Siga-nos nas redes sociais

7ª Temporada

The Walking Dead S07E02: 5 coisas que você pode ter perdido em “The Well”

Publicado há

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS dos quadrinhos originais e do segundo episódio, S07E02 – “The Well” (O Poço), da sétima temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido ou lido, não continue. Você foi avisado!

Depois da estreia cheia de tensão da sétima temporada, o segundo episódio de The Walking Dead chegou com ânimo bem diferente, quando viajamos para uma nova comunidade conhecida como o Reino. Depois de vermos quão bem estabelecidas estavam Alexandria e Hilltop, foi um choque ver que na verdade o Reino estava anos luz à frente de ambas, conseguindo cultivar colheitas imensas, criando gado e até mesmo com seu próprio coral que entoava “Don’t Think Twice It’s All Right”, de Bob Dylan.

Com a mudança de tom desta semana, também veio um episódio mais lento e com mais diálogos. Imagino que isso o tenha feito um tanto impopular com parte da audiência, mas não foi nada mal depois do horror do episódio de estreia. Além disso, foi uma mudança agradável ver e ouvir tanto sobre o Reino de uma tacada só (desculpem, cedo demais? rs) , ao invés de receber a informação gradualmente, como tem sido o caso até agora com a colônia Hilltop.

Mas não importa se o episódio é ágil e cheio de sangue, ou lento e cheio de diálogos, sempre existem detalhes que passam batido. Então aqui estão as cinco coisas que você talvez tenha perdido no segundo episódio da sétima temporada de The Walking Dead, “The Well”.

1. Morgan marcou seu caminho para ser encontrado pelos outros

the-walking-dead-s07e02-the-well-curiosidades-001

Logo no começo do episódio, enquanto Morgan e Carol estavam a caminho do Reino, você deve ter notado que Morgan estava talhando um símbolo em uma árvore e em uma caixa de correio. Morgan disse aos habitantes do Reino que estava apenas marcando seu caminho de volta, mas havia obviamente um propósito duplo naquelas marcas, e era outra indicação de quão experiente o nosso grupo de sobreviventes já é.

Ao longo das últimas temporadas nós vimos personagens usarem marcas sutis para enviar mensagens para outros membros do grupo que passariam facilmente despercebidas por outras pessoas. Na quinta temporada, Morgan seguiu a trilha de símbolos talhados em árvores que levou até a igreja do padre Gabriel. No episódio 6 da sexta temporada, Sasha e Abe escreveram “Dixon” na porta do prédio onde estavam se escondendo, algo que não teria sido compreendido por qualquer outra pessoa além daquele para quem a mensagem era direcionada.

E finalmente nós tivemos Carol no episódio 13 da sexta temporada, usando sua inteligência para arrastar o pé e deixar um rastro quando ela e Maggie estavam sendo levadas para o esconderijo dos Salvadores. Felizmente no final do episódio Maggie e Carol conseguiram matar os Salvadores, e quando Daryl as encontrou ele mencionou especificamente que o grupo chegou até elas usando seu rastro.

Foi um detalhe pequeno no segundo episódio, mas foi legal ver que essas pessoas agora são sobreviventes genuínos, e aprenderam habilidades essenciais para garantir sua segurança. Morgan alegou que estava fazendo esses símbolos para que ele e Carol pudessem potencialmente encontrar seu caminho de volta, mas você pode ter certeza de que ele também estava fazendo isso para que Rick e o grupo saibam onde eles estão, e que nada de mal aconteceu a eles.

2. Temos créditos novos!

the-walking-dead-s07e02-the-well-curiosidades-002

Desde que o nome de Jeffrey Dean Morgan foi acrescentado aos créditos na semana passada, novas mudanças foram feitas à sequência depois de retirarem os nomes de Steven Yeun e Michael Cudlitz (RIP Glenn e Abe). Alanna Masterson, Josh McDermitt e Christian Serratos finalmente entraram no line up, e com isso vem um número de novas e misteriosas imagens.

Alanna Masterson a.k.a Tara Chambler

Ela não apareceu de fato em um episódio desde o episódio 12 da sexta temporada (possivelmente porque ela estava prestes a se tornar uma nova mamãe!), mas com seu nome nos créditos nós sabemos que a personagem de Alanna Masterson não desapareceu para sempre. Parece coerente que o nome dela apareça ao lado de um barco encalhado, considerando que a série pediu permissão para filmar em uma praia na sétima temporada, e há rumores de que era para um episódio envolvendo Tara e Heath.

Josh McDermitt a.k.a Eugene Porter

Depois que seu personagem pensou genuinamente fora da caixa, levando-o a descobrir uma fábrica que poderia fabricar balas, não foi nenhuma surpresa que o nome de McDermitt aparecesse junto a uma… fábrica de balas. A descoberta de Eugene sem dúvidas será algo enorme para Alexandria (e as comunidades próximas) nos episódios futuros, e pode até mesmo ser o que garantirá a sobrevivência das comunidades.

Christian Serratos a.k.a Rosita Espinosa

Estando no elenco desde a quarta temporada, Christian Serratos finalmente foi jogada para os créditos de abertura, com seu nome entre os vidros quebrados de um prédio de aparência abandonada. Para falar a verdade, não consegui fazer uma conexão imediata entre Rosita e a imagem. Talvez seja uma indicação de seu estado atual, ou do que vem por aí durante a sétima temporada – ou talvez vocês pegaram alguma coisa que eu perdi?

3. Havia uma bela referência à mitologia grega

the-walking-dead-s07e02-the-well-curiosidades-003

Na semana passada nós tivemos referências bíblicas, e nesta semana The Walking Dead falou grego com aquela conversinha malandra sobre romãs. A oferta das romãs para Carol foi uma clara referência à história de Hades e Perséfone. Na mitologia grega, Hades, o deus do mundo inferior, conseguiu aprisionar Perséfone, deusa da primavera, flores e vegetação, no mundo inferior depois de comer uma semente de romã.

Como observado por um fã, comer uma romã obviamente não significava que Carol ficaria aprisionada no Reino para sempre, mas era um simbolismo dos residentes do Reino aceitarem a ideia do Reino e do rei Ezekiel como um todo – afinal, é um conceito estranho.

Claramente Carol não comeu a romã quando esta foi inicialmente oferecida, e até deixou o complexo para fazer um lar do lado de fora da comunidade. Mas quando ela abriu a porta e encontrou Ezekiel com uma romã na mão no final do episódio, parecia que ela estava prestes a aceitar tudo que ele estava oferecendo.

4. Alexandria talvez tenha escapado de coisa pior ao perder apenas Abe e Glenn

the-walking-dead-s07e02-the-well-curiosidades-004

Foi interessante notar que em contraste com os residentes de Alexandria e Hilltop, Ezekiel e seus cavaleiros escolheram manter o acordo com Negan e os Salvadores um segredo. E como o novo aprendiz de Morgan, Ben, pode ter provado, parece que os residentes realmente não têm ideia sobre a ameaça que sua comunidade enfrenta.

Durante o almoço Ben disse a Morgan como seu pai morreu, supostamente quando um grupo foi encurralado por zumbis enquanto estavam limpando um prédio. No entanto, na realidade parece mais provável que Negan tenha matado seu pai enquanto estava impondo o acordo de troca para o Reino. Isso explicaria por que Ezekiel se tornou uma figura paterna para Ben e seu irmão – ele estava atormentado pela culpa da morte que parcialmente causou, então agora está tentando dar aos meninos a melhor vida que pode sem seus pais. Claro, Ben sabe sobre o acordo de Ezekiel com os Salvadores, mas ele também admite que não sabe muito sobre o acordo, o que significa que ele provavelmente não sabe quão cruel o grupo pode ser.

Mas outra coisa que Ben disse também pareceu interessante – seu pai foi um entre oito homens que morreram naquele mesmo incidente. Teria Negan matado oito membros do Reino para deixar as coisas claras para Ezekiel? Se sim, isso coloca as perdas de Abraham e Glenn em perspectiva ao mostrar quantas pessoas do grupo nós poderíamos ter perdido.

5. Carol parece estar assumindo a narrativa de Michonne

the-walking-dead-s07e02-the-well-curiosidades-005

Nas temporadas recentes a série tentou se manter bem próxima dos quadrinhos, mas de vez em quando ela se desvia de maneiras interessantes. E durante o segundo episódio pareceu que Carol estava assumindo a narrativa de Michonne quando teve uma conversa sincera com o rei Ezekiel.

ALERTA: Mais uma vez avisando, spoilers dos quadrinhos daqui em diante.

Depois de encontrar Carol entre as macieiras em um momento meio Jardim do Éden, a dupla acabou tendo uma conversa franca e Ezekiel revelou como acabou em posse de Shiva, e por que faz essa encenação bizarra de rei. Foi tudo por um bom motivo, afinal, dando às pessoas alguém que passasse segurança e oferecendo um lugar seguro. É interessante que esta cena inteira foi retirada quase exatamente dos quadrinhos, mas com Carol no lugar de Michonne. E como os leitores dos quadrinhos devem saber, isso possivelmente significa que um romance está previsto para os dois. Obviamente tem muita coisa que envolve o relacionamento de Michonne e Ezekiel nos quadrinhos, então será bacana ver se Carol vai assumir completamente a narrativa, ou se ela será compartilhada entre múltiplos personagens.

Qual foi a sua parte favorita do episódio? Notou mais alguma coisa bacana? Deixe tudo nos comentários abaixo.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Movie Pilot

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA