Siga-nos nas redes sociais

3ª Temporada

Laurie Holden fala sobre The Walking Dead, dormindo com o inimigo, e o porquê de Andrea ser incompreendida

Publicado há

em

Qualquer pessoa que esteja assistindo The Walking Dead, da AMC, sabe que tanto o Governador (David Morrissey) como Rick Grimes (Andrew Lincoln) são totalmente doidos. Pode ser um tipo diferente de insanidade, mas ambos “saíram da casinha” recentemente, alarmando as suas respectivas comunidades, que dependem de suas lideranças. Há um personagem do show, no entanto, que deixa seus fãs enlouquecidos imaginando o que ela pensa, para estar ainda por Woodbury (e dormindo na cama do Governador). Interpretada perfeitamente por Laurie Holden, Andrea parece ser um caso perdido, nesse ponto, mas isso não poderia ser menos verdadeiro. A atriz veterana, também conhecida por seu trabalho em “The Shield” e em “The Mist”, contou que Andrea é realmente incompreendida.

A Indiewire recentemente conversou com Holden a respeito do que mantem Andrea em Woodbury, o novo showrunner de The Walking Dead e o que acontecerá quando a personagem chegar à prisão.

O que Andrea está fazendo em Woodbury? Por que você acha que ela se apegou ao Governador? Ela até mesmo esnobou Michonne (Danai Gurira), a pessoa que salvou sua vida e cuidou dela.

Okay, ela não esnobou a pessoa que salvou sua vida, e precisamos deixar esse ponto bem claro.

Ela não escolheu o Governador no lugar de Michonne. Ela escolheu uma comunidade, uma vida e segurança. Michonne é, e sempre foi, uma misantropa, e ela nunca teria sido feliz em qualquer tipo de comunidade. Eu sei que ela encontrou um lar na prisão agora, mas ela gosta de estar em movimento. Andrea ficou tão grata em encontrar esse oásis – esse nirvana – mas a expressão “se é bom demais para ser verdade, é por que é” está explodindo na sua cara. Mas ela não soube isso até agora que ela se deu por conta de que ele é completamente louco.

Ela viu um monte de coisas, no entanto. Ela viu as cabeças, a filha e a luta. E ainda está lá.

Bom, ela ainda está lá, mas você tem que entender que não é o mundo como nós conhecemos. É um mundo apocalíptico. Descobrir Penny no armário, por exemplo: muitas pessoas acham que “bom, ele manteu sua filha zumbi presa num armário,” e eu digo “bem. Andrea sentou ao lado de sua irmã morta por dois dias esperando que pudesse haver um final feliz.” Hershel manteve sua esposa e sua família no celeiro. Todos estão em luto.

Isso não faz sentido, necessariamente, ou chegou a ela da maneira certa, mas ele é um líder e é o fim do mundo. Ele deu explicações a ela mas, para ser bem claro, ela não sabia ou tinha ideia de que ele estava machucando seus amigos ou declarando guerra a eles. Ela nunca teria concordado com isso.

Ela está em uma encruzilhada. Ela sabe agora e precisa descobrir o que fazer. Eu nao tenho a impressão de que ela esteja apavorada a ponto de ir embora nesse momento. Você acha que seria esse senso de comunidade que está mantendo Andrea por lá ou você acha que ela vê uma parte de si no Governador? Ambos são lideres. Ambos são pessoas fortes.

Eu acho que a única semelhança entre Andrea e o Governador é o fato de eles serem pessoas fortes em suas vidas, e de resto são totalmente diferentes. Ela pensou que ele pudessem ser almas gêmeas, e agora está se dando por conta de que eles não se parecem em nada. A única razão para ela ficar em Woodbury é porque ela está ativamente tentando descobrir uma maneira de acabar com a matança e encontrar a paz. Não é sobre Team Rick ou Team Governador, é sobre Team Pessoas.

Há 74 pessoas em Woodbury –homens, mulheres, crianças e idosos–e há seus amigos na prisão, e ela precisa descobrir uma maneira de chegar a esses homens com alguma solução. Ela quer fazer a paz. E essa é a unica razão pela qual ela ainda está em Woodbury. Não se trata de uma cama quente e aconchegante ou qualquer sentimento adorável por aquele cara.

Você acha que Andrea pensa poder mudar a cabeça dele, de alguma maneira?

Sim, mas não da maneira estereotipada da mulher que quer “mudar o seu homem”. Não se trata de muda-lo, mas sim de alcançar a sua humanidade. Ele era um pai, ele perdeu sua esposa, em algum momento havia um homem bom ali, então se trata de tentar alcançar o seu espírito e aquele que ele era antes de toda essa loucura acontecer.

O mesmo acontece com Rick. Rick está totalmente fora de controle, o que ela está para descobrir. Ele é um ser humano incrível e um líder nato, mas ele não está no seu melhor agora. Em algum lugar ainda está aquele homem maravilhoso pelo qual todos se apaixonaram.

Você estabeleceu essa compatibilidade com o grupo de Rick, Glenn (Steven Yeun), Maggie (Lauren Cohan) e os demais, antes de iniciar esta temporada. É como se esta temporada fosse um show totalmente novo para você. Como foi trabalhar com todo esse novo grupo de atores?

Foi ótimo.Foi uma manobra corajosa para “The Walking Dead” porque foi praticamente uma partida, e nós só esperávamos e mantínhamos os dedos cruzados para que o enredo de Woodbury funcionasse bem. Se você voltar ao episodio três, é como se fosse um novo show. Era Andrea em um outro conjunto de circunstancias e completamente separada do grupo, e de “The Walking Dead” como nós conhecíamos. Era um verdadeiro desafio e foi cumprido maravilhosamente, no sentido de que agora sabemos que “The Walking Dead” pode ir a qualquer lugar. Agora nós podemos realmente ampliar o mundo de “The Walking Dead.” Eles podem ir a qualquer lugar e fazer qualquer coisa, e as pessoas podem se separar. Não temos que estar sempre juntos para que funcione. Isso tem sido glorioso para o show.

Você ficou nervosa em relação à direção que o show pode tomar, agora que Frank Darabont e Glen Mazzara foram embora?

Scott Gimple, o novo showrunner, tem sido um de nossos escritores há muito tempo. Ele é inacreditavelmente criativo, e eu acho que estamos a ponto de entrar em uma fase de renascimento.
Eu acho que os fãs estão um pouco nervosos. Eles ficam nervosos quando esse tipo de coisa acontece.

Tem sido também traumático para nós. Quero dizer, ninguém quer ver seu capitão abandonando o barco, mas o novo showrunner é de casa, conhece muito bem cada personagem e está envolvido e muito apaixonado pelo show. Para ser honesta, a equipe e o elenco são como uma máquina bem lubrificada e que vai ficar ainda mais perfeita. Eu acho que “The Walking Dead” irá decolar.

Ter Robert Kirkman por perto ajudou a solidificar a série também?

Adoro ver Robert Kirkman e tê-lo por perto, pois ele é como “O Poderoso Chefão.” Ele nos criou. Ele tem uma visão desse mundo e o conhece melhor do que ninguém, então é maravilhoso ter esta interação e esse ponto de partida, podendo fazer perguntas a ele para aprofundarmo-nos no arco de nossos personagens e para onde vamos. Definitivamente isso nos ajuda a entender o mundo em que vivemos.

Andrea finalmente retorna à prisão. Você acha que haverá desconfianças rondando aqueles outros personagens que um dia foram seus amigos mais próximos?

Sim, sem sombra de dúvidas. A parte triste disso é que se trata de um grande e terrível mal entendido. Eles não sabem o que está acontecendo com Andrea em Woodbury. Eles apenas sabem que eu estou de caso com um vilão sociopata. A parte triste é que ela não sabia que ele estava fazendo aquelas coisas terríveis e tendo todo aquele comportamento  então toda desconfiança é injustificada. Faz sentido, mas não é a Andrea que eles conhecem e que se tornaram amigos. Eu acho que se derem mais algum tempo, vão entender que ela ainda é parte de sua família e que ela os ama muito.

Como você acha que ela lidará com esta desconfiança?

Acho que ela ficará de coração partido. Ela irá entender e dar razão, e fazer o melhor que puder com isso, mas é realmente doloroso quando você tenta alcançar as pessoas que você ama e com quem se importa e elas expulsam você.

Há algo mais que você possa contar a respeito do que acontecerá com Andrea?

Só posso dizer que Andrea tem um coração puro e que ela pode ser até mesmo uma idealista, mas ela quer paz. Ela irá aos confins do mundo para ter certeza de que não há sangue em suas mãos, que não há nenhuma guerra, e que as pessoas estão bem.

[SPOILER]  Laurie Holden revela que Andrea honrará Dale indo em missão de paz à prisão.


Fonte: Indiewire
Tradução: @BinaPic / Staff Walking Dead Brasil

Publicidade
Comentários

EM ALTA