Siga-nos nas redes sociais

Série

The Walking Dead 9ª Temporada – Comentários do episódio 5: “What Comes After” (COM SPOILERS)

Publicado há

em

Post destinado a comentários do episódio “What Comes After” da nona temporada de The Walking Dead. Muitos spoilers poderão (e serão) encontrados por aqui. Se você ainda não assistiu e não gostaria de ter as surpresas do episódio “estragadas”, não prossiga. Você foi alertado!

Este post está destinado à exposição de ideias sobre tudo o que pode estar acontecendo na série. Utilize os comentários abaixo para compartilhar conosco suas teorias.

SINOPSE: Rick é forçado a encarar o passado enquanto se esforça para manter a segurança das comunidades e para proteger o futuro que ele e Carl idealizaram.

Escrito por: Matthew Negrete e Scott M. Gimple
Dirigido por: Greg Nicotero

DISCUSSÃO DE “WHAT COMES AFTER”:

The Walking Dead, apesar de todos os seus altos e baixos, sempre conseguiu criar grandes eventos televisivos. Além da grande queda da prisão ou até da revelação sobre o verdadeiro “lucillizado” na linha de Negan, o drama da AMC talvez nunca tenha conseguido entregar um episódio tão significante e poético como fez nesta semana, com “What Comes After”.

Taxado desde o início como o “episódio final de Rick Grimes” – e por favor, leia-se EPISÓDIO FINAL, não “MORTE” -, a saída de Andrew Lincoln do show que carregou como protagonista por quase 10 anos foi divisora de opiniões. Há quem apostava na morte. Há quem apostava na sobrevivência. Após meses de especulações sem fim, eis que recebemos a resposta: RICK GRIMES ESTÁ VIVO (e aparentemente continuará assim por mais uma trilogia de filmes).

É notório dizer que este é, sem sombra de dúvidas, o episódio mais psicodélico que TWD já produziu – ultrapassando até o mesmo o 07×01 ou 05×09. Da direção aos diálogos, todo o trabalho realizado por Gimple, Negrette e Nicotero foi atento aos detalhes e entrega mais do que muitas finales do show fizeram antes — em suma, o capítulo final de Rick é uma jornada épica que termina exatamente como começou: um homem procurando pela família. Além das já comentadas participações de Shane, Hershel e Sasha, o episódio não perde tempo em trazer de volta vozes e rostos conhecidos do público: Glenn, Carl, Beth, Lori, Morgan — Todos aqueles que fizeram parte da jornada do ex-xerife têm um papel fundamental para reforçar sua corrida contra o tempo.

Andando paralelamente a saída do líder de Alexandria, ainda temos o fechamento do arco envolvendo Maggie e Negan, com um diálogo profundo e belamente interpretado tanto por Lauren Cohan quanto por Jeffrey Dean Morgané incrível como até as batidas discussões sobre viver ou morrer voltaram a ter peso nesta temporada. 

Em termos técnicos, este deve ser o episódio mais bem dirigido da carreira de Greg Nicotero. Da alternância entre realidades ou até mesmo ao uso (excessivo, embora necessário) de efeitos visuais, toda a viagem física e emocional/mental de Rick Grimes tem peso (sem contar a fantástica atuação de Andrew Lincoln) e só acrescenta ao saldo positivo no fim do episódio – a cena da explosão ficará marcada como uma das melhores da história do show.

Para fechar com chave de ouro, “What Comes After” ainda introduz  o mundo pós-Rick pela primeira vez ao público, com ninguém menos que uma crescida Judith Grimes salvando Magna e seu misterioso novo grupo de sobreviventes.

É difícil dizer com certeza se as coisas continuarão no bom ritmo e qualidade de agora, mas The Walking Dead pode estar no caminho certo novamente. Como já disse nas últimas quatro semanas, Angela Kang, obrigado por tudo.

SUA OPINIÃO SOBRE O EPISÓDIO:

 

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA