs e um dos mais carismáticos entre todos. Talvez por representar uma esperança para o futuro do mundo e exercendo um papel muito importante na trama.

7 – Recordes

O último episódio da terceira temporada atingiu a impressionante marca de 12.42 milhões de espectadores, enquanto o primeiro episódio da quinta atingiu 17.29 milhões, sendo as maiores audiências de toda a história da TV a cabo norte-americana.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Publicidade
Comentários

EM ALTA