Siga-nos nas redes sociais

7ª Temporada

The Walking Dead S07E10: 5 coisas que você pode ter perdido em “New Best Friends”

Publicado há

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS dos quadrinhos originais e do décimo episódio, S07E10 – “New Best Friends” (Novos melhores amigos), da sétima temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido ou lido, não continue. Você foi avisado!

Depois que o episódio 9 acabou com Rick dando um sorriso largo, eu não sabia exatamente o que esperar do episódio 10, “New Best Friends”. Então foi uma surpresa agradável assistir ao que talvez tenha sido um dos melhores episódios da sétima temporada.

A expectativa era de que o episódio começasse direto na cena com Rick, mas ao invés disso “New Best Friends” abriu no Reino, com Ezekiel e seu seleto grupo realizando uma entrega para os Salvadores. A negociação não correu muito bem, levando Richard e Daryl a se unirem, mas só até o nosso bronco favorito perceber que o plano de Richard poderia resultar na morte de Carol. E ninguém mexe com Carol. Enquanto isso, na comunidade do ferro velho, nós conhecemos Jadis e seus seguidores esquisitos, e assistimos Rick lutando com Winslow, o melhor zumbi que já vimos em muito tempo (ou talvez o melhor de todos?!).

A comunidade do ferro velho não é baseada em nenhuma comunidade já vista nos quadrinhos, mas eles talvez sejam o grupo mais interessante entre os que foram introduzidos nesta temporada. Ok, eles falam estranho e parecem meio teatrais, mas caramba, eles são organizados! E mesmo que a qualidade do chromakey tenha sido bem meia boca, ver quão amplo é o território deles foi bem legal.

O episódio 10 teve várias coisinhas escondidas ao longo de uma ótima hora. Dê uma olhada nas 5 coisas que você pode ter perdido em “New Best Friends”.

1. Richard não é contra sacrificar pessoas

Depois de se unir a Daryl após a tensa entrega de suprimentos para os Salvadores, Richard revelou seu plano de tomar um comboio dos Salvadores e deixar uma trilha até a casa de Carol, basicamente garantindo que os salvadores vão deduzir que ela foi a responsável e matá-la. A ideia era que Ezekiel ficaria tão transtornado com a morte de Carol que finalmente concordaria em lutar contra Negan.

Dessa vez o plano foi frustrado por Daryl, que o derrubou, mas Richard disse de forma um tanto ameaçadora que existirão outros comboios de veículos dos Salvadores que eles poderão tomar, e acrescentou: “o que precisamos fazer exige sacrifício, de um jeito ou de outro”.

No entanto, depois que Daryl ameaçou matar Richard caso Carol morresse, parece que Richard terá que bolar um novo plano e sacrificar um novo membro do Reino, mas quem? Considerando que o plano inicial era matar alguém que fosse próximo de Ezekiel, isso nos deixa com algumas opções, incluindo Benjamin, seu irmãozinho Henry ou talvez até Jerry.

2. Havia uma referência ao filme “Smokey and the Bandit”

O grupo hoje em dia mora na Virginia, mas os personagens começaram originalmente no estado da Georgia. E não são só os personagens que têm laços com aquela área, na vida real a série também é filmada na Georgia.

Então com tanto amor por aquele estado, tanto do elenco quanto da equipe, foi legal ver uma referência ao filme Smokey and the Bandit (Agarra-me se Puderes), no qual os personagens tentam transportar ilegalmente caixas de cerveja Coors até a Georgia (terminando em Atlanta) onde poderiam ser vendidas legalmente. No filme, a cerveja é transportada em um caminhão por Cledus “Snowman” Snow (Jerry Reed), enquanto Bo “Bandit” Darville (Burt Reynolds) dirige um TransAm preto para tirar a atenção do caminhão e de sua carga. No episódio 10 você deve ter notado que Richard e Daryl de escondem atrás de um caminhão antes que Richard revele seu plano, caminhão esse que era uma réplica quase idêntica do que foi usado em Smokey and the Bandit.

Mas não foi só o caminhão de Snowman que apareceu em The Walking Dead. Um fã notou que no episódio da semana passada havia uma referência mais sutil ao filme, quando um TransAm preto podia ser visto na estrada perto da horda de zumbis que se aproximava da armadilha de explosivos. O TransAm era perceptível, no meio da estrada, mas a referência ao filme só ficou completa depois do episódio desta semana.

3. Rick substituiu a estátua de gato de Michonne da terceira temporada

Se você ficou confuso com Rick dando para Michonne uma escultura de gato de presente quando o grupo estava deixando o ferro velho, então você provavelmente não está sozinho. Mas se forçar um pouco a memória até a terceira temporada da série, talvez se lembre que Michonne tem uma coisa com objetos decorativos de gato.

No episódio 12 da terceira temporada, “Clear”, Michonne acompanhou Rick e Carl de volta até a cidade em que eles moravam, e lá eles encontraram Morgan pela primeira vez desde a primeira temporada. Enquanto Rick lidava com Morgan, Michonne ajudou Carl em sua missão para pegar um retrato da família em um café da região para a irmãzinha Judith, e também pegou uma lembrancinha para si mesma – uma estátua colorida de gato. No entanto, quando o grupo fugiu da prisão na quarta temporada, o gato obviamente ficou para trás, e foi só agora que Michonne conseguiu um substituto para ele.

Aquele gato foi um presente extremamente fofo e simbólico de Rick, considerando que a aquisição do gato original marcou a primeira vez em que Michonne realmente criou um laço com Carl, o que resultou nele dizendo para o pai “Eu acho que ela talvez seja uma de nós”.

4. Não se preocupe, Rick não morrerá de tétano

Depois de fuçar em um poço de lixo, cortar a perna e furar a mão em uma das pontas na cabeça de Winslow, parece que Rick teria uma grande chance de morrer de tétano. Mas não temam! Um fã lembrou que Rick ficará bem porque ele provavelmente recebeu uma injeção no primeiro episódio da série.

Rick levou um tiro no primeiro episódio da primeira temporada, e é procedimento padrão que pessoas com ferimentos a bala recebam um reforço de tétano. A vacina antitetânica vale por cerca de dez anos depois que é administrada, e de acordo com a linha do tempo de The Walking Dead, passaram-se cerca de dois anos desde que Rick foi baleado, então parece que o nosso mocinho não corre o risco de perder a mão ou a perna dessa vez. Ufa!

5. Tara está prestes a revelar a existência de Oceanside

Depois de fazer um acordo com Jadis e seu grupo, Rick agora está em uma grande busca por armas para honrar sua palavra. A área mais próxima já deve ter sido bem explorada a essa altura, então ele pede a ajuda de Tara para pelo menos indicar quais áreas mais distantes eles devem evitar. Depois que ele pede sua ajuda, Tara concorda e dá uma risadinha enquanto chacoalha sua pulseira.

Se vocês se lembrarem do episódio 6, Tara recebeu de presente uma pulseira de conchas de uma moradora de Oceanside, Cyndie. E apesar de ter prometido a Cyndie que manteria Oceanside em segredo para todos os outros, momentos extremos pedem medidas desesperadas, e algo me diz que veremos Natania e seu grupo em breve. Mas vamos ver se o grupo consegue sequer entrar no território de Oceanside sem serem feitos em pedacinhos. E mesmo que consigam entrar, pegariam as armas através de um acordo, ou meios mais nefastos?

Qual foi a sua parte favorita do episódio? Notou mais alguma coisa bacana? Deixe tudo nos comentários abaixo.

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, vai ao ar nas noites de domingo no AMC Internacional, às 23h, e no FOX Action (canal do pacote premium FOX+) e FOX Brasil, às 23h30. Confira todas as notícias sobre a sétima temporada.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Movie Pilot

Publicidade
Comentários

EM ALTA