Siga-nos nas redes sociais

4ª Temporada

Scott Gimple revela que buscou inspiração nos livros para a transformação do Governador na 4ª Temporada

Publicado há

em

ATENÇÃO: Esta matéria contém spoilers do quinto episódio da quarta temporada, “Internment” (Internamento).

Caramba, esse cara simplesmente não consegue superar, não é? Acho que ter sido derrotado por Rick e seu grupo tanto em Woodbury quanto na prisão não foi o suficiente para o Governador. O vilão que usa um tapa-olho desapareceu no final da última temporada após massacrar seus próprios cidadãos de Woodbury em um ataque de loucura, mas lá estava ele novamente no finalzinho do episódio de ontem a noite de The Walking Dead, observando tanto Rick quanto a prisão de uma certa distância, através de seu olho bom. O que esse maldito quer dessa vez? Porque ele está lá? O que diabos aconteceu com ele desde a última temporada? E o que virá a seguir? O Entertainment Weekly conversou com o homem que está no comando, o showrunner Scott M. Gimple, para termos algumas respostas. (Além disso, certifique-se de conferir a entrevista com o próprio Governador, David Morrissey.)

ENTERTAINMENT WEEKLY: Ok, nós vimos o Governador parado, olhando ameaçadoramente para a prisão. O que ele está observando? Ele está olhando para Rick em termos de “Quero pegar aquele otário”? Ou está olhando para a construção em termos de “Eu quero tirar AQUILO daquele otário”? Ou seria as duas coisas?

SCOTT M. GIMPLE: Essa é uma pergunta muito boa. Eu não vou respondê-la, mas eu diria que essa é uma boa pergunta, uma boa pergunta, uma ótima pergunta. Mas vou dizer isso a vocês: Vocês vão receber a resposta dessas perguntas muito rápido mesmo.

EW: Então, o que nós podemos esperar para ver no próximo episódio?

GIMPLE: Nós vamos nos aprofundar na questão de quem é esse cara, para, futuramente, definirmos esse cara. Ele fez algo muito forte no final da temporada que o define, de um certo modo, que o afetou, verdadeiramente. E isso o mudou muito. Então, nós veremos quem esse homem é agora. Haverá, absolutamente, um elemento de flashback para preencher essas lacunas. Mais, eu diria, do que nós fizemos ao reintegrar a prisão.

Governador-4-Temporada

EW: O Governador, verdadeiramente, explodiu na última vez em que nós o vimos. O que você pode dizer em termos de como está a mente dele?

GIMPLE: Nós sabemos o que ele fez. Ele matou aquelas pessoas. Nós sabemos que Rick acolheu basicamente os cidadãos remanescentes de Woodbury. Essa cidade contribuiu muito para a formação da identidade desse personagem. E para o propósito dele. E tudo pelo que ele estava lutando. E fazer essa pergunta, o que sobrou após isso? – nós veremos. Nós vamos responder essa questão. Mostraremos isso.

EW: Quando encontramos o Governador na temporada passada, ele quase tinha esse complexo de Messias e pensava de verdade que era o salvador daquele grupo de pessoas. Como ele vê a si próprio agora?

GIMPLE: Eu não sei se pensaria em um complexo de Messias, mas direi que ele estava muito orgulhoso do que fez. Estava muito confortável com essa identidade que teve que se esquecer de si mesmo, e do propósito que tinha. Ter todas essas coisas arrancadas dele conduzem-no para a essência de quem ele é. E, também, eu diria que o homem que o Governador é no apocalipse zumbi, em Woodbury, não é necessariamente o homem que ele era antes de se transformar. Ter tudo isso arrancado o traz de volta ao dia inicial em relação a quem ele é.

EW: Esse é um território inexplorado, já que, nesse sentido, os quadrinhos não seguiram a trajetória do Governador sobrevivendo ao ataque da prisão e fugindo daquela maneira. Nós veremos alguma influência dos três livros que trataram da história do Governador, talvez?

GIMPLE: Eu me aprofundei bastante nesses livros. O novo acabou de ser lançado. Não recebi uma cópia, então estou lendo-o agora, mas eu amo os dois primeiros livros, e eles foram, absolutamente, uma fonte de inspiração. E isso é interessante porque o Governador, nos livros, é um pouquinho diferente do Governador nos quadrinhos. Acho que direi que me aprofundei nesses livros. Nós conversamos sobre eles. Acho que eles foram uma fonte de inspiração para essa história e que há alguns momentos que as pessoas podem reconhecer, mas também é bem diferente.

EW: Eu vou jogar suas próprias palavras na sua cara agora…

GIMPLE: Na minha cara!

EW: Claro! Porque, no verão, quando nós conversamos sobre essa temporada ser como um remix, porque vocês usariam grandes momentos dos quadrinhos e os incorporariam à série, mas de uma maneira nova e diferente, tipo como o que vimos com Tyreese. Então, essa abordagem de remix ainda se sustenta, em termos do que podemos ver com o Governador?

GIMPLE: É interessante porque muito dessa coisa do remix que nós conversamos, eu apontei em diferentes elementos. Tipo, aqui está essa parte, que vem dos quadrinhos, de um modo diferente. Eu li os quadrinhos por tanto tempo – primeiro como um civil e depois trabalhando na série – que às vezes eu esqueço as coisas que são utilizadas lá para serem remixadas. Mas, com o Governador, com certeza há coisas assim que foram adaptadas, em termos do que há por vir.

EW: Faz um tempo desde que vimos esse cara pela última vez. É bom ter essa peça de xadrez de volta ao jogo?

GIMPLE: Estou muito animado em me aprofundar no desenvolvimento desse personagem e que as pessoas vejam todos os tipos de lados dele, que nós sugerimos antes. Como eu estava totalmente curioso com a reação da audiência com o que aconteceu entre Rick e Carol, há, momento após momento, também em relação ao Governador e à sua história, essa possibilidade de haver argumentos para ambos os lados. Então, eu quero muito ouvir esses argumentos. Não diretamente para mim. Eu só quero ouvir esses argumentos.

Como você acha que o Governador retornará? Ele terá mudado? Comente abaixo com os seus pensamentos e teorias.

Fonte: Entertainment Weekly
Tradução: Lalah / Staff Walking Dead Brasil

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA