Siga-nos nas redes sociais

5ª Temporada

Scott M. Gimple revela que “o tempo está meio embaralhado” na 5ª temporada de The Walking Dead

Publicado há

em

Nós estamos a menos de duas semanas de distância da estreia da quinta temporada de The Walking Dead. Como a última temporada terminou em suspense, os detalhes têm sido escassos. Mas a Entertainment Weekly encurralou o showrunner Scott M. Gimple e conseguiu arrancar algumas informações sobre os próximos episódios – dá uma olhada na citação cautelosa do título, por exemplo. Leia a conversa com o homem que está no comando de The Walking Dead e tente arrancar algumas respostas dele. Além disso, será que teremos mais palavrões nessa temporada?

Quais serão os grandes temas que você vai aprofundar na quinta temporada?

Scott M. Gimple: Na última temporada os personagens encararam a questão de várias formas: Eles já foram longe demais? Eles já foram muito longe para ainda serem pessoas? Será que eles já passaram por coisas demais, viram coisas demais, sofreram demais? Será que eles conseguiriam voltar a serem pessoas de verdade? E eu acho que a resposta no final da temporada foi não, eles não podem voltar a serem pessoas normais. Eles ainda podem ter relacionamentos, e até sentir alegria, mas eles nunca mais serão o tipo de seres humanos que eles eram. E potencialmente qualquer pessoa ocupando esse mundo não é mais o que era considerado normal antes do apocalipse.

Agora, esta temporada é: ok, eles não podem voltar atrás. Quem eles se tornaram? Esta temporada vai definir estes personagens. Você sabe, no ano passado era: Rick é o fazendeiro ou o pistoleiro? Agora é: ok, ele definitivamente não é o fazendeiro, ele é o pistoleiro. Mas o que isso significa? Quem ele vai ser? Qual será a sua identidade no final do dia, se ele não pode voltar atrás? Será uma jornada interessante para todos esses personagens. Muitos deles tiveram jornadas bem melhores para Terminus do que outros. Alguns deles saíram na frente, alguns deles tiveram perdas terríveis. Nesta temporada eles todos meio que acabam no mesmo lugar. Fisicamente, a princípio, e emocionalmente com o tempo.

The-Walking-Dead-5-Temporada-Promocionais-HQ-002

Vamos falar sobre as pessoas de Terminus, as especulações sobre os quadrinhos. Você disse em certo momento “Se eu não tivesse lido os quadrinhos, eu avançaria para o canibalismo?” Esse é um ponto completamente justo a ser considerado. Mas havia algumas pistas no último episódio, assim como o teaser, que indicavam que eles poderiam de fato ser canibais. Esse é o papo, senhor.

Scott M. Gimple: Entendi. Eu teria sido parte do problema, desse papo. O que eu digo sobre isso? É completamente justo pensar isso. Eu mesmo provavelmente teria pensado isso. Mas eu diria que, ainda que esta temporada tenha coisas dos quadrinhos, também tem muito da imaginação dos roteiristas, e isso inclui Robert Kirkman, que não é dos quadrinhos. Ela pode ter sido inspirada pelos quadrinhos, ela pode ser totalmente diferente dos quadrinhos. Terminus simplesmente não estava nos quadrinhos, é uma coisa própria. Pode fazer referência a aspectos dos quadrinhos, pode estar mais para um caminho longo para outras coisas dos quadrinhos.

O que os fãs podem tirar do trailer da quinta temporada? Porque você também insinuou que algumas partes talvez estivessem lá para despistar.

Scott M. Gimple: Um aspecto da informação que você viu no trailer é que nós brincamos bastante com o tempo nessa primeira metade da quinta temporada. Coisas que você vê acontecendo, algumas dessas coisas estão acontecendo agora. Algumas coisas estão acontecendo – e eu não estou falando apenas da montagem, estou falando sobre a temporada e sobre o trailer – mas algum tempo é condensado. E nós fizemos um pouco disso, acredito eu, no último ano. Um pouco com as partes do Governador. Aquilo foi bem mais flashback do que o que eu estou falando agora. Eu não quero passar a impressão de que “ah sim, eles estão em uma viagem para Washington e é um flashback louco. Todos eles esqueceram que já se conheciam”. Não. Mas eu digo que o tempo está um pouco embaralhado nessa temporada.

The-Walking-Dead-5-Temporada-Promocionais-HQ-014

Muitas das pessoas que estão presas nesse vagão estão se vendo pela primeira vez. Como eles vão se entrosar? Haverá brigas internas? Nos quadrinhos, Abraham e Rick não foram um com a cara do outro quando se conheceram.

Scott M. Gimple: Até mesmo quando Abraham conheceu Glenn, que é decididamente um cara amistoso, ainda que naquele momento ele talvez não estivesse sendo super-amistoso, os dois partiram para a pancadaria em um minuto e meio. E ainda por cima, um grande aspecto disso é que tem a Tara. Rick e Tara já se encontraram antes do vagão, mas estavam em lados opostos da cerca. E Tara estava parada bem perto do Governador. Isso é grande. Algumas dinâmicas de grupo serão afetadas, e algumas coisas que talvez… bom, elas precisam ser resolvidas de um jeito ou de outro, seja Abraham ou Rick, ou Tara e Rick, e Rosita certamente protegerá Abraham. Tem toda a coisa do Eugene. Não é necessariamente muito alegre. Mas eu digo uma coisa, o fato de que Glenn e Maggie de certa forma garantem todos eles é um bom sinal.

Parece que, pelo menos por algum tempo, a maior parte do grupo estará reunida, ao contrário da segunda metade da última temporada, onde eles estavam todos meio que estilhaçados. Nesse sentido o show vai ser um pouco diferente dos oito últimos episódios da quarta temporada?

Scott M. Gimple: Vai. Não vai ser uma coisa como foram os últimos oito no ano passado. Obviamente nós queríamos que a história (nos últimos oito episódios) focasse em todas as histórias individuais dos personagens antes que todos se reunissem. Nesse quesito, não vai ser tão uniforme quanto “Oh, só teremos histórias individuais”. Obviamente, nós vemos isso no grupo. Mas vai ser meio que uma mistura entre 4A e 4B. Porque teremos algumas histórias individuais inacreditáveis, mas também algumas grandes histórias de grupo. E então, mais adiante na temporada, teremos episódios que serão uma mistura das duas coisas, onde tem muitas histórias, mas em grupos separados. É, teremos um pouco de tudo.

The-Walking-Dead-5-Temporada-Promocionais-HQ-007

Como o show muda quando o grupo está em movimento, como foi na primeira temporada, ou a segunda metade da última temporada, e talvez partes agora na viagem para Washington D.C.? Qual é a diferença de quando eles se estabelecem em um certo lugar por um tempo, como na fazenda ou na prisão?

Scott M. Gimple: É bem diferente. É um mundo muito perigoso, e tem certas coisas que são difíceis de retratar na estrada, até mesmo coisas emocionais. A estabilidade permite um certo tipo de crescimento emocional, e a instabilidade apenas mantém você em movimento, e tem certas coisas que simplesmente não cabem. E isso faz com que certas questões emocionais, estando na estrada, fiquem mais acentuadas, e mais intensas, porque é muito difícil atende-las. Mas elas ainda estão muito presentes.

Mas da produção, o roteiro, você traz a história e existem todos os tipos de desafios, mas também oportunidades. Eu acho divertido fazer as duas coisas. Eu acho interessante fazer as duas coisas, e esse é um mundo que basicamente depende das duas. Você não consegue ficar por muito tempo em um lugar. Mas você pode ficar em lugares por algum tempo. Esses personagens estão chegando em um ponto em que essa é uma preocupação para alguns deles, que eles possam ficar de certa forma confortáveis, apenas se movendo pela área, e não acreditar que eles possam viver uma vida mais estável e, quem sabe, rica.

The-Walking-Dead-5-Temporada-Promocionais-HQ-006

Falando em outras tramas, o que você pode falar sobre Beth?

Scott M. Gimple: Eu posso dizer que Beth está viva, com certeza, isso eu posso dizer. Eu fico muito feliz quando as pessoas me perguntam onde Beth está. Eu digo “Lá está ela. Ela está logo ali!” Ela está em um lugar, em uma situação, que parecem bastante intensos para mim. Ela parece estar bem distante dos outros personagens. Parece estar em seu próprio caminho. E ela leva um golpe e tanto no final, ao que parece.

Ela está lá contra sua vontade?

Scott M. Gimple: Eu vou mudar para o modo audiência. Se ela está lá voluntariamente, não parece nada divertido. Não parece que ela está se divertindo. Mas nesse mundo, nós estamos bem. As pessoas naquele mundo não têm muitas opções. Então poderia ser voluntário, mas de fato, o que é voluntário quando a opção que você tem poderia ser sair sozinho pelo mundo?

E Rick? Fale sobre o homem que ele se tornou agora.

Scott M. Gimple: Rick está completamente integrado agora. Ele ainda tem aquela humanidade que Hershel meio que ajudou ele a reaver, mas ele também pode abocanhar a garganta de um cara. E ele vai precisar disso. Uma coisa que é interessante sobre essa temporada, e a história, e o mundo seguindo adiante, é que todo mundo que está lá precisa ter certa quantidade de poder, e eles têm que ser formidáveis de alguma forma. E eu acho que Rick está meio que no auge disso. Mas o que faz dele tão mais formidável é – quero dizer, tem uma fala do trailer, que diz “Essas pessoas são a minha família, e se você machuca-los de qualquer forma eu vou matar você”. Essa é meio que a declaração da missão ali. Ele não está gritando. Ele fala com muita frieza, muita certeza, e esse é quem ele é agora. Ele não hesita para proteger aqueles que ele ama. Ele não hesita e ele pode ficar muito assustador muito rápido.

The-Walking-Dead-5-Temporada-Promocionais-HQ-009

Alguma coisa na área dos relacionamentos? Tem sido basicamente Glenn e Maggie. Mais alguma coisa? Nos quadrinhos, Rosita e Abraham são um casal, e nós vimos uma pista disso na última temporada.

Scott M. Gimple: Você vai ver mais disso nessa temporada. Este é definitivamente um elemento nessa temporada. As pessoas que gostam dos quadrinhos vão reconhecer isso, e as pessoas que não gostam dos quadrinhos não vão querer perder. Eles vão ficar: “Uau, ok, isso está acontecendo”.

Nós sabemos que você está introduzindo o Padre Gabriel Stokes dos quadrinhos e que ele será interpretado por Seth Gilliam. Veremos mais algum novato?

Scott M. Gimple: Nós vamos ver muitos novos personagens, pessoas relevantes para o show, mesmo durante a primeira metade da temporada.

Pessoas tanto dos quadrinhos quanto sem ser deles?

Scott M. Gimple: Sim. Algumas pessoas de lá, várias pessoas não. E sim, eles serão super importantes. Tem isso. Ah, e talvez tenha um palavrão censurado.

Mesmo?

Scott M. Gimple: Talvez tenha. Quero dizer, depende. Ainda estou trabalhando nisso.

Você filmou dos dois jeitos – com e sem o palavrão? – ou você ainda não filmou isso?

Scott M. Gimple: Nós filmamos dos dois jeitos. Então existe essa possibilidade. Na verdade não censurado, mas do jeito que nós fazemos na AMC.

Como é isso? Apenas tirando o áudio?

Scott M. Gimple: Sim, é assim que nós fazemos. Então talvez nós vejamos isso. E eu vou dizer, no departamento dos walkers, teremos alguns walkers inacreditáveis nessa temporada.

Sim, parece que o guru da maquiagem de monstros Greg Nicotero está caprichando.

Scott M. Gimple: Sim, e eles estão cada vez mais insanos. Ele está fazendo um trabalho incrível. Um trabalho incrível, nojento, horrível.

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com a quinta temporada no dia 12 de Outubro de 2014 na AMC e no dia 14 de Outubro de 2014 FOX Brasil. Confira o trailer oficial da temporada e fique por dentro de todas as notícias.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Entertainment Weekly
Tradução: @Ivyleca / Staff Walking Dead Brasil

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA